Acesso mais fácil aos dados das editoras

Sistema permitirá a gestão de dados da produção literária. Editoras cadastrarão seus títulos, que poderão ser acessados por qualquer interessado.

Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro, apresentou ao ministro da Cultura a plataforma Books in Print Brasil, que oferece todas as informações das editoras e obras para qualquer pessoa (Foto: Guto Martins)

Luís Antonio Torelli, presidente da Câmara Brasileira do Livro, apresentou ao ministro da Cultura a plataforma Books in Print Brasil, que oferece todas as informações das editoras e obras para qualquer pessoa (Foto: Guto Martins)

O ministro da Cultura, Marcelo Calero, recebeu, o presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL), Luís Antonio Torelli. O representante apresentou inovações do setor, como uma plataforma de gestão de metadados sobre a produção literária, a ferramenta Books in Print Brasil. Torelli ainda aproveitou a ocasião para convidar o ministro a prestigiar a abertura oficial da 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que ocorre em agosto deste ano.

A Books in Print Brasil é uma parceria entre a CBL e a empresa alemã MVB, subsidiária da Associação de Editores e Livreiros Alemães. Por meio da ferramenta, editoras cadastrarão seus títulos, que poderão ser acessados por qualquer interessado. Cada livro poderá ter diversas informações, como autor, capa, sinopse, entrevista com o autor, ficha catalográfica e ISBN, entre outras.

“Hoje, cada editora tem seu próprio sistema de metadados, os quais não conversam entre si. Ou seja, não há um único local onde esteja disponível toda a produção literária brasileira”, afirma Torelli. “Com o Books in Print Brasil, o público poderá, inclusive, saber qual livraria tem o livro que se deseja comprar. E também será muito importante para a internacionalização da literatura brasileira, já que os editores internacionais têm dificuldade em encontrar informação sobre o que é produzido no País”.

A versão beta da ferramenta, voltada a editores e livreiros, será lançada durante a Bienal Internacional do Livro de São Paulo. A versão final, aberta ao público, está prevista para entrar em operação em janeiro de 2017. Neste ano, a Bienal paulista será realizada de 26 de agosto a 4 de setembro, no Pavilhão do Anhembi. Reúne as principais editoras, livrarias e editoras do País, que apresentam seus lançamentos às cerca de 700 mil pessoas que circulam pelo evento. Além da feira de livros, a Bienal conta, ainda, com ampla programação cultural, que mescla literatura, gastronomia, cultura e negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *