Mais uma biblioteca para Belo Horizonte

Desde o início deste mês o espaço da Fundação Torino, no Belvedere, está aberto à população da cidade. São mais de 19 mil obras em italiano, português, inglês, francês e espanhol.

biblioteca-dante-alighieriA comunidade de Belo Horizonte e região conta com mais uma biblioteca: a Dante Alighieri. Pertencente à Fundação Torino Escola Internacional, a biblioteca oferece seus serviços para o grande público e de forma gratuita. O acervo – composto por obras em italiano, português, inglês, francês e espanhol – está disponível à comunidade para empréstimos e consultas no próprio espaço, instalado na Escola, no bairro Belvedere. Essa iniciativa é uma parceria da Fundação Torino Escola – Internacional com a Casa Fiat de Cultura, que doou várias obras para o acervo e ainda manterá em suas dependências, na Praça da Liberdade, um totem para consulta e reservas dos títulos disponíveis.  Ambas as instituições acreditam que a biblioteca não pode ser um grande armazém de livros, e, sim, um polo de conhecimento compartilhado. Partindo dessa premissa é que a parceria entre a Fundação Torino Escola Internacional e a Casa Fiat de Cultura busca aproximar o grande público dos serviços da biblioteca.

A Dante Alighieri foi pensada para não ser apenas capaz de abrigar os livros, mas de propiciar rituais agradáveis de leitura, além de promover o gosto pelas histórias e ampliar o repertório de seus usuários. Através de seu acervo – composto por obras em italiano, português, inglês, francês e espanhol, além de uma obra rara, de 1927, de Os Sertões de Euclydes da Cunha, a biblioteca busca estabelecer o necessário diálogo entre tradição e modernidade. No espaço são oferecidas salas de estudos individual e coletivo e as obras são organizadas utilizando código de cores proporcionando melhor visualização e fácil localização.

dante_alighieri_-_bibliotecaClássicos de escritores de fama mundial, como Dostoiévski, William Shakespeare e Jorge Amado estão disponíveis em mais de um idioma na Biblioteca. O acervo conta ainda com exemplares de catálogos de 18 exposições realizadas na Casa Fiat de Cultura. Rodin, Chagall, Guignard, Caravaggio são alguns dos artistas que têm seus trabalhos registrados nestes catálogos.

Como fazer o empréstimo de livros

 Os interessados em fazer empréstimos precisam apresentar documentos pessoais e comprovante de endereço. A partir do cadastro, a pessoa tem direito a três publicações emprestadas por um período de sete dias. As normas para empréstimos e outros serviços estão no Regulamento da Biblioteca e podem ser acessadas pelo site: www.fundacaotorino.com.br

A biblioteca funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h45, Rua Jornalista Djalma Andrade, 1300 – Belvedere. Entre em contato por meio do e-mail: biblioteca@fundacaotorino.com.br ou pelo telefone: 3289-4237.

Outros espaços

Segundo o portal Uai, Belo Horizonte conta com 23 bibliotecas públicas. É a segunda cidade brasileira com mais equipamentos públicos dessa natureza. São Paulo tem 132. Há 15 unidades em centros culturais da capital mineira e em três regionais da prefeitura, além da Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte (na antiga Fafich, no Bairro Santo Antônio) e a unidade que funciona no Centro de Referência da Moda (na esquina de Avenida Augusto de Lima com Rua da Bahia, no Centro). Aos domingos, funciona um Ponto de Leitura no Parque Municipal.

A Fundação Municipal de Cultura calcula que anualmente os equipamentos ligados à prefeitura atendem 160 mil pessoas, emprestam cerca de 40 mil livros e promovem cerca de 800 atividades, entre oficinas, rodas e clubes de leitura e palestras de escritores. O acervo conta com 160 mil volumes.

Em BH, o cidadão conta com bibliotecas no Espaço Cento e Quatro, Museu de Arte da Pampulha, Museu Histórico Abílio Barreto, Arquivo da Cidade de Belo Horizonte, Associação Brasileira dos Judeus Descendentes da Inquisição, Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha), Sesc MG e a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, além de unidades ligadas às universidades UFMG, Izabela Hendrix, Newton Paiva, Fead, UNA, UFMG, Fumec, Uemg, PUC Minas, UniBH e Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia.

Dados importantes

97% dos 5,4 mil municípios brasileiros têm biblioteca pública

61% dos usuários no Sudeste procuram bibliotecas para pesquisas escolares

835 dos 853 municípios mineiros contam com biblioteca pública, de acordo com o IBGE

2,12 bibliotecas por 100 mil habitantes na Região Sudeste

4,14 bibliotecas por 100 mil habitantes em MG, o terceiro estado no ranking nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *