Referência em literatura

"Gosto de contar histórias, de um modo que encante e seduza o leitor, e isso compõe o que há de mais verdadeiro em mim"

11/7/2015 – 11:54h

“Nasci ali juntinho da Serra da Saudade
Minas Gerais, Dores do Indaiá
Meu nome, Stella Maris
Eu sou estrela-do-mar”.

Assim, a escritora Stella Maris Rezende fala de si e do seu nome. É estrela do mar. Na literatura, digo, é estrela maior. Seu nome brilha e ilumina textos impecáveis, que assina, contando histórias que não cansamos de ler. Sua obra é extensa, mas alguns títulos ficam na nossa memória com mais intensidade: “As gêmeas da família”, “A sobrinha do poeta”, “A mocinha do mercado central”, “A guardiã dos segredos da família”, “O espelho da alma”.

Stella Maris Rezende escreve desde sempre, pois nasceu com um talento que a vem impulsionando para a literatura. Mas não se descuidou de esculpir seu dom: é mestre em Literatura Brasileira pela Universidade de Brasília e ainda desenhista, cantora e atriz. Viveu parte da infância em Belo Horizonte, mudou-se para Brasília em 1962 e desde 2007 reside no Rio de Janeiro. Atualmente, além de escrever, Stella Maris ministra a oficina “Letras Mágicas, que incentiva a leitura e a escrita entre crianças, jovens e adultos.

A escritora tem um público cativo, os jovens. Sua obra vem recebendo os mais respeitados prêmios literários do Brasil, o que a torna uma referência em literatura no país. Sua agenda é bem disputada. Stella Maris é convidada e presente nos mais variados eventos literários realizados no Brasil a fora, o que permite que seus leitores, especialmente os jovens, se aproximem dela e de sua obra.

O Blog Conta uma História pediu à Stella Maris uma entrevista para falar de sua experiência no contato com o jovem leitor. Ao clicar à direita do blog, na categoria Entrevista você vai ler esta exclusiva que tem um algo a mais: um caminho para os jovens se dedicarem mais à literatura. Além de ler, também devem escrever.