Pais são importantes no desenvolvimento dos leitores

Roberta Ribeiro e Ruth de Souza - Foto: Internet/G1/Divulgação

1/5/2012 – 20:03h

Roberta Ribeiro e Ruth Souza, autoras da coleção “Faça seu mundo melhor”, com seis livros voltados para crianças de todas as idades, numa entrevista ao portal G1, apresentaram dicas para os pais contarem histórias para seus filhos.

“Quando os pais antes da criança dormir, contam história, é um momento de interação, que transmite confiança e segurança, cria uma situação de amorosidade e desenvolve memória afetiva muito boa. A criança vai resgatar este sentimento de conforto e amorosidade, que teve com os pais, quando for estudar os livros da escola.” (Roberta Ribeiro)

“Os pais devem estimular a criatividade da criança na hora de contar uma história. A criança tem conflitos e precisa aprender a se proteger emocionalmente.” (Ruth Souza)

Dicas das escritoras

Foto: Internet

1-      Crie um ambiente favorável

Os pais devem criar um ambiente agradável e acolhedor. Pode ser na sala de casa, na cama, na hora de ir dormir, no carro, na hora de levar criança para a escola. É mais um ambiente emocional do que físico. Às vezes, os pais estão levando os filhos na escola e não aproveitam este tempo para criar um diálogo.

2-     Envolva a criança na leitura

Cada pai tem seu próprio jeito de contar uma história. Alguns são mais expansivos e aproveitam os livros que trazem mais diálogos. É preciso conversar com as crianças durante a leitura, perguntar o que ela compreendeu. É importante envolver a criança no processo.

3-     Não se prenda tanto ao texto

Pergunte à criança que personagem ela gostaria de ser. É provável que a criança e os pais saiam um pouco da história. Não é um problema. A interação é mais importante do que se ater ao texto que está sendo contado.

4-     Use um personagem para assuntos delicados

Contar uma história fictícia envolvendo um personagem pode ajudar a criança a pensar em situações em que ela esteja vivendo. Por exemplo: se a criança está brigando muito na escola, os pais podem contar uma história sobre outro menino ou menina que briga com os colegas. A criança vai participando e criando a história, o que pode fazer para melhorar. Isso pode ajudar a resolver uma questão interna.

Foto: Getty Images

5- Deixe a criança contar a história

Fazer o filho contar a história do livro pode ser interessante para estimular o raciocínio, a memória e a própria imaginação. É possível que não conte a história como está no livro, afinal as crianças são muito imaginativas. Reprimir possíveis fugas ao tema não é a atitude mais adequada. Se a criança está lendo o livro, deixe que ela interaja e permita com que sua imaginação possa fluir. Isso para ela é muito importante.

6-     Entre na brincadeira

O adulto pode estimular a criança a contar história e também pode entrar na brincadeira. Quando estiver com a criança, procure se tornar mais criança e brincar. O ritmo de vida hoje é bem diferente do tempo dos nossos pais ou avós. A TV, a internet e o videogame acabam ocupando a criança e, quando chega a noite, os pais estão cansados e, em vez de brincar, deixam os filhos vendo TV ou mexendo no computador.

7- Use suas habilidades

Os adultos devem usar recursos e habilidades para contar histórias. Se souber, pode tocar uma música, cantar, desenhar. Não precisa ter talentos tão diferenciados; pode, sim, usar seus próprios esforços. O mais importante, além do conteúdo, é estimular a amorosidade entre os membros da família.