Lançar livros digitais está mais fácil

Henrique Yuichi Komatsu aderiu à internet - Foto: Tarsila Pimentel

9/1/2013 – 21:11h

Estamos muito mais envolvidos pelos processos digitais do que podemos imaginar. Se autores, editores e leitores pensam que o formato de livro eletrônico se limita às ofertas dos arquivos convertidos pelas editoras para leitura em tablets, computadores ou smartphones, estão enganados. Existem empresas e profissionais, com ofertas alternativas, que estão ajudando a promover ainda mais o livro digital e a nossa capacidade de conviver com esta realidade.

Autores que se sentem preparados para explorarem o potencial da tecnologia estão buscando novos caminhos para colocarem seus textos no mercado. Se eles não tinham a oportunidade de verem seus livros publicados em papel por uma ou outra editora brasileira encontram nos recursos digitais a possibilidade de lançarem seus trabalhos. É o caso do paulista Henrique Yuichi Komatsu, que procurou o blog “Conta uma História” para contar a sua experiência no lançamento de livros infantis e romances através de sites especializados.

Komatsu é formado em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná.  Ao longo do curso interessou-se pela literatura e no último ano da graduação, em 2004, lançou o seu primeiro romance, “A Igreja de Pedra”, de maneira independente e impresso. Em 2006, escreveu o livro de contos, “Cidade Dormitório” e mais um romance que ficaram aguardando a resposta das editoras, enquanto Komatsu começava a escrever para crianças. Em 2009, então, ele descobriu a possibilidade de publicar livros na internet.

A experiência bem-sucedida deste jovem você vai ler aqui. Clique à direita do blog, na categoria “Entrevistas”, para conhecer os sites que converteram os textos de Komatsu para padrão digital e compatível com todos os e-readers do mercado; sites que produzem livros com a mesma aparência dos impressos, porém, no formato virtual; site vinculado à Amazon que faz o contrário: publica os originais eletrônicos em papel.