“O Colecionador e o Cristal do Pensamento”

10/8/2014 – 22:34h

Lúdico e aventureiro, publicação infantojuvenil foca na preservação do patrimônio cultural.

Quem nunca desejou viajar no tempo para fazer parte de um momento histórico com o qual se identifica, acha interessante ou mágico? Pois é, o livro educativo “O Colecionador e o Cristal do Pensamento”, produção da Doc-Expõe (prestadora de serviços de museologia, exposições e documentação empresarial) oferece aos leitores a aventura vivida por um grupo de estudantes da mesma classe, que precisam produzir uma atividade extraclasse e acabam viajando no tempo e aprendendo a importância da preservação do patrimônio cultural como construtor e retrato da identidade de um povo.

Voltado para o público infantojuvenil, o livro “O Colecionador e o Cristal do Pensamento”, escrito pelo museólogo Marcelo Cunha e o escritor Alec Saramago, é uma obra lúdica que aborda conceitos relativos ao patrimônio e sua diversidade, além de mostrar que conhecê-lo pode ser divertido e interessante.

Inédito, no que diz respeito ao tema, o livro retrata a aventura de um grupo de amigos, alunos da mesma turma, recebe a missão de realizar uma entrevista com um colecionador como ponto de partida para uma atividade extraclasse. Eles só não imaginavam que este seria o início de uma grande e divertida aventura que os levaria para épocas e lugares inusitados. O que seria apenas um dever de casa transformou-se em uma jornada cheia de descobertas sobre o patrimônio e sua diversidade, levando-os a descobrirem aspectos de suas histórias pessoais.

Fantasia e realidade se misturam nesta história que revela aos leitores aspectos práticos e conceituais da preservação do patrimônio. No livro também são indicadas formas de preservá-lo e sua importância para o presente e futuro, como um elemento que permite o reconhecimento e fortalecimento da identidade.

A cada capítulo, novos personagens e questões vão surgindo, enriquecendo a investigação, apresentando novos desafios e metas a cumprir. Ao final, com a missão cumprida e o trabalho pronto, eles se dão conta de que aquele foi apenas o começo de uma missão voltada para a preservação do patrimônio, e que suas vidas tornaram-se mais ricas e interessantes após esta aventura.