O significado do autógrafo

24/5/2015 – 21:02h

No momento em que o leitor entrega o livro para o autor e lhe pede o autógrafo é carregado de emoções e, por isso, indescritível.

Mas não para a escritora Stella Maris Rezende (foto) que, em rede social, publicou como se sente nesta situação:

“Autografar é apreensivo e belo
É tenso e festivo
Quem é esse leitor que me espera?
O que lê no que escrevi?
Essa é uma das mágicas da literatura”.

Ela conseguiu encontrar as palavras e sabiamente descreveu o que eu, até então, achava ser indescritível. Aliás, Stella tem uma maneira elegante e um estilo especial de escrever e postar suas mensagens. E não podia ser diferente com ela, já que tudo que escreve deixa sua marca de grande escritora.

Stella é mineira de Dores do Indaiá. Mestre em Literatura Brasileira pela Universidade de Brasília e tem dezenas de livros publicados. Vou citar os mais recentes e detentores dos melhores prêmios literários do Brasil como sugestão para o leitor, especialmente os jovens:

“A poesia da primeira vez”, selecionado para o Catálogo da Feira do Livro de Bolonha 2015, Selo Altamente Recomendável Para Crianças/FNLIJ, com ilustrações de Laurent Cardon, Globo Livros.

“Missão Moleskine”, selecionado para o Catálogo da Feira do Livro de Bolonha 2015, Selo Altamente Recomendável Para Jovens/FNLIJ, com ilustrações de Adilson Farias, Globo Livros.

“As gêmeas da família”, selecionado para o Catálogo da Feira do Livro de Bolonha 2014, Melhor Livro Infantojuvenil de 2013/APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte), com ilustrações de Weberson Santiago, Globo Livros.

“A menina Luzia”, selecionado para o Catálogo da Feira do Livro de Bolonha 2013, com ilustrações de Rosinha, DCL.

“A sobrinha do poeta”, Prêmio Bolsa Para Autores com Obra em Fase de Conclusão/Fundação Biblioteca Nacional, Selo Altamente Recomendável Para Jovens/FNLIJ, com ilustrações de Soud, Globo Livros.

“A guardiã dos segredos de família”, Prêmio Jabuti Melhor Livro Juvenil de 2012 – 2º Lugar, Prêmio Barco a Vapor 2010/Fundação SM, Selo Altamente Recomendável Para Jovens/FNLIJ, com ilustrações de Leguy, Edições SM.

“A mocinha do Mercado Central”, Prêmio Jabuti 2012 O Livro de Ficção do Ano, Prêmio Jabuti Melhor Livro Juvenil de 2012 – 1º Lugar, selecionado para a Revista Machado de Assis/Biblioteca Nacional/2013, selecionado para o Catálogo da Feira de Bolonha 2012, com ilustrações de Laurent Cardon, Globo Livros.

“A filha da vendedora de crisântemos”, selecionado para o PNBE/Programa Nacional Biblioteca na Escola/FNDE/MEC 2011, com ilustrações de Andréia Resende, Editora Paulus.