A Bienal do Livro neste fim de semana

A Bela e a Fera: encontro das crianças com personagens – Foto: Divulgação

21/4/2016 – 21:28h

Evento vai até domingo, 24 de abril, no Expominas, em BH; bate-papo com autores, lançamento de livros, sessões de autógrafos e promoções, brincadeiras, encontro com personagens de histórias infantis e competições são algumas das atrações para o público. Destacamos, aqui, a programação infantil.

Na sexta, 22 de abril, os portões do Expominas abrem às 9h e as atividades infantis terão início às 10h com o cortejo Apanhador de Desperdícios. Às 11h30, a Trupe Gaia segue com a atividade “É folclore sim senhor”. Às 11h, terá exibição do filme “Detetives do prédio azul” no Cineminha e performances diversas.

No sábado, 23, as atividades iniciam às 10h45 com contação de histórias comandada pela Trupe de Gaia. Às 11h, com o filme Detetives do prédio azul, e às 11h30 tem Cantigas de quintal. Das 13h30 às 16h30 acontecem várias sessões do Sarau Liter… Uau!. Das 14h30 às 17h, o cortejo Apanhador de Desperdícios percorre o pavilhão do Expominas com peraltagens e poesia. A programação infantil do sábado se encerra às 15h30 com Bichos de Todo Jeito.

No domingo, 24, a Bienal se despede da garotada com uma intensa programação que se estende ao longo do dia. Às 10h, o espetáculo Folclore sim senhor resgata histórias do imaginário popular e com muito mistério e humor envolve os personagens em aventuras que estimulam a criatividade e encantamento dos pequenos fazendo uma ponte entre o mundo real e a fantasia. Às 11h30, o grupo Sem Pé Nem Cabeça traz os personagens Pitaco e Mocotó que entram no universo da imaginação e fazem as crianças mergulharem no mundo dos livros e dos sonhos.

Às 14h, o Sarau liter… UAU! trará uma disputa acirrada e lúdica entre os participantes. Às 15h30, o Cortejo Apanhador de Desperdícios volta com suas peraltagens e poesias ao imaginário infantil. Às 16h30, o grupo Cantarolando Despropósitos apresenta duas atrações: O menino que carregava água na peneira e A menina avoada, do poeta Manoel de Barros. A programação se encerra às 18h com Cantigas de Quintal, com música, teatro e poesia, com a proposta de mostrar o rico repertório da cultura popular tradicional do Brasil.