Inscrições abertas para o Conaler 2016

Um convite para o leitor, para quem é professor, bibliotecário, gestor de projetos e programas, responsável por políticas de educação e cultura, editor, livreiro, dirigente de ONGs etc: está na hora de inscrever na primeira edição do Congresso Nacional de Leitura (Conaler). O evento foi preparado para quem acredita que os livros são considerados a maior invenção da humanidade no último milênio e que nada, até hoje, foi capaz de superá-lo enquanto instrumento para fazer civilização evoluir até aqui.

conaler_logo

Para pessoas como você, que acreditam no poder de transformação dos livros na vida das pessoas, e nos lugares em que elas vivem, é que está sendo organizado o Conaler 2016, 1º Congresso Nacional de Leitura, exclusivamente #viaweb! Será na Semana Nacional de Leitura, 11 a 16/10/2016, e com duas vantagens: 100% online (o que significa mais comodidade para você assistir e participar, de qualquer computador ou celular conectado à internet) e 100% gratuito.

As inscrições estão abertas e, quem deseja participar, deve clicar neste  link www.conaler.org.br  As vagas são limitadas. Mesmo sendo pela web, as inscrições só serão aceitas até o limite suportado pelo sistema.

Os grandes especialistas nacionais e estrangeiros vão conversar diretamente com você sobre tudo o que sempre quis saber sobre leitura literária e por que os livros, afinal, causam tamanho impacto e transformam pessoas mais do que qualquer outra coisa na vida. O Conaler 2016 não vai só discutir e repensar os rumos e caminhos da leitura no Brasil – algo, por sinal, que é uma grande exigência do momento atual.

A novidade, com relação aos que acontecem no mundo físico, é que as conferências e palestras, com convidados de vários países, serão transmitidas ao vivo ou gravadas, de dentro das casas ou escritórios de trabalho dos convidados, do Brasil, Argentina, França, Alemanha e EUA.

Entre os convidados estrangeiros estão nomes como o francês Roger Chartier, considerado um dos maiores especialistas do tema no mundo, e Marifé Garcia, presidente da Feira do Livro de Frankfurt, a maior e mais importante do mercado editorial internacional. Entre os brasileiros, figuram nomes como o do filósofo Mário Sérgio Cortella, os escritores Ignácio de Loyola Brandão e Frei Betto, o sociólogo Danilo Miranda (Sesc-SP), a ex-ministra Cláudia Costin e dirigentes das entidades do livro, entre outros.

Os casos de professores, bibliotecários, gestores e voluntários que criaram bem sucedidos projetos que ajudaram a ampliar, nos últimos anos, os índices de leitura no Brasil serão destaques na programação, que contará, ainda, com uma novidade inspirada em muitos eventos presenciais: saraus culturais diários no encerramento da noite.

“Nosso grande desafio é mobilizar e atingir pessoas que trabalham com livros e práticas de leitura nas grandes e pequenas cidades dos mais diferentes e distantes lugares do Brasil, que jamais tiveram ou terão a oportunidade de assistir e ouvir, cara a cara, os mais renomados especialistas em suas áreas de interesse no Brasil e no mundo”, afirma o presidente da Fundação Observatório do Livro e da Leitura, Galeno Amorim, curador da programação. “Será um evento inédito na área, por suas peculiaridades, que, certamente, fará história”, diz ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *