O selo Altamente Recomendável

21/5/2013 – 19:53h

É muito importante para as editoras e autores a condição das suas obras serem consagradas com o selo Altamente Recomendável da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. Por isso, a Edições SM tem motivos para comemorar, pois teve 15 livros contemplados nas categorias “criança”, “tradução” e “informativos”.

Para o leitor, acredito, também é muito importante conhecer as obras outorgadas com o selo, pois a indicação confirma se tratar de um livro de conteúdo recomendado e reconhecido. Os livros selecionados ainda concorrem ao Prêmio FNLIJ 2013, em suas respectivas categorias.

A seleção, que destacou os 15 títulos da Edições SM refere-se à produção infantojuvenil de 2012, identificando os melhores títulos editados e estimulando o trabalho de ilustradores, tradutores e editores. Para Claudia Ribeiro Mesquita, gerente de literatura da SM, “além da qualidade, o selo Altamente Recomendável atesta também a coerência e a diversidade do nosso catálogo. Dos 35 títulos lançados em 2012, tivemos 15 indicações, mais de 40% de aprovação, o que nos enche de alegria”.

A FNLIJ, principal entidade brasileira de promoção da leitura e formação do leitor, é o braço nacional do IBBY (International Board on Books for Young People), instituição não governamental sediada na Suíça, que concede o maior prêmio mundial da literatura infantojuvenil: o Hans Christian Andersen.

Os livros contemplados são:

Categoria criança

A máquina do poeta, de Nelson Cruz

Categoria informativo

Bumba-boi e Festa da Taquara, de Fabiana Ferreira Lopes

Categoria tradução/adaptação criança

Aisja, de Peter van Oudheusden e tradução de Cristiano Zwiesele do Amaral. Ilustrações de Stefanie de Graef

A coisa perdida de  Shaun Tan e tradução de Sérgio Marinho

Dunas de água, de Javier Sobrino e tradução de Joana Autuori. Ilustrações de Alfonso Ruano

À esquerda, à direita, de Jimmy Liao e tradução de Lin Jun e Cong Tangtang

Categoria tradução/adaptação informativo

O dom da infância: memórias de um garoto africano, de Baba Wagué Diakité e tradução de Marcos Bagno

Formas e padrões na natureza, de Laure Maj (organização) e tradução de Fabio Weintraub

Vincent van Gogh e as cores do vento, de Chiara Lossani e tradução de Mauricio Santana Dias. Ilustrações de Octavia Monaco

Categoria tradução/adaptação jovem

Onde as árvores cantam, de Laura Gallego García e tradução de Paloma Vidal

Sem fôlego, de Brian Selznick e tradução de Claudio Figueiredo

Categoria tradução/adaptação reconto

A sagrada folha da bananeira: conto de esperteza do folclore indonésioMangas e bananas: conto de esperteza do folclore indonésio, de Nathan Kumar Scott e tradução de Sérgio Marinho. Ilustrações de Radhashyam Raut e T. Balaji

O misterioso chá das nuvens, de Mal Peet, Elspeth Graham e tradução de Luciano Vieira Machado. Ilustrações de Juan Wijngaard.