25 atividades na Bienal paulista

21/8/2014 – 21:13h

Amanhã, 22/8, começa a extensa jornada da 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, no Pavilhão de Exposições do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana), que vai terminar no dia 31.  A programação contempla 400 atrações, participação de 186 autores nacionais e 22 autores internacionais em 8 espaços culturais. O tema deste ano é “Diversão, Cultura e Interatividade: Tudo Junto e Misturado”. O desafio é ser um evento que realmente tem alma literária e não somente o interesse comercial.

Para vencer este desafio, a Bienal incrementou as atividades culturais de sua programação e dividiu a curadoria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL), responsável pelo evento, e o Sesc São Paulo. Com investimentos de R$ 34 milhões, a Bienal espera receber cerca de 100 mil visitantes por dia. O número de horas de atividades culturais, como palestras e debates com autores, passará de 1.250, da Bienal de 2012, para 1.500. Há a expectativa também de aumento da participação do público nessas atividades, que serão realizadas em oito espaços – de 1/3 dos visitantes em 2012 para 1/2 neste ano.

No caso da literatura infantil, os organizadores e Bia Reis, de O Estante da Letrinhas, selecionaram e comentam 25 atividades dentre tudo o que a Bienal programou para jovens e crianças. Publicamos abaixo para para auxiliar o visitante. Aliás, quem está fora de São Paulo, acredite, vale a pena a viagem para curtir a Bienal e a literatura. As sugestões também podem orientar o internauta, que pode participar do evento através do site www.bienaldolivrosp.com.br

Com mais de 40 livros publicados no Brasil e no exterior, Renato Moriconi já conquistou prêmios importantes. Vai comandar uma das atividades voltadas para a literatura infantojuvenil – Foto: Internet

TODOS OS DIAS

1. Floresta de Narrativas

Formado por árvores cenográficas com temas e funções diversas, o espaço proporciona ao público um momento de contemplação e leitura silenciosa. O bosque contém 21 árvores interativas: as árvores falantes, com fones de ouvido para escutar narrativas literárias; o aplicateiro, com tablets digitais e app-books; o olho mágico, por onde o público pode visualizar, numa tela, cenas de grandes obras cinematográficas relacionadas ao universo fantástico e literário; e as árvores de livros, contendo livros, gibis e outros materiais de leitura.

2. Incontáveis Linhas, Incontáveis Histórias

As paredes do Mirante recebem a exposição Incontáveis Linhas, Incontáveis Histórias, com um panorama da ilustração brasileira. Com curadoria da Fundação Biblioteca Nacional e Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), essa exposição foi especialmente preparada para a Feira do Livro Infantil e Juvenil de Bolonha, na Itália, em março deste ano, quando o Brasil foi o país homenageado.

EM ORDEM CRONOLÓGICA

3. Ilustração Brasileira

Dia 23, das 16h às 17h30

A ilustração brasileira vem conquistando cada vez mais prêmios internacionais. Esta mesa, que conta com a presença dos ilustradores Fernando Vilela, Roger Mello e Odilon Moraes, vai discutir o histórico e os momentos mais significativos desta profissão no Brasil, com o seu reconhecimento na última Feira do Livro de Bolonha, de 2014, na Itália. A mediação é do artista plástico Renato Moriconi. È preciso retirar ingresso gratuito 30 minutos antes do debate, na bilheteria do Salão de Ideias.

4. O Livro Ilustrado no Formato Digital

Dia 23, das 16h30 às 18h

Diego Moreno, da espanhola Nórdica Libro, falará sobre a publicação de livros ilustrados pode se beneficar do formato digital. É necessário retirar senha no Auditório da Escola do Livro, 30 minutos antes da palestra.

5. O Papel das Livrarias e Eventos Literários na Promoção da Leitura

Dia 23, das 20h às 21h30

Espaços de sociabilidade espontânea na vida cultural das cidades, as livrarias estão, cada vez mais, procurando abrigar eventos e situações propícias à valorização e difusão do livro. Para discutir sobre esse novo cenário, o crítico literário João Cezar de Castro Rocha conversa com os livreiros Alexandre Martins Fontes (Livraria Martins Fontes), Pedro Herz (Livraria Cultura), Samuel Seibel (Livraria da Vila) e com o francês Jean-Marie Ozanne, um dos fundadores do Salon du Livre Jeunesse de Montreuil, o maior evento de literatura infantojuvenil da França. Ozanne vem a convite do Consulado Geral da França. É necessário retirar ingresso 30 minutos antes do debate, na bilheteria do Salão de Ideias.

6. Ateliê Bolonha – Com Lúcia Hiratsuka

Dia 24 ago, das 12h às 13h

Com mais de 20 livros publicados para crianças, Lúcia Hiratsuka trabalha com técnicas delicadas, como o sumiê, umapintura em preto-e-branco originada em mosteiros budistas da China. Seus livros mais recentes são Na Janela do Trem, A Venda, Terra Costurada com Água e Orie. É necessário retirar senha, 30 minutos antes da atividade.

7. Autores Com a Palavra – Ricardo Azevedo

Dia 24, das 12h às 14h

Escritores consagrados contam histórias de construção de livros e conversam com o público. Ricardo Azevedo é escritor, ilustrador, compositor e pesquisador paulista. É autor de vários livros para crianças e jovens, como Se Eu Fosse Aquilo, O Sábio ao Contrário e Trezentos Parafusos a Menos.

8. Poesia Coletiva – Sarau da Cooperifa

Dia 24, das 18h às 20h

Espaço de intervenção poética, para compartilhar poemas e dialogar com outras formas de expressão. O Sarau da Cooperifa, organizado pelo poeta Sérgio Vaz, foi o pioneiro na disseminação da poesia na periferia de São Paulo, com declamações de poemas e outras manifestações artísticas. Ocorre às quartas-feiras, em Piraporinha.

9. Quem Faz Conta – Com Anna Claudia Ramos e Silvia Abolafio

Dia 25, das 13h às 14h

Autoras de vários livros para crianças, Anna Claudia Ramos e Silvia Abolafio trazem suas obras para o universo da Leitura 2.0, criando ambientes interativos e dinâmicos. Nesta contação, elas utilizam o tablet para mostrar as obras O Que Vinha no Vento e A Menina e o Golfinho e traçar uma combinação entre o impresso e o digital. É necessário retirar senha 30 minutos antes da atividade.

10. Ateliê Bolonha – Com André Neves

Dia 25, das 16h às 17h

Com traço leve e poético, André Neves é escritor e ilustrador. Em 2002, seu trabalho Sebastiana e Severina foi selecionado para a mostra XX Mostra Internazionale d’ Illustrazione per I’infanzia Stepan Zavrel, na Itália. É autor dos livros infantis Um Pé de Vento, Mestre Vitalino, A Seca e Lino, entre outros. É necessário retirar senha 30 minutos antes da atividade.

11. Ateliê Bolonha – Com Renato Moriconi

Dia 26, das 14h às 15h

Com mais de 40 livros publicados no Brasil e no exterior, Renato Moriconi já conquistou alguns prêmios importantes, como o de Melhor Livro-Imagem, em 2011, e de Melhor Livro Para a Criança, em 2012, pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil. É autor, entre outros, de Bárbaro, Bocejo e Caras Animalescas. É necessário retirar senha 30 minutos antes da atividade.

12. Quem Faz Conta – Com Pedro Bandeira

Dia 26 ago, das 15h às 16h

Com mais de 20 milhões de livros vendidos, Pedro Bandeira é um dos grandes autores da literatura infantojuvenil brasileira. Neste encontro, o criador de Os Karas e tantos outros personagens marcantes fala sobre sua trajetória e suas histórias. É necessário retirar senha 30 minutos antes da atividade.

13. Pioneirismo da Literatura Infantil Brasileira – Do Livro ao Tablet

Dia 26, das 18h às 19h30

Curadora do Prêmio Jabuti, a especialista em literatura infantil e em Monteiro Lobato, Marisa Lajolo conversa sobre o pioneirismo do livro infantil brasileiro, seja na versão impressa ou digital.

14. Quem Faz Conta – Com Daniel Munduruku

Dia 27, das 17h às 18h

Com mais de 40 livros sobre cultura dos povos indígenas, Daniel Munduruku é graduado em Filosofia e doutor em Educação. É um dos mais influentes escritores da atual literatura indígena brasileira, e autor, entre outros, de Coisas de Índio e O Sinal do Pajé. É necessário retirar senha 30 minutos antes da atividade.

15. Choque Eletrônico – A Interação Entre os Jovens e a Tecnologia

Dia 28, das 11h às 12h30

O escritor de literatura infantojuvenil Toni Brandão vai abordar de que forma a tecnologia pode parar de dar choque e, ao contrário, passar a interagir com a leitura e o jovem. Como é possível usá-la a favor da discussão de ideias e da reflexão. Ele apresenta projetos de êxito de transmídia e de livros eletrônicos.

16. Primeiras Leituras Para Todas as Idades

Dia 28, das 14h às 15h30

Três grandes nomes da literatura infantojuvenil brasileira, Ziraldo, Eva Funari e Pedro Bandeira, se encontram para conversar sobre o prazer da leitura e sobre a produção literária brasileira para este público. A conversa tem a mediação de João Luís Ceccantini, professor de literatura da Unesp de Assis e especialista na obra de Monteiro Lobato. É necessário retirar senha 30 minutos antes do debate, na bilheteria do Salão de Ideias.

17. Quem Faz Conta – Com Eva Furnari

Dia 28, das 17h às 18h

A criadora da bastante conhecida personagem Bruxinha, Eva Furnari tem mais de 60 livros publicados, como Truks e A Bruxa Zelda e os 80 Docinhos. Entre os diversos prêmios que recebeu estão o Prêmio Jabuti de Melhor Ilustração (três vezes) e o Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA) pelo conjunto da obra. É necessário retirar senha 30 minutos antes da atividade.

18. Ateliê Bolonha – Com Mary França e Eliardo França

Dia 29, das 14h às 15h

Criadores da coleção Gato e Rato, vencedora do Prêmio Ofélia Fontes em 1978, a dupla Mary e Eliardo França renovou a literatura infantil no país nos anos 1970. A vasta obra em parceria já foi traduzida diversas línguas, como o inglês, o coreano e o chinês. É necessário retirar senha 30 minutos antes da atividade.

19. Quem Faz Conta – Com Ilan Brenman

Dia 29, das 17h às 18h

Considerado um dos principais escritores de literatura infantil no Brasil, com mais de 60 livros publicados, Ilan Brenman fala sobre suas criações, como o premiado livro O Alvo. Colunista da revista Crescer, ele também estreou este ano o boletim Conversa de Pai, na Rádio CBN. É necessário retirar senha 30 minutos antes da atividade.

20. Autores com a Palavra – Heloísa Prieto

Dia 30, das 12h às 14h

Escritores consagrados contam histórias de construção de livros e conversam com o público. Fascinada pela literatura de Edgar Allan Poe, Maupassant e Balzac, Heloísa Prieto já publicou mais de 50 livros, entre eles Lenora, A Loira do Banheiro, Cidades dos Deitados e o recém-lançado Vó Coruja, em parceira com Daniel Munduruku.

21. #F5 Marcelo Maluf

Dia 30, das 14h às 16h

Momento de dar um F5, atualizar a página, e conhecer novos nomes da literatura brasileira que divulgam seu trabalho pela internet, em blog e vlogs, e também no formato tradicional do livro. Escritor e professor de criação literária, Marcelo Maluf escreveu as novelas infantojuvenis Jorge do Pântano que Fica Logo Ali e Meu Pai Sabe Voar, em parceria com Daniela Pinotti.

22. Releituras Estéticas nos Quadrinhos: Roteiro e Personagem em Transformação

Dia 30, das 14h às 15h30

Considerado já um clássico dos quadrinhos no Brasil, a Turma da Mônica continua conquistando novos leitores mirins, como também os adolescentes com a série Mônica Jovem. Para falar sobre a trajetória e as perspectivas das histórias da Turma, o seu criador Maurício de Souza conversa com os parceiros e jovens ilustradores Danilo Beyruth, Luiz Felipe Garrocho e Eduardo Damasceno, que criaram releituras desses personagens, com mediação de Sidney Gusman. É necessário retirar ingresso gratuito 30 minutos antes do debate, na bilheteria do Salão de Ideias.

23. Histórias para Grandes e Pequenos – A Bicharada dos Grimm

Dia 31, das 11h às 12h

Momento dedicado à contação de história, procurando despertar o encanto pela literatura por meio da palavra falada. Com trava-línguas, parlendas, adivinhas e canções, os arte-educadores Lili Flor e Paulo Pixu recontam os fantásticos contos de fadas e de bichos dos irmãos Grimm.

24. Quem Faz Conta – Com Flávia Savary

Dia 31, das 12h às 13h

Com mais de 80 prêmios nacionais e internacionais, a escritora e ilustradora Flávia Savary conta histórias sobre seus livros, como os mais recentes Vida, Aqui Vou Eu e Mangueira dos Sonhos. É necessário retirar senha 30 minutos antes da atividade.

25. Contos de Fadas e Bruxas

Dia 31, das 12h às 13h

A consagrada escritora e professora Regina Drummond falará aos visitantes da Bienal sobre a importâncias dos contos de fadas e bruxas na formação das crianças e jovens. É necessário retirar senha 30 minutos antes da atividade no Auditório da Escola do Livro.

Criadora da conhecida personagem Bruxinha, Eva Furnari tem mais de 60 livros publicados, como Truks e A Bruxa Zelda e os 80 Docinhos. Ela está presente na Bienal – Foto: Divulgação