A “Odisseia” de um adolescente

24/7/2014 – 19:35h

Um dos clássicos da poesia épica mundial foi parar nas mãos de João Vítor, aluno da sexta série que está de recuperação e precisa fazer um resumo da Odisseia de Homero para passar de ano. Por engano, o garoto retirou da biblioteca a versão integral da obra de Homero, ao invés da versão “adaptada” à sua idade. Para piorar, ele deixou a leitura para o último dia, ou melhor, a última noite antes da entrega.

O resultado, como era de se esperar, não sai exatamente como a professora esperava, pois o aluno não só contou a história com suas próprias palavras, como aproveitou para incrementar alguns detalhes que, a seu ver, faziam toda a diferença.

“Ulisses e seu bando chegaram, então, à terra dos ciclopes, horríveis gigantes de um olho só. Após desembarcarem na praia, o que escolhem fazer? Descansar? Não. Banho de mar? Não. Frescobol? Não. Churrasco. Churrasco! Outro churrasco, professora Denise! Deve ser o vigésimo e ainda estamos no capítulo nove! Vou lhe dizer uma coisa: nunca vi povo tão farofeiro quanto esse. Dia sim, dia não, tem churrasco na praia!”

Dessa forma, com uma linguagem informal e desencanada, João dialoga com sua professora em um texto recheado de imaginação.

Gustavo Piqueira, autor e ilustrador deste livro lançado pela Editora Gaivota, trouxe ilustrações divertidas e bastante atuais para a história, misturando diferentes tempos, divertidas colagens e fantasias coloridas que refletem a mente do inteligente e muito malandro, João Vítor.  A leitura de Odisseia de Homero, segundo o adolescente é a aventura mais maluca dos personagens gregos que os leitores conhecerão.

Sobre o autor e ilustrador

Gustavo Piqueira é o designer gráfico mais premiado do Brasil e está à frente da Casa Rex, casa de design gráfico internacional, com sedes em São Paulo e Londres, onde lidera uma equipe de mais de 40 profissionais e desenvolve desde projetos de design estratégico para marcas globais de consumo até projetos experimentais.

Seu portfólio inclui doze livros sobre temas diversos e ilustração de livros infantis. Seus mais recentes projetos incluem a concepção e organização da coleção de filosofia clássica Ideias Vivas (WMF Martins Fontes), a tradução do irônico A História Verdadeira, escrito no século II por Luciano de Samósata (Ateliê Editorial), e o misto de imagens reais e ensaios fictícios Iconografia Paulistana (WMF Martins Fontes).