Dicas para ler ebooks

17/7/2015 – 18:34h

Os adultos sabem que as crianças dão um show de habilidades no uso de eletrônicos, mas não custa aos pais auxiliarem nesta interação. No caso de ebooks, o blogueiro David Rothman, do site TeleRead, listou algumas dicas para os leitores de ebooks tirarem o melhor da experiência da leitura.


Confira seis sugestões com foco no conforto:

Escolha o “ereader” certo, pois eles são como aparelhos auditivos ou óculos de grau: o que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra. Antes de comprar, preste atenção a detalhes como a resolução da tela.

Se o brilho da tela é muito intenso, experimente ler com texto branco e fundo preto.

Outra alternativa é usar fontes de traço mais grosso, além de reduzir o brilho da tela – o que ainda economiza bateria. (Aparelhos Kindle não têm o recurso de passar o texto para negrito. Escrevam para a Amazon: jeff@amazon.com)

Aprenda a usar os comandos para mudar margens, comprimento de linha, espaçamento entre linhas e outras variáveis. Experimente! Vale a pena.

Procure por ebooks com formato redimensionável, como ePub, para que consiga mudar o tamanho da letra sem que as linhas quebrem no lugar errado. PDF, um dos formatos mais populares, é um desastre mesmo com alguns softwares que atenuam os problemas.

Parece óbvio, mas vá lá: vá ao oftalmologista e certifique-se de que seus óculos ou suas lentes correspondem às necessidades dos seus olhos!

Outra notícia sobre ebooks

Leonardo Neto, fundador e editor do PublishNews publicou: Prêmio Jabuti dispensa ISBN e ficha catalográfica de eBooks infantis. A matéria dele diz o seguinte:

A 57ª edição do Prêmio Jabuti, a mais tradicional láurea literária do País, incluiu – em caráter experimental, pela primeira vez em sua história, uma categoria para avaliar e premiar o livro digital. O anúncio foi feito no início de junho. A novidade agora é que a curadoria do prêmio fez uma alteração no regulamento para permitir a inscrição de livros sem ISBN e ficha catalográfica na categoria Livro Infantil Digital. Para justificar a alteração no seu regulamento, o conselho curador considerou o “expressivo número de considerações e consultas recebidas pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) [entidade responsável pelo prêmio] relativas a dificuldades encontradas para inclusão de ficha catalográfica e ISBN em livros infantis digitais”. Lembrando sempre que o prazo para inscrições termina no dia 31 de julho. Para mais informações e inscrições, acesso o site do Prêmio Jabuti.