Cadê o meu Vale Cultura?

19/3/2014 – 16:40h

Momento crucial para o Vale Cultura, que ainda precisa conquistar os empresários para chegar às mãos dos trabalhadores que ganham até 5 salários mínimos. Para oferecerem o benefício, as empresas devem se inscrever nas redes credenciadas, conforme orientação do Ministério da Cultura em  http://vale.cultura.gov.br/

O Vale Cultura é operado nas bandeiras Mastercard e Elo, através da Caixa Econômica Federal, e ainda pelas redes Cielo e Redecard, por meio de suas centrais de atendimento.

O benefício foi solicitado por 1.540 empresas que já participam do programa do Ministério da Cultura, o que contempla 367,5 mil pessoas que estão distribuídas da seguinte forma: 226.456 no Distrito Federal; 58.264 no Rio de Janeiro; 29.371 em São Paulo; 14.721 no Rio Grande do Sul; 12.535 no Paraná; 7.063 no Ceará e 5.224 em Minas Gerais.

Com poucos adeptos, Minas Gerais ocupa a sétima posição no ranking nacional com adesão de 173 firmas – 3,5 mil de 55 empresas da capital, por isso, hoje, pela manhã, a Ministra Marta Suplicy esteve em Belo Horizonte para alavancar o benefício entre os empresários mineiros. Ela participou da entrega simbólica dos primeiros cartões do Vale Cultura no estado e foram contemplados 48 funcionários do Instituto Cultural Flávio Gutierrez e 2.014 empregados da Caixa Econômica Federal.