Inscrições abertas para o Prêmio Jabuti

15/4/2014 – 19:50h

As inscrições para as 27 categorias do 56º Prêmio Jabuti já estão abertas e podem ser feitas pelo site www.premiojabuti.com.br até 30 de junho. Este ano o Jabuti ganha a categoria Tradução de Obra de Ficção Inglês-Português, uma parceria com o British Council. Outra novidade é Marisa Lajolo como curadora do Prêmio. Ela tem Mestrado e Doutorado em Literatura pela USP e Pós-doutorado na Brown University. É professora de Literatura na Universidade Presbiteriana Mackenzie e na Unicamp. Publicou vários livros e alguns deles receberam prêmios como o Jabuti em 2009 (“Livro do Ano não ficção”). Seu livro “Gonçalves Dias: o poeta do exílio” (FTD, 2011) recebeu  prêmio da Academia Brasileira de Letras. A cerimônia de entrega acontecerá em 18 de novembro, em novo local: será no Auditório Ibirapuera.

Karine Pansa, presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL), entidade promotora do Jabuti, enfatiza o trabalho realizado por José Luiz Goldfarb, curador do Jabuti desde 1991. “Ele deu imensa contribuição ao prêmio, desempenhou papel importante para o seu desenvolvimento e realizou um excelente trabalho”, afirma, acrescentando: “Agora, Marisa Lajolo, nova curadora, agregará seu conhecimento, experiência e visão sobre o livro no Brasil”.

A presidente da CBL observa que “o Jabuti, em mais de meio século de existência, renova-se permanentemente, cumprindo sua missão principal de promover o livro, conferir visibilidade à produção editorial brasileira, reconhecer talentos e revelar novos escritores. Nesse sentido, enaltecemos a contribuição de Goldfarb e o início do trabalho de Marisa Lajolo”.

José Luiz Goldfarb frisa que está se despedindo do Conselho Curador do Jabuti com a sensação de missão cumprida. “Afinal, foram mais de duas décadas acompanhando o prêmio e tendo a oportunidade de vê-lo tornar-se a maior láurea da literatura nacional. Porém, as mudanças acontecem sempre na vida e me sinto honrado por dar lugar a uma pessoa competente como Marisa Lajolo. Desejo a ela um bom caminho e estarei preparado para ajudar no que for preciso. E vamos em frente, para outras aventuras editoriais por aí”.

Feliz desafio

Marisa Lajolo salienta que, em seu mais de meio século de existência, o Jabuti já se firmou como respeitada chancela da qualidade e da variedade da produção de livros no Brasil. “Sua importância,  consolidada nos últimos anos sob a cuidadosa curadoria de José Luiz Goldfarb, tem uma dupla face: decorre tanto de sua fidelidade a valores que marcam o prêmio desde sua origem,  quanto de sua agilidade para captar, refletir e mesmo projetar novas tendências do mundo dos livros”.

A escritora e professora ressalta que assumir a honrosa curadoria representa um feliz desafio: “Levar para o Jabuti a experiência de pesquisas sobre livros e leitores no Brasil e, simultaneamente, fecundar com as possibilidades abertas pelas inúmeras parcerias que o prêmio celebra, diferentes setores da cultura  do livro e da leitura no País, particularmente na esfera educacional”.

Ficção Inglês-Português

Em 2014, o Jabuti ganha a categoria Tradução de Obra de Ficção Inglês-Português, uma parceria com o British Council. Poderão concorrer obras exclusivamente literárias (prosa, poesia ou dramaturgia), traduzidas diretamente de escritores nascidos ou residentes no Reino Unido para língua portuguesa falada e escrita no Brasil. Não serão aceitas adaptações. O tradutor vencedor do primeiro lugar, além do prêmio em dinheiro pago pela CBL, receberá uma premiação especial do British Council.

O prêmio é viagem a um festival literário no Reino Unido em 2015, com todas as despesas de transporte, estadia e alimentação incluídas, além da oportunidade de se conhecer autores e tradutores britânicos e de ter acesso a fontes de pesquisa disponíveis durante o período da visita. A premiação integra o Programa British Council de Tradução Literária, que oferece oportunidades de aprendizado e desenvolvimento profissional para tradutores literários no Brasil e no Reino Unido. A data, programação e demais detalhes da viagem deverão ser combinados entre o tradutor vencedor e o British Council após a premiação.