De volta à Terra de Oz

21/3/2013 – 19:42h

Aproveitando o recente lançamento do filme “Oz, Mágico e Poderoso”, dos estúdios Disney, a Editora Biruta lança o segundo volume da série de 14 volumes sobre as aventuras na terra mágica de Oz. Nessa segunda obra, Baum apresenta a história do garoto Tip, um órfão cheio de ideias criativas, além de trazer de volta personagens cativantes como O Espantalho e o Lenhador de Lata.

Difícil encontrar por aí alguém que não esteja familiarizado com a famosa estrada de tijolos amarelos, que conduz Dorothy e seus amigos à esplendorosa Cidade das Esmeraldas. Foi em 1900 que L. Frank Baum lançou aquele livro que seria o seu maior sucesso – O Mágico de Oz.

A magia do Lenhador de Lata, do Leão Covarde, do Espantalho e da terra fantástica de Oz foi levada aos palcos da Broadway e fascinou crianças e adultos. Posteriormente, a história foi imortalizada na versão cinematográfica de 1939, produzida pelo estúdio hollywoodiano MGM.

Para muitos, o encanto da terra de Oz parou por aí. Mas a verdade é que ele foi muito mais além. Depois de receber centenas de cartas de crianças pedindo por mais histórias, L. Frank Baum se rendeu à sua criação e produziu, nos anos que se seguiram, mais treze livros sobre a terra mágica e seus extraordinários personagens.

A Maravilhosa Terra de Oz, o segundo deles, ganhou uma publicação da Editora Biruta. Com tradução e posfácio de Luiz Antonio Aguiar, o Lenhador de Lata e o Espantalho se juntam a Tip e seus amigos em uma incrível jornada para salvar a Cidade das Esmeraldas das agulhas de tricô do Exército Rebelde e desvendar o mistério por trás do sumiço da princesa Ozma. Para isso, é claro, contarão com a ajuda de Glinda, a Bondosa.

Desta vez os leitores não precisarão de sapatinhos mágicos ou de um ciclone para serem transportados para a Terra de Oz – é só abrir o livro para a aventura começar.

Sobre o autor
L. Frank Baum nasceu em 1856, em Chittenango, nos EUA. Trabalhou grande parte de sua vida como jornalista e ator e, em 1897, publicou seu primeiro livro infantil. Com o sucesso de suas primeiras obras, seguiu escrevendo, até que, em 1900, publicou o seu maior sucesso – O Mágico de Oz. Escreveu então mais treze livros sobre a terra mágica e vários outros livros para crianças.

Sobre o tradutor

Luiz Antonio Aguiar é um premiado autor infantojuvenil. Ele já recebeu o prêmio Jabuti, White Ravens, a indicação de Altamente Recomendável da FNLIJ, entre outros. É mestre em Literatura Brasileira e palestrante dedicado a temas como leitura na cultura contemporânea, Literatura e Clássicos. Já publicou diversos livros pela Editora Biruta.