“Portinari para crianças”

TSP Editorial lança coleção em homenagem ao pintor modernista nascido em São Paulo.

bloco-2

Já disseram que a arte é uma mentira que nos permite conhecer a verdade. Se a arte for a obra de Portinari (1903-1962), um dos maiores pintores do Brasil e do mundo, que verdades e valores não revelaria? Pensando na intertextualidade entre arte e educação, a TSP Editorial, depois de 3 anos e meio de pesquisas e revisões, lança a coleção paradidática “Portinari Para Crianças”. Inspirada na obra do pintor paulista, a coleção é composta por 7 livros de leitura (que abrangem do ensino infantil ao fundamental, do 1º ao 5º ano), 6 livros do professor, 125 pranchas com telas do artista e 1 DVD com 125 imagens para imprimir de todas as obras que ilustram os livros.

A coleção teve o apoio de João Candido Portinari, filho único do pintor e diretor-presidente do Projeto Portinari, no Rio de Janeiro, e supervisão da arte-educadora e coordenadora do Núcleo de Arte-Educação e Inclusão Social do Projeto Portinari, Suely Avellar. Ela é coautora dos livros do professor. Os textos são das escritoras Maria Lucia Lima, Fátima Miguez e Lucia Fidalgo e o projeto gráfico, da designer Julia Lima. Direcionada aos estudantes e professores das redes pública e privada, a coleção “Portinari Para Crianças” custa R$ 69 por aluno. Cada livro é destinado a um ano letivo.

A partir de telas e gravuras de Portinari, foram criados poemas e textos em forma de narrativas, que dialogam com as imagens por ele criadas. Portinari foi um dos pioneiros, no Brasil, a retratar o negro e o índio. Dedicou-se a retratar os trabalhadores e figuras populares em suas diversas atividades (o lavrador de café, a lavadeira, o seringueiro, o garimpeiro, o músico, o jangadeiro, o operário, o estivador, o cangaceiro, a baiana). Eles aparecem em diferentes contextos, na sua cidade natal, na favela, como migrantes ou retirantes. Portinari é considerado o principal pintor modernista a tratar questões de identidade e etnia e, por consequência, das raízes do Brasil.

livro-aluno1Mais do que linhas e cores, a obra de Portinari revela valores fundamentais para crianças e jovens em formação. A coleção propõe uma conexão entre as telas e temas do Brasil, do mundo e de formação de crianças e jovens nessa faixa etária, dos 4 a 10 anos. Os títulos se dividem em: Educação Infantil – “Os Meninas” e “As Meninas”; 1º ano – “Jogos e Brincadeiras”, 2º ano – “Brasil Festeiro”, 3º ano – “Festa na Floresta Brasileira”, 4º ano – “Riquezas do Brasil” e 5º ano – “História do Brasil em Traços e Cores”, cada qual prestando uma homenagem ao pintor e chamando a atenção para fatos e experiências educacionais. “A proposta é o ensino da arte de maneira muito agradável e intuitiva, com o uso de diversas outras disciplinas, como História, Economia, Sociologia, Antropologia e Biologia. A infância é um tema fundamental na obra de Portinari. Nosso trabalho foi apenas o de explorar as potencialidades desse tema e apontar caminhos de aprendizado para pais, professores e alunos”, explica Luiz Fabricio Argentieri, sócio-fundador da TSP Editorial e idealizador da coleção.

foto_02-219x300Na coleção de nível infantil, dirigida a crianças de 4 a 6 anos, frases poéticas, escritas por Maria Lúcia Lima, falam de ações, preferências e comportamentos de meninos e meninas, conduzindo os pequenos leitores ao acervo da obra de Portinari. Os temas remetem à infância do artista em Brodowski, sua cidade natal, no interior do Estado de São Paulo. A tela “Meninos Brincando”, de 1958, ilustra a capa do livro, que conta a vida do menino Candinho. Crianças engajadas em brincadeiras de cor e forma e em retratos de cenas do interior. Obras como “Plantando Bananeira” (1956), “Menino com Pipa” (1954), “Menino com Passarinho e Arapuca” (1959), “Menina das Trancinhas” (1958), “Denise com Pássaro” (1960), “Menina com Cabrito” (1954), “Grupo de Meninas” (1940), “As Moças de Arcozelo” (1940) são reproduzidas nos livros e servem de inspiração para pais e professores instigarem os pequenos leitores. Lá estão retratos sobre a relação das crianças com os animais, com os amigos, com a vida, brincando no quintal, entre estrelas e balões, e entre frutas tropicais, como goiabeira, mangueira e bananeira.

Tropical e popular, Portinari é um dos mais importantes artistas brasileiros do século 20. A colona, a baiana, a mulata, a índia, o cangaceiro, o mestiço, o intelectual, todos são retratados em suas obras. A História do Brasil aparece em traços e cores na coleção “Portinari Para Crianças”. Uma forma divertida e lúdica de aprendizado. Obra que merece ser revisitada, revista e, agora, também vista em DVD, com novas tintas e cores. Preço: R$ 59 por livro – Vendas on-line: www.totalsp.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *