“Trilha Cultural”

Projeto “Aprendendo com Arte”, da Fundação Volkswagen, lança jogo gratuito sobre patrimônio artístico-cultural nacional.

O jogo “Trilha Cultural” propõe que tanto estudantes quanto professores façam conexões entre elementos do cotidiano, descobrindo toda diversidade dos patrimônios nacionais.

Disponível para download gratuito nos sistemas Android e IOS, o jogo apresenta 50 patrimônios culturais elencados em conjunto com o Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

 trilhacultural2

O projeto “Aprendendo com Arte” forma educadores para que multipliquem os conhecimentos sobre as artes de forma prática e interativa. Que tal fazer uma viagem pelos patrimônios artístico-culturais do Brasil, combinando diferentes elementos e conhecendo a diversa produção cultural do País?

Essa é a proposta do game “Trilha Cultural”, lançado pela Fundação Volkswagen em parceria com a Virgo Game Studios e o Instituto Arte na Escola. Disponível para download gratuito nos sistemas Android e IOS, o jogo apresenta 50 patrimônios culturais, elencados em conjunto com o Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

O lançamento oficial do game “Trilha Cultural”, realizado na Biblioteca Mário de Andrade, prédio histórico e de extrema relevância para a cena cultural da cidade de São Paulo, contou com a participação da diretora da Fundação Volkswagen, Keli Smaniotti; do diretor de Articulação e Fomento do Iphan, Marcelo Brito; da coordenadora do Instituto Arte na Escola, Roseli Alves; e do CEO da Virgo Game Studios, Mario Lapin.

screen480x480

O jogador deve combinar selos, compostos por elementos como tempo, água, ar, terra, ferro e pessoas para formar novas combinações e, assim, chegar aos cartões postais que apresentam patrimônios culturais e contam um pouco da história do País por meio de suas descrições. Para saber mais informações sobre o jogo, clique aqui.

“O ‘Trilha Cultural’ propõe uma dinâmica interativa e divertida no ensino das artes, utilizando a linguagem dos games. Além disso, a ferramenta apresenta uma série de possibilidades de uso em sala de aula, promovendo discussões sobre o tema. Por meio do jogo, por exemplo, os participantes podem observar que além de bens materiais, como projetos arquitetônicos, os bens imateriais, como a gastronomia e rituais, também podem ser considerados patrimônios culturais”, diz o superintendente da Fundação Volkswagen e diretor de Assuntos Jurídicos da Volkswagen do Brasil, Dr. Eduardo Barros.

screen520x924

 

O game faz parte do projeto “Aprendendo com Arte”, realizado pela Fundação Volkswagen em parceria com o Instituto Arte na Escola, que forma educadores para que multipliquem os conhecimentos sobre as artes de forma prática e interativa. Realizado desde 2015, o projeto tem beneficiado mais de 800 educadores em cidades como Diadema (SP), Carapicuíba (SP), Aracaju (SE) e Cariacica (ES), com expectativa de multiplicar conhecimentos para mais de 24 mil alunos.

O projeto

O projeto “Aprendendo com Arte” oferece aos educadores profundo conhecimento sobre artes visuais, incluindo temas como história das artes visuais, artes brasileiras, artes híbridas, fotografia, vídeo, desenho, pintura, arquitetura, escultura, artes digitais, patrimônio cultural, intervenção urbana, entre outros. Durante a formação, os educadores mapeiam o patrimônio cultural local, inclusive com visitas mediadas em espaços como museus; participam de oficinas teóricas e práticas, debates, seminários e palestras. As aulas também ensinam como interpretar as artes. Ao final da formação, os educadores promovem uma exposição em local público.

O “Aprendendo com Arte” conta com duas versões: a semipresencial e a totalmente a distância, sendo que ambas foram lançadas em 2015. A versão semipresencial formou, no ano passado, um total de 119 educadores nas cidades de Aracaju (SE) e Cariacica (ES), beneficiando 3.570 alunos.

A versão totalmente a distância, cujas aulas são ministradas na Plataforma do Letramento (www.plataformadoletramento.org.br), formou no ano passado 198 educadores, beneficiando 5.940 alunos. Neste ano, 520 educadores, de todos os Estados brasileiros, já estão participando da formação totalmente a distância, com expectativa de que multipliquem esses conhecimentos para 15.600 estudantes. Com carga horária total de 150 horas, a versão 100% on-line conta com apoio de tutores que acompanham e auxiliam os participantes no ambiente virtual.

“A versão totalmente on-line do ‘Aprendendo com Arte’ permite que a formação atravesse fronteiras, chegando a um número cada vez maior de educadores. Neste ano, essa versão a distância conta com participantes de todos os Estados do Brasil. Dessa forma, a Fundação Volkswagen está cumprindo um de seus objetivos, que é levar educação e cultura ao maior número possível de pessoas, contribuindo com o desenvolvimento social”, completou a diretora da Fundação Volkswagen, Keli Smaniotti.

header

Entre os materiais didáticos de apoio do projeto estão livros e itens multimídia. O kit inclui ainda o “Caderno Arte + Educação”, produzido por especialistas em integrar arte e educação, que aborda temáticas a serem trabalhadas em sala de aula.

A Fundação Volkswagen oferece dez projetos, sendo sete Educacionais e três de Desenvolvimento Social. Apenas por meio de seus projetos educacionais, a instituição já beneficiou nos últimos 12 anos, até 2015, 1.437.884 alunos em todo Brasil e ofereceu formação continuada a 18.800 educadores da rede pública de 441 cidades brasileiras. Os projetos de Desenvolvimento Social, por sua vez, já beneficiaram 34.642 pessoas.

Em seu histórico de atuação, a Fundação Volkswagen já atendeu 19 Estados brasileiros, nos pilares Educação e Desenvolvimento Social; são eles: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe.

Os projetos educacionais oferecidos pela Fundação Volkswagen são “Aceleração da Aprendizagem”; “Aprendendo com Arte”; “Brincar”; “Entre na Roda”; “Jogo da Vida em Trânsito (JVT)”; “Plataforma do Letramento” e “Pró-Educar Brasil”. Os três de Desenvolvimento Social são “Costurando o Futuro”, “Volkswagen na Comunidade” e “Instituto Baccarelli”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *