Meu mestre, meu livro

32-feira-do-livro-brasilia-470x330

A 32ª Feira do Livro de Brasília (http://feiradolivrobrasilia.com.br/) acontece de hoje, dia 16, até 24 de julho, no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, das 9h às 21h. Esta edição adota como tema “Meu mestre, meu livro”. Voltada para alunos e professores, a programação destaca figuras da cultura local e atrações para múltiplas faixas de público especialmente os jovens. Além de nomes expressivos da literatura, como Frei Betto, Vicente Viladarga, André Vianco, Frederico Barbosa, Jô Oliveira, e Felipe Fortuna ainda participam dos debates os blogueiros Juliana Cirqueira, Raphaella Barros e criadores de quadrinhos e mangás.

Segundo o Correio Brasiliense, a preocupação com o público jovem é um fator recorrente para essa edição da Feira do Livro de Brasília. A Otaloukos, evento anual organizado por um grupo de jovens da Ceilândia, é especialmente conhecida entre os amantes da cultura pop japonesa, principalmente os mangás e animes. Eles estarão na Feira dia 23 de julho, às 14h, para falar daquilo que gostam mais: quadrinhos e mangás. Nestablo Ramos, apresentador do programa Enerdizando, falará sobre a produção de quadrinhos no Brasil e sobre Star wars.

Nestablo garante que viu grande pertinência no tema da Feira deste ano, Meu mestre, meu livro (ou, no caso, meu quadrinho). “Nosso país não é famoso pela quantidade de leitores, então qualquer oportunidade de incentivar isso, principalmente na garotada, temos que aproveitar para tentar suprir essa carência.”
lobo 3

O autor do livro “O lobo milionário e os três porquinhos” é um dos convidados da edição deste ano da Feira do Livro de Brasília. Pai de dois meninos, Eduardo Coelho ministrará uma palestra gratuita no domingo, dia 17 de julho, às 15 horas, no espaço das oficinas. Durante 50 minutos, o escritor dará dicas sobre mesada, consumismo na infância e educação financeira. Com o título “O papel dos pais e professores no sucesso financeiro das crianças”, a palestra será seguida de uma sessão de autógrafos do livro, que faz uma releitura do clássico do O Lobo mau e os três porquinhos.

O destaque da obra ilustrada por Valdério Costa é a inversão do foco nas personagens. Nesta versão da história o destaque fica com o Lobo e os porquinhos aparecem como coadjuvantes. O papai Lobão é um artesão que, querendo ajudar o filho a aprender a lidar com dinheiro, constrói um porquinho de palha, onde ele guarda as “lascas reais” que ganha periodicamente. O Lobinho, versão criança da família dos lobos, começa então a exercitar a independência financeira e se depara com a primeira frustração: deseja uma bicicleta que custa bem mais “lascas” que conseguiu guardar no porquinho de palha. Resultado: o segundo cofrinho, de madeira, aparece na história. Mamãe Loba ensina o filho a dividir a “mesada” para juntar e comprar depois de um tempo, o que deseja.

Com esse primeiro exercício, Lobinho aprende a importância de ser paciente, de fazer boas escolhas e de ter o foco em objetivos específicos ao longo do tempo. O diferencial é que estas lições, essenciais para uma boa educação financeira, aparecem no livro de forma muito sutil e com linguagem leve e didática. Já no final do conto, entra em cena, um novo personagem: Senhor Coelho. Inspirado no autor do livro, o personagem entra no mundo dos lobos para ensinar como poupou ao longo da vida para o período em que não mais poderia trabalhar. Dessa forma surgem, no enredo, os conceitos de sistema bancário, juros e poupança. Nesse ponto aparece também o porquinho de concreto, último objeto a ser presenteado ao lobinho para que ele aprenda a diferença entre gastar, poupar e investir.

O autor Eduardo Coelho e o ilustrador Valdério Costa

O ilustrador Valdério Costa e o autor Eduardo Coelho

O objetivo do livro é ir além da leitura e proporcionar, às famílias e às escolas, discussões sobre mesadas, sonhos em conjunto, realização de projetos. Para isso, a obra tem sido apresentada a instituições de ensino em todo o Distrito Federal, como opção de conteúdo a ser trabalhado de forma interdisciplinar, em sala de aula. Um encarte com sugestões de atividades também foi elaborado pelo autor do livro para essa finalidade.

O autor Eduardo Coelho é brasiliense, ex-bancário, servidor público, pai de dois filhos e educador financeiro. Pós-graduado em Gestão Financeira pela ESAD-MBA . Apaixonado pelo tema, realiza palestras e cursos desde 2012. O ilustrador, Valdério Costa, é xilogravurista, professor de artes em duas escolas de Brasília e autor de dois outros livros sobre a cultura nordestina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *