Uma história comovente

27/1/2014 – 18:51h

O escritor Henrique Komatsu, nos envia a resenha da médica e psicoterapeuta, Cristiane Marino, autora do blog Mulheres em Círculo, sobre o seu livro digital “A menina que viu Deus”: é a história da menina Aletéia, que mora numa ilha com sua avó. Ela é uma menina muito esperta e imaginativa e começa a se perguntar se Deus existe. A avó vai lhe dando algumas respostas que não a satisfazem. Afinal, ela não consegue vê-lo… As duas então partem para uma aventura pela ilha para ver se O encontram.

A médica achou muito interessante o autor ter escolhido este nome para sua personagem, pois Aletéia em grego quer dizer Verdade… Segundo ela, a história é delicada, cheia de sutilezas, como a diferença quanto à passagem do tempo: a criança anseia chegar o mais rápido possível. Já a avó percorre o caminho sem pressa, apreciando ao máximo a paisagem. Nesse caminho, vão encontrando surpresas e respostas para as coisas realmente importantes da vida.

Cristiane Marino ainda destaca as ilustrações com cores vivas e traços fortes, como se fossem feitas pela própria Aletéia. “Um belo livro, com muitas mensagens… para ler e reler várias vezes”.

É preciso acrescentar uma informação: a história “A menina que viu Deus” foi adaptada para teatro por Márcio Miranda, fundador do grupo mineiro Terno de Teatro, e é encenada através de bonecos.

A versão digital e pode ser obtida gratuitamente aqui.