Começa o mês das crianças

30/9/2014 – 19:51h

O setor infantojuvenil da Biblioteca Pública Luiz de Bessa, localizada na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte, começa o mês da criança com duas exposições. A primeira será inaugurada dia 3 e fica até o dia 31 de outubro no Hall das Coleções Especiais, no segundo andar do prédio. O nome desta exposição é “As mais belas histórias: memória infantil”. Tem muito adulto com saudades das histórias escritas pela educadora mineira Lúcia Casasanta e que, apesar do tempo, não foram esquecidas.

Além de “As mais belas histórias”, a exposição também vai mostrar outros livros infantis publicados do século 19 até meados do século 20. As crianças poderão conhecer edições preciosas das fábulas de La Fontaine, As reinações de Narizinho, A bonequinha, O livro de Lili e várias outras que “tocam nossas lembranças e nos fazem reviver a infância” _ é o argumento dos coordenadores. Esta exposição tem entrada franca e pode ser vista de segunda à sexta-feira, de 8:00h às 18:00 horas.

A outra exposição remete a outro tipo de lembranças: infâncias roubadas no Holocausto. O nome da exposição é “Tão somente crianças” e será apresentada ao público do dia 7 a 31 de outubro, na Galeria de Arte Paulo Campos Guimarães, no térreo, da Biblioteca Pública. Esta exposição também tem entrada franca, mas o horário de funcionamento é diferente: de segunda à sexta-feira, de 8:00 às 20:00 horas; sábados, de 8:00 às 16:00 horas e nos domingos de 12:00 às 16:00 horas.

Informações pelo telefone: (31) 3269-1166.

Rubem Alves é o homenageado da Bienal

29/9/2014 – 19:24h

Escritor e educador mineiro dará nome à biblioteca infanto-juvenil, que disponibilizará centenas de títulos para os visitantes.

A Bienal do Livro de Minas acaba de anunciar mais novidades sobre sua programação. Uma das principais atrações do maior evento literário do Estado, que acontecerá entre os dias 14 e 23 de novembro, no Expominas, em Belo Horizonte, será a homenagem ao escritor e educador mineiro Rubem Alves, falecido em julho deste ano. A principal ação será a criação da Biblioteca Infantojuvenil Rubem Alves, que disponibilizará centenas de títulos para leitura dos visitantes e contações de histórias de clássicos da literatura.

O espaço foi pensado com o objetivo de incentivar o hábito da leitura nas crianças e adolescentes que são, inclusive, tema de parte das obras do autor, consagrado junto ao público infantil por clássicos como “A boneca de pano”. Rubem Alves teve uma extensa carreira, foi traduzido para diversas línguas e publicou mais de 160 livros, além de crônicas e ensaios sobre filosofia e teologia.

A Bienal do Livro de Minas é realizada pela Fagga GL exhibitions, em parceria com a Câmara Mineira do Livro. A previsão é que cerca de 250 mil pessoas passem pela Bienal.

Fórum das Letrinhas abre inscrições para escolas

29/9/2014 – 18:59h

Instituições já podem cadastrar seus alunos para participar das atividades literárias, que serão realizadas de 25/10 a 1º/11, em Ouro Preto.

Estão abertas as inscrições para o Fórum das Letrinhas, programação infantojuvenil que integra o Fórum das Letras de Ouro Preto. Escolas públicas e privadas de todo o Estado podem inscrever seus alunos para participar do ciclo de atividades, que acontecerá entre os dias 25 de outubro e 1º de novembro, na cidade barroca mineira. Palestras com autores, lançamentos de livros, jogos literários, apresentações teatrais e oficinas de criação fazem parte da agenda.

Estudantes da Educação Infantil ao 9º ano do Ensino Fundamental podem participar das atrações, que são inteiramente gratuitas, e as escolas de Ouro Preto e região inscritas no projeto receberão ações já a partir de setembro. Os interessados devem entrar em contato pelo e-mail forumdasletras2014@gmail.com.

Estão confirmados para o encontro os autores infantis Soraia Vasconcelos (ABC da Criançada, Ed. Miguilim), Christine Azzi (Os vestidos de Frida) e João Cilli (As dúvidas de Roquito, Os sonhos de Roquito e As viagens de Roquito – Ed. Coruja). Os ilustradores Maurizio Manzo, Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho serão responsáveis pelas oficinas. As atrações acontecerão em espaços distintos, como a Tenda da Vale, Biblioteca Pública de Ouro Preto e Museu da Inconfidência. Mais detalhes estão disponíveis no site www.forumdasletras.ufop.br.

Para a coordenadora, Tereza Gabarra, o Fórum das Letrinhas deve ser visto como uma importante ferramenta pedagógica. “Nossa intenção é contribuir, de forma efetiva, com a difusão do conhecimento, valorizando e incentivando o hábito da leitura e o contato com o universo lúdico capaz de encantar crianças e adultos”, afirma.

O evento

O Fórum das Letras de Ouro Preto oferece também uma intensa programação voltada para os adultos. De 29 de outubro a 2 de novembro, serão realizados diversos debates, com o tema “Escritas em Transe”. Estarão presentes escritores como Kously Lamko, Mohsen Emadi, Care Santos e Patrick Straumann. Entre os brasileiros, estão confirmados Paulo Markun, Ricardo Kotscho e Zuenir Ventura.

O evento inclui também o Ciclo Jornalismo e Literatura, direcionado para estudantes, profissionais e outros interessados na área. Audálio Dantas (Presidente da Comissão Nacional da Verdade dos Jornalistas), Daniela Arbex (Tribuna de Minas), Eliane Brum (El País), Luiza Villaméa (Revista Brasileiros), Mário Magalhães (colunista UOL) e Natália Viana (Agência Pública) são alguns dos convidados.

Vamos desenhar histórias?

26/9/2014 – 19:33h

A Aletria já está no ritmo do Dia das Crianças e quer incentivá-las não apenas a ler ou ouvir histórias mas também a criá-las. Por isso, a editora está promovendo um concurso, no período de 1 a 31 de outubro, para a meninada soltar a imaginação através da arte de desenhar.

O tema do concurso é “Ler é uma viagem”. A criança que participar deve fazer um desenho sobre este tema e enviá-lo para o e-mail aletria@aletria.com.br, com o nome e idade, nome completo e CPF do responsável e endereço completo com CEP.

Segundo o regulamento, o concurso é válido apenas para crianças de 3 a 10 anos de idade. A cada sexta-feira do mês de outubro, a equipe da Aletria vai anunciar os ganhadores de um Kit que a editora preparou para presentear os vencedores.

“O Segredo do Vô Vicente”

25/9/2014 – 19:24h

No próximo dia 4/10 será lançado o livro “O Segredo do Vô Vicente”, de autoria de Marismar Borém, de 9:00h às 12:00h, na Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa.

Segundo a autora, este é o primeiro livro da série “As Aventuras de Pedrinho”, um menino que aprende com seu avô, o Sr. Vicente, um homem do campo, sujeito simples, uma boa pessoa. Para seu neto, ele é um sábio, guarda muitos segredos que aprendeu com a natureza. Pedro gosta muito de saber sobre as coisas da vida, então nessa gostosa convivência, entre vô e neto,  ele tem grandes oportunidades para fazer novas descobertas. Uma história que se passa em um sítio, numa cidadezinha, lá no interior de Minas Gerais.

O livro conta com  belas ilustrações do artista Ricardo Tokumoto.  “Aqui, neste mundo das letras, podemos reviver a infância de um modo diferente, portanto venha conhecer As Aventuras de Pedrinho!”, convida Marismar.

Os finalistas do Prêmio Jabuti

24/9/2014 – 22:07h

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) divulgou a apuração da primeira fase do 56º Prêmio Jabuti. O blog publica abaixo os 10 finalistas nas categorias Ilustração Infantil ou Juvenil, Infantil e Juvenil, mas o leitor encontra o resultado completo no site www.premiojabuti.org.br. Nesta primeira fase, foram classificados os finalistas de cada uma das 27 categorias integrantes do Prêmio. A lista foi validada pelo Conselho Curador e pela Auditoria Parker & Randall. O júri, formado por especialistas de cada categoria, foi indicado pelo Conselho Curador do Prêmio, composto pelos seguintes membros: Marisa Lajolo, Antonio Carlos Sartini, Frederico Barbosa, Luis Carlos Menezes e Márcia Ligia Guidin.

A segunda fase, que irá acontecer em 16/10, avaliará e atribuirá notas a todas as obras finalistas da primeira fase. As três obras que receberem a maior pontuação dos jurados, nesta fase, serão consideradas vencedoras em sua categoria, em primeiro, segundo e terceiro lugares.

A cerimônia de entrega do Jabuti está de casa nova em 2014. Depois de oito anos sendo realizada na Sala São Paulo, o Prêmio Jabuti chegará as mãos dos vencedores no Auditório Ibirapuera, no dia 18 de novembro.  Neste dia, também serão revelados vencedores do Livro do Ano – Ficção e Livro do Ano – não Ficção. Os laureados em todas as categorias que compõem o prêmio receberão o troféu Jabuti e o valor de R$ 3,5 mil. Os vencedores do Livro do Ano – Ficção e Livro do Ano – não Ficção serão contemplados, individualmente, com o prêmio de R$ 35 mil, além da estatueta dourada.

Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil


Título: Bárbaro – Ilustrador(a): Renato Moriconi – Editora: Companhia Das Letras

Título: Naninquá,  a moça bonita – Ilustrador(a): Ciça Fittipaldi – Editora: Editora Dcl

Título: Conselho – Ilustrador(a): Odilon Moraes – Editora: Gráfica Editora Stamppa/ Escrita Fina Ediçõe/ Tinta Negra Bazar Editorial

Título: As Queixadas e outros contos guaranis – Ilustrador(a): Fernando Vilela – Editora: Editora FTD

Título: Histórias de bichos – Ilustrador(a): Lélis – Editora: Edições SM

Título: Três coisas que eu gosto – Ilustrador(a): Daniel Bueno – Editora: Edições SM

Título: Esopo – Fábulas Comletas – Ilustrador(a): Eduardo Berlinger – Editora: Cosac & Naify Edições

Título: Abecedário (poético) de frutas – Ilustrador(a): Claudia Simões – Editora: Editora Rovelle

Título: Pequenas Guerreiras – Ilustrador(a): Taisa Borges – Editora: Editora FTD

Título: A vida é um trem – Ilustrador(a): Alexandre Camanho – Editora: Sesi (Foto)

Título: Os invisíveis – Ilustrador(a): Renato Moriconi – Editora: Casa da Palavra

Título: O Amigo de Darwin: um jovem desenhista em Galápagos – Ilustrador(a): Mauricio Negro – Editora: Editora Melhoramentos

Infantil


Título: Da Guerra dos Mares e das Areias: fábula sobre as marés – Autor: Pedro Veludo – Editora: Editora Quatro Cantos

Título: Breve história de um pequeno amor – Autor: Marina Colasanti – Editora: Editora FTD

Título: A perigosa vida dos passarinhos pequenos – Autor: Míriam Leitão – Editora: Editora Rocco  (Foto)

Título: Poemas que escolhi para crianças – Autor: Ruth Rocha – Editora: Editora Moderna

Título: Um caramelo amarelo camarada – Autor: Dilan Camargo – Editora: Edelbra

Título: Sete Patinhos na Lagoa – Autor: Caio Riter – Editora: Editora Biruta

Título: O saci Epaminondas – Autor: Alan Oliveira – Editora: Editora Gaivota

Título: Amarílis – Autor: Eva Furnari – Editora: Editora Moderna

Título: Bárbaro – Autor: Renato Moriconi – Editora: Companhia Das Letras

Título: Máquinas do tempo – Autor: Romont Willy – Editora: Callis Editora

Título: A gaiola – Autor: Adriana Falcão – Editora: Editora Moderna

Título: Menina de papel – Autor: Julián Fuks – Editora: Editora Iluminuras

Juvenil

Título: Fragosas Brenhas do Mataréu – Autor: Ricardo Azevedo – Editora: Ática Editora

Título: Enquanto o dia não chega – Autor: Ana Maria Machado – Editora: Editora Objetiva

Título: As gêmeas da família – Autor: Stella Maris Rezende – Editora: Editora Globo

Título: Uma escuridão bonita – Autor: Ondjaki – Editora: Pallas Editora

Título: As cores da escravidão – Autor: Ieda de Oliveira – Editora: Editora FTD

Título: A história do vai e volta – Autor: Tiago de Melo Andrade – Editora: Editora Melhoramentos

Título: O escandaloso Teatro das Virtudes – Autor: Marco Túlio Costa – Editora: Editora Saraiva

Título: Aos trancos e relâmpagos – Autor: Vilma Arêas – Editora: Editora Iluminuras

Título: Alguém tem que ficar no gol – Autor: Jorge Fernando dos Santos – Editora: Edições SM  (Foto)

Título: Emílio ou quando se nasce com um vulcão ao lado – Autor: Hugo Monteiro Ferreira – Editora: Gráfica Editora Stamppa/ Escrita Fina Edições/ Tinta Negra Bazar Editorial

Título: Labirinto no escuro – Autor: Luis Dill – Editora: Editora Positivo

“Irerê da Silva”

23/9/2014 – 19:11h

Quem é Irerê da Silva? Ou melhor: o que é irerê? E por que Silva, um dos sobrenomes mais populares no Brasil?

A história de “Irerê da Silva”, 62 páginas, responde a todas estas perguntas. O livro foi lançado no início deste mês pela Editora Terceiro Nome e já está nas livrarias pronto para saciar a curiosidade de desvendar o intrigante personagem Irerê da Silva.

A produção da obra é belíssima. Página a página, um primor. Pura arte, que encanta a leitura. Além das muitas descobertas que encontrarão na história, as crianças ainda vão poder explorar ao máximo as criações em preto e branco da dupla Flávia Mielnik e Laura Gorski.

A dupla de escritores Silvia Zatz e Michel Gorski criou um jeito muito especial de explicar como é a vida dos irerês, uma espécie de pato de asas negras, bico e pés escuros e que parecem usar um lenço preto em volta da cabeça branca. Como todos os marrecos e patos selvagens, logo que aprendem a voar, os irerês sonham em conhecer o mundo. Quando chega o inverno, eles partem em revoada à procura de calor, comida e aventuras.

O livro conta a história de uma dessas aves migratórias, que sai com seu bando do Rio Grande do Sul e, depois de passar por lugares “tão lindos que dá vontade de ficar”… “em outros nem tanto: nenhuma árvore, muito barulho, rios cheios de lixo, fábricas soltando sujeira e carros gerando poluição” encontra um local cheio de bichos, com lagos para nadar e comida farta.

Se irerê é um pato, por que carrega um sobrenome de gente? Para provar sua identidade comum. “Sou um sujeito simples. Um cara comum. Normal, ordinário, corriqueiro até. Não tenho crista real e nem rabo de pavão. Não tenho bico de tucano e nem garras de gavião. Não sou grande feito avestruz e nem vôo rápido como um falcão. Meu nome é Irerê. Meu sobrenome é da Silva”.

Irerê da Silva, portanto, é o personagem que será apresentado em sua essência: como nasce, onde vive, seus voos e aventuras, o que canta em suas jornadas pelos céus, o que encontra pelo caminho, a vida num zoológico, seus amigos _ gambá, urso de óculos, lagartixa pintada e o condor _ e o amor por uma irireia, a mais linda que já conheceu e por isso se apaixonou.

Na hora de ir embora, o irerê descobre que sua amada está de asas cortadas e não podem partir juntos. Surge, então, o dilema: acompanhar o bando ou ficar no zoológico com sua amada? Afinal, para continuar a história será preciso nascer novos irerês e irireias.

A produção

O livro ainda traz textos informativos sobre o Parque Zoológico de São Paulo, dados científicos e curiosidades sobre essa espécie de ave migratória e dos demais animais com os quais convive.

A autora Sílvia Zatz é paulistana de 1969. Já foi cineasta e designer de jogos, profissões nas quais a criação e o lúdico estiveram sempre presentes. Publicou seu primeiro livro, O clube dos contrários, em 1999, e desde então não parou mais. Pouco a pouco a literatura foi se tornando sua principal atividade. É autora de mais de dez livros infantis e infantojuvenis, vários deles recomendados pela FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil). Entre os seus títulos estão Planeta corpo, O porquê dos por quês e Por um triz, que deu início à sua parceria com Michel Gorski.

O outro autor, Michel Gorski, é paulistano de 1952. Arquiteto, designer e escritor, trabalha com arquitetura do entretenimento e é co-editor do site www.arquiteturismo.com.br. Desenvolveu o passeio “Rondando pela Avenida São João”, do guia Dez roteiros a pé em São Paulo. Escreveu o livro infantil A menina da placa (ilustrado por Fernando Vilela) e o livro infantojuvenil Por um triz, em parceria com Sílvia Zatz.

Laura Gorski, ilustradora, é paulistana de 1982. Artista plástica e educadora participou de diversas exposições nacionais e internacionais. Seus trabalhos integram as coleções do Ministério das Relações Exteriores do Brasil (Itamaraty), do Banco Santander e do Centro Cultural Dannemann (São Felix, Bahia). Participou das residências artísticas ZKU em Berlim, Alemanha (2013) e Fundação Bienal de Cerveira (2012), em Vila Nova de Cerveira, Portugal. Suas ilustrações para o livro A noiva do condutor (Terceiro Nome), opereta de Noel Rosa, renderam-lhe o prêmio Jabuti em 2011 (2º lugar).

Flavia Mielnik é paulistana de 1982 e também é artista plástica e ilustradora. Participou de diversas exposições nacionais e internacionais e seus trabalhos integram as coleções do Instituto de la Juventud Injuve (Espanha), do Acervo SESC de Arte Brasileira e do Museu de Arte de Ribeirão Preto. Desenvolveu projetos especiais de intervenções site Specific entre os quais se destacam “Alagamento” (13º Salão de Arte de Itajaí), “Ocupação *Ruínas+” (SESC Araraquara, 2013) e “Sobre labirintos, o silêncio e o que está para ser construído” (Semana de Arte de Londrina, 2014). Ilustra semanalmente a coluna Ombudsman da Folha de S. Paulo.

As feras do Ilustracon

22/9/2014 – 19:28h

O Brasil possui um grande número de desenhistas, ilustradores, cartunistas conceituados e premiados pelo talento, criatividade e beleza das obras. Um time de primeira qualidade, que vai estar acessível no 1° Congresso Online de Ilustração e Desenho, Ilustracon, que está começando hoje.

O congresso é gratuito, mas o participante precisa se inscrever no site http://www.ilustracon.com.br/, preencher um cadastro para poder acessar palestras.

A proposta do Ilustracon é apresentar a você, que está comprometido com sua carreira, a experiência de alguns dos maiores profissionais brasileiros de vários mercados da ilustração aqui e no exterior.

Eles irão apresentar um pouco dos bastidores de cada mercado para que você tenha uma referência sólida de onde poderá aplicar seu talento, como aprimorá-lo e o ajude construir a própria carreira de forma consistente e sustentável.

O Ilustracon fica no ar até o dia 28 de setembro.

Histórias para você contar

19/9/2014 – 13:26h

As crianças respiram histórias. Gostam tanto, tanto, que não podem viver sem elas.

Mas na hora de proporcionar esta alegria para a meninada, muitos adultos ficam repetitivos e acabam se limitando às poucas histórias de seu repertório _ aquelas que ouviram na infância e ficaram na memória.

Histórias bonitas não faltam, felizmente. Que tal, então, se preparar para este momento tão importante entre as crianças e familiares? Enriquecer a contação de histórias e tornar este momento mais solene e mágico?

Site Vai pra rua menino selecionou clássicos de literatura infantil e com um detalhe: todos genuinamente brasileiros. Segue a relação para o leitor selecionar entre eles os que podem atraí-lo até à livraria para a compra de livros ou mesmo para internet para aquisição de e-books ou ainda download autorizado.

Reinações de Narizinho – Monteiro Lobato

A bolsa amarela – Lygia Bojunga

Chapeuzinho Amarelo – Chico Buarque

A Operação do Tio Onofre- Tatiana Belinky

Bisa Bia Bisa Bel – Ana Maria Machado

A Arca de Noé – Vinícius de Moraes

Lúcia Já vou indo – Maria Heloísa Penteado

O Gênio do Crime _ João Carlos Marinho

Xisto no Espaço – Lúcia Machado de Almeida

Marcelo, Marmelo, Martelo – Ruth Rocha

A Bruxinha Atrapalhada – Eva Furnari

Uni Duni Tê – Angela Lago

O Fantástico Mistério da Feiurinha – Pedro Bandeira

Pluft, o Fantasminha – Maria Clara Machado

A Fada Que Tinha Ideias – Fernanda Lopes de Ameida

A Vida íntima de Laura – Clarice Lispector

Ou Isto ou Aquilo – Cecília Meireles

O Vovô Fugiu de Casa – Sérgio Caparrelli

Tonzeca, O Calhambeque – Camilla Cerqueira Cesar

A Vaca Proibida – Edy Lima

O Menino Mágico – Rachel de Queiroz

Uma ideia toda azul – Marina Colasanti

A Vaca Mimosa e a Mosca Zenilda – Sylvia Orthof

O Menino Maluquinho – Ziraldo

Poemas Para Brincar – José Paulo Paes

O Menino Mágico – Rachel de Queiroz

Uma ideia toda azul – Marina Colasanti

Brasil é homenageado na Suécia

17/9/2014 – 19:04h

O Brasil é o país homenageado na edição de 2014 da Feira Internacional do Livro de Gotemburgo que será realizada, na semana que vem, de 25 a 29 de setembro.

A feira é reconhecida mundialmente como o maior evento literário e de negócios para os profissionais do livro na Escandinávia. Anualmente, reúne expositores de aproximadamente 50 países.

Quem desejar participar, deve procurar a Câmara Brasileira do Livro.