Muitos jeitos de contar histórias

27/3/2014 – 21:17h

Editora Miguilim apresenta o segundo livro infantojuvenil da escritora Mônica de Aquino. Ilustrado por Nelson Tunes, “Muitos jeitos de contar uma história” será lançado no sábado, a partir das 11h, na Livraria Quixote, na Savassi.

Mônica de Aquino e Nelson Tunes contam a história de um passarinho

A Editora Miguilim promove o lançamento do livro “Muitos jeitos de contar uma história”, da escritora e poeta Mônica de Aquino, com ilustrações de Nelson Tunes. O livro – o segundo da autora voltado para o público infantojuvenil, após Fio da Memória (2012) – conta a história de um passarinho que, a partir de suas experiências com o ambiente, objetos, instrumentos musicais e outros bichos, constrói seu próprio jeito de cantar e ser feliz. O evento acontece no dia 29 de março, sábado, a partir das 11h, na Livraria Quixote, na Savassi, Rua Fernandes Tourinho, 274, em Belo Horizonte, com entrada franca.

Como o próprio nome do livro sugere, o processo de criação da obra aconteceu de maneira incomum: Mônica criou o texto a partir das mais de 40 ilustrações feitas por Nelson. “No lugar de me debruçar sobre os desenhos e forçar a escrita, procurei conviver com eles, espalhei na cama, olhava, mudava a sequência, ia fazer outras coisas… foi um processo, essencialmente, poético. Além disso, foi minha primeira experiência literária em que o narrador está mais presente, talvez, por esse convívio, que me fez ir conhecendo o personagem. Escrever por encomenda é um exercício importante, porque nos leva a contar histórias além das nossas referências. Com certeza, a história do Passarinho não apareceria se o processo criativo não tivesse sido construído dessa forma”, destaca ela.

Sobre os desenhos de pássaros, Nelson Tunes conta que, ao longo de sua vida, sempre esteve rodeado de natureza e animais. Além disso, o traço do artista – que desta vez desenhou com lápis de cor, já que vem sendo reconhecido pelas ilustrações feitas com vinil pintado à mão – revelou a influência da arquitetura nos desenhos encomendados pela Editora Miguilim, especialmente dos estilos barroco, neoclássico e eclético.

Nascido numa família de artistas de ascendência portuguesa, Nelson Tunes é um artista plástico e ilustrador belo-horizontino reconhecido pelos trabalhos em vinil pintado à mão, como nos livros Pingo D’Água (2011), de Eliana Sant’ana, e O abraço das cores (2013), de Rosa Maria Miguel Fontes, ambos editados pela Miguilim. A editora, através do diretor Alexandre Machado, foi responsável por apresentar ao artista o universo dos desenhos na literatura infantojuvenil. As ilustrações a lápis de cor presentes no livro foram resgatadas das lembranças do seu pai, quem ele frequentemente observava desenhar.

Nesse processo invertido de construção da narrativa, Mônica de Aquino destaca o importante trabalho desempenhado pelo designer Maurizio Manzo, que promoveu uma terceira leitura da história a partir da junção entre texto e imagens. Reconhecida na poesia desde seu livro de estreia, Sístole – publicado pela editora carioca Bem-te-vi em 2005 – e ganhadora do Prêmio Cidade de Belo Horizonte na categoria poesia, edição 2013, a autora começa a se destacar, também, na literatura infantojuvenil. Seu primeiro livro voltado para esse público, Fio da Memória, publicado em 2012 também pela Miguilim, foi adotado pelo programa Livros na Sala de Aula do Estado de São Paulo.

Poeta e escritora, Mônica de Aquino já teve diversos textos publicados em coletâneas e antologias, como no volume Poetas da Década de 2000 da coleção Roteiro de Poesia Brasileira. Publicou, também, em importantes periódicos como o Suplemento Literário de Minas Gerais, a Revista Poesia Sempre da Biblioteca Nacional e a Revista Piauí. Além de Muitos jeitos de contar uma história, ela também lançará em 2014 outros dois livros que integram uma coleção de sete histórias de sua autoria. Outro lançamento previsto para este ano é Fundo Falso, segundo livro de poesia e que inclui os poemas vencedores do Prêmio Cidade de Belo Horizonte. Além desses trabalhos, Mônica está envolvida com dois projetos de livro envolvendo texto e imagem, um deles em parceria com a ceramista e professora Laila Kierulff.

Editora Miguilim

Com mais de 30 anos no mercado literário nacional, a Editora Miguilim foi pioneira na publicação de livros para jovens e crianças no Brasil e reuniu educadores como Antonieta Cunha, Bartolomeu Campos de Queirós e Terezinha Alvarenga. Lançamentos e reedições seguem a tradição da editora em apresentar projetos gráficos bem cuidados, valorizando a diversidade de temas e o trabalho de escritores e ilustradores mineiros. Entre os prêmios que recebeu, destaque para o Jabuti de literatura infantil e o João de Barro nacional.