Amiga de Drummond

12/6/2012 – 22:19h

Desta vez, o blog vai destacar a escritora das Minas Gerais Joana d’Arc Torres de Assis. Provavelmente, depois de conhecê-la, você vai sentir vontade de conhecer também suas obras e, então, se sentir inspirado para contar belas histórias ou simplesmente declamar versos.

Joana d´Arc é poetisa e autora de livros infantojuvenis. Seu trabalho, portanto, corre entre a poesia e a prosa (novela, conto, crônica). Suas obras infanto-juvenis publicadas são: “Guerras Malvindas”, novela, Ed. Miguilim, depois reeditada pela Dimensão com novo título “Com quantos trouxas se faz uma guerra”; “Namorico(poemas) eConto de um Natal”, pela Miguilim; “Nó Cego”, reconto do folclore, pela Antares, esgotado; “O Muito e o Pouco”, Ed. Mazza; “De Presente”, Ed Dimensão, além de dezenas de poemas sob encomenda dessa mesma editora para abrir capítulos de livros didáticos.

“O Muito e o Pouco”, vale lembrar,  recebeu o Prêmio Nacional 30 Anos da Câmara Mineira do Livro e o selo Altamente Recomendável da FNLIJ. “De Presente” tem o Prêmio “Adolfo Aizen”, da União Brasileira de Escritores, e alguns contos e poemas de Joana d´Arc, dirigidos aos adultos, foram agraciados com a láurea “Guimarães Rosa”.

Na área juvenil, tem “Belas Macieiras e um Paraíso”, poemas, Editora Alis, e na infantil três contos: “Juca Dodode”, “Sapo Popote” e “Girafita tira foto”, pela Cedic do Brasil.

O trabalho de Joana d´Arc, muitas vezes, extrapola a literatura, porém, quando isto acontece, torna-se uma experiência que lhe ajuda a escrever e a inspira, tornando-a mais criativa. Por exemplo: no ano do centenário de Carlos Drummond, pela Secretaria de Estado da Cultura MG e Biblioteca Central do Sesc-MG, Joana ministrou a conferência “O informal: a outra face de Drummond”, a partir de pesquisa da história de Itabira e de sua correspondência pessoal com o poeta durante dez anos. No Festival de Inverno de Itabira daquele ano, deu a oficina “Drummond: a oficina do sensível”, que buscava na poética “drummondiana” uma matriz para o cotidiano prático.

Como educadora, desde 1984, ela trabalha a reorientação da mente e da imaginação com ênfase para a expansão da criatividade. Integrou a Equipe Multidisciplinar do Dr. Eduardo Aquino, neurocientista/educador, com oficinas de “Criatividade, Emoção e Relaxamento”. Coordenou três edições do “Seminário do Brincar”, do Laces/ Biblioteca Central do Sesc-MG e participou de sua montagem.

Ainda diplomou-se em cursos e seminários como: Cibernética Social, Expansão do Potencial Pessoal, Liderança e Estratégia Motivacional, Contação de histórias, Criatividade, Qualidade Total, Bio-Dança, Introdução à Hipnose Ericssoniana, à Programação Neurolinguística e outros _ diversidade que permite à autora uma abordagem holística, um diferencial do seu trabalho.