Uma escritora que faz arte

Flávia Savary destaca a alta qualidade da produção literária brasileira  (Divulgação)

30/9/2011 – 20:20

O belo texto de Flávia Savary vem enriquecendo a literatura infantil, desde 1979. Foi nesse ano que ela iniciou sua carreira como escritora e dramaturga _ embora até hoje ela ainda não se reconheça assim. “Não tenho perfil de intelectual”, ela disse sorrindo. Mas Flávia é, sim, uma escritora marcante. Carioca e formada em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, já publicou 21 livros para as crianças  em editoras do Rio, São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba.
Sua alma de artista, porém, não se limita às letras. Antes mesmo de começar a escrever histórias, Flávia Savary atuava como ilustradora. Ela é desenhista e, mais do que isto, plenamente comprometida com os princípios da arte. Por isso, na sua opinião, a literatura precisa humanizar. Afinal, essa é a finalidade de toda expressão artística. “Se não toca, não vibra, não sensibiliza, não é boa literatura. A arte precisa resgatar a condição humana, daí tem que ser bela e criativa”, esclarece a escritora.
Ela também não se prende a fórmulas ou outro requisitos: “Eu escrevo para gente e é nisso que acredito”, frisa. Flávia Savary aponta um dado auspicioso: no Brasil, a literatura infantil tem excelente qualidade em todos os setores de produção. “Escritor, ilustrador e editor devem ser parceiros e, quando isso acontece, reflete muito bem na obra”. Esta postura profissional da escritora é reconhecida dentro e fora do país.
Flávia detém cerca de 80 prêmios literários em todos os gêneros no Brasil e no exterior. Participou de várias coletivas com seu trabalho de ilustradora e artista plástica. Tem poemas, crônicas, contos e peças teatrais em obras voltadas para adultos e crianças, publicadas em mais de 40 antologias. Quem desejar se aproximar um pouco mais de Flávia Savary pode visitar seu site, que ela está produzindo com muita arte: www.flaviasavary.com