“Nico: o gato que tinha medo de altura”

15032316_1390139017665729_7542512554862769014_n

 

 

Essa história foi escrita por uma criança, Francisco Godoy, na foto, quando ele tinha 8 anos de idade, e ilustrada pela mãe dele, Janaína Caldeira. A Agência Experimental Prototypos a transformou num belo livro, lançado pela Editora Crivinho, que temos o prazer de recomendar.

 

 

 

 

14 600x500

História com a alma de criança. São os olhos de um garoto que captaram Nico e sua sensibilidade artística o transformou em personagem para divertir outras crianças. Um belo exemplo.

O gato do autor Francisco Godoy não tem medo de água, mas tem medo de altura. Diferente dos demais, Nico faz coisas que outros gatos nem sonham em fazer.

Mas não consegue subir em telhados, nem em árvores e muito menos ambicionar o Céu. Por isso, admirava os outros gatos, as aves, as pipas. Nico só subia nas costas de sua mãe-gata.

05 600x500

Por que o gato tinha tanto medo de altura?

Será que esse medo acaba até o final da história? Como?

Interessante, é Nico não ter medo de água e ser um valente nadador. Isso combina com gato? Mas combina com trampolim. E trampolim combina com altura.

10 600x500

O autor conseguiu colocar o gato numa boa aventura e ajudá-lo a ser um gato sem medo de nada. Nem mais da altura.

São 41 lindas páginas para falar de Nico. Parabéns, Francisco, eu adorei sua história. Tomara que motive outras crianças para escreverem também. Parabéns, mamãe Janaína pelas ricas ilustrações e o incentivo para o filho escritor. Parabéns para a Agência Experimental Prototypos e a Editora Crivinho, que fizeram tudo isso acontecer.

Capa - Resvisada - 6-10.indd

“Abecedário de aromas”

Poesia com tempero e sabores. Um grande passeio poético e colorido pelo mundo da alimentação saudável. É o que propõe o livro “Abecedário de aromas – Cozinhando com tempero e poesia”, que ainda sugere às crianças, e também aos adultos, o consumo de alimentos naturais em troca dos industrializados.

hqdefault

Decepcionado com a falta de cantinas com alimentos naturais nas escolas, o escritor César Obeid usou o alfabeto para produzir poesias com os nomes de ervas, sementes e especiarias e chegou a um livro que leva conhecimento e incentiva a alimentação saudável. O livro ainda vem com receitas e dicas de temperos naturais para as refeições, além de chás da “medicina caseira” para combater doenças.

“Viajo pelo Brasil inteiro visitando escolas, quase choro ao ver a falta de opção das cantinas escolares, em escolas públicas e particulares, e são raras as que servem suco de fruta de verdade”, afirma Obeid. “Lembro que sucos de caixinha, às vezes, têm mais química do que um refrigerante”, acrescenta.

Lançamento da Editora do Brasil, o livro de 64 páginas, que recebe ilustrações coloridas e cativantes de Joãocaré, traz poesias com alimentos de A a Z. O título propõe a inclusão de diversos tipos de temperos para fazer com que a refeição se torne mais divertida e saudável, com novos aromas e sabores que serão descobertos e apreciados.

“Claro que isso só será possível com envolvimento da família e de um projeto de leitura feito a partir do livro. Não dá para exigir que a criança coma uma salada de agrião com manjericão se ela está muito acostumada com alimentos processados”, comenta Obeid. “Por isso, os pais têm que entrar em cena e abraçar a causa, e a escola também, realizando projetos de alimentação saudável dentro e fora da sala de aula”, afirma.

2376

Para escrever o livro, Obeid conta que usou de sua experiência pessoal, de consumir com a família apenas alimentos naturais, saudáveis e nutritivos, plantados por eles mesmos. “Um livro fundamental para ter em toda cozinha para pais e filhos aprenderem a cozinhar comidas naturais, juntos, com amor e diversão”, finaliza.

César Obeid nasceu na capital paulista no ano de 1974. Aos 21 anos de idade, começou a estudar dramaturgia e ficou encantado com o jeito de contar histórias por meio de ações e diálogos. Escreveu peças, algumas delas foram encenadas. Tornou-se contador de histórias, educador e escritor de livros infantojuvenis. Alguns de seus livros foram premiados pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ. Autor de inúmeros cordéis para todas as faixas etárias, César ministra cursos de cordel para educadores e para o público em geral.

ZooMoo Play

ZooMoo Characters

Os animais são disparados os personagens preferidos pelas crianças. Quando eles estão presentes, os livros se tornam muito atraentes. Por isso, em qualquer plataforma _ livro em papel, gadgets do tipo tablets ou celulares _ internet, games ou mesmo na TV _ as histórias com animais são bem-vindas, pois sempre servem de futura inspiração para a redação ou leitura da meninada.

ZooMoo Play

O canal infantil multiplataforma ZooMoo, disponível nas operadoras Sky e NeoTV; nas independentes e na web, acaba de lançar o ZooMoo Play, sua plataforma de vídeos online, que permite assistir ao melhor de sua programação em smartphones e tablets.

Com o ZooMoo Play, o canal infantil irá ampliar o alcance de seus conteúdos educativos sobre natureza e animais para crianças de 2 a 6 anos. O download do aplicativo é gratuito assim como seu conteúdo. “É importante oferecermos a degustação do ZooMoo em várias plataformas sem perder nosso foco em um conteúdo de qualidade e sem publicidade infantil dirigida”, afirma Larissa Erberhardt Prado, diretora executiva do ZooMoo no Brasil.

O canal passa a oferecer parte de sua programação de vídeos e séries educativas que contribuem para incentivar crianças em idade pré-escolar a cultivarem o amor pelos animais e o respeito pelo meio ambiente, a qualquer hora e em qualquer lugar. “Com o ZooMoo Play, damos novas opções de conteúdos educativos e de entretenimento de alto valor, com rapidez e sem custo, para que crianças brasileiras possam aproveitar a variedade e qualidade do entretenimento que nos diferencia”, diz Julio Sobral, diretor de operações do ZooMoo.

750x750bb

O interesse em animais

Estudos dos sonhos de crianças com menos de 6 anos revelam que mais de 80% deles são sobre animais, revelaram as pesquisas de Dan Acuff, PhD em Educação e um dos principais especialistas mundiais em produtos e programas relacionados à infância.

Já segundo o biologista e pesquisador americano, Edward O. Wilson, ganhador de dois prêmios Pulitzer (On Human Nature e The Ants), na primeira infância, as experiências das crianças dão forma aos valores, atitudes e são a orientação básica para o mundo que elas vão viver. “Se as crianças não desenvolvem um sentimento de respeito e cuidado do meio ambiente, logo nos primeiros anos de vida, correm o risco de nunca desenvolverem tais atitudes.”

O ZooMoo, lançado no Brasil em 2013, já conta com app de games sobre natureza e animais, com conteúdo educacional, atividades lúdicas e pequenos vídeos de bichos do mundo todo. Com mais de 300 mil downloads, esse app ainda libera conteúdo exclusivo quando sincronizado com a programação da TV e funciona mesmo sem a conexão com internet. Também gratuito, ele permite explorar 8 habitats na Ilha ZooMoo.

Com interface simples e divertida, nele as crianças aprendem sobre os animais comuns, raros e quais espécies estão ameaçadas de extinção, colecionam mais de 100 animais, identificam a comida de cada um e alimentam seus bichinhos, podem assistir pequenos vídeos desse bichos na vida real e ouvir os sons que os animais fazem. E há um recurso super importante, o app permite aos pais o controle de tempo de uso pelas crianças e o acompanhamento do aprendizado de seus filhos.

Para Larissa Erberhardt Prado, a TV vai continuar sendo uma das principais formas de distribuição de conteúdos originais e internacionais do ZooMoo, mas o consumo de TV pela internet já é uma realidade relevante e não pode ser ignorada. “Nosso público é a geração alpha, nascidos depois de 2010. Eles já nascem conectados e queremos fazer parte do seu crescimento e de sua educação.”

unnamed

Sobre o ZooMoo

Lançado em setembro de 2013, o ZooMoo é um canal multiplaforma, disponível na TV paga, plataformas web e aplicativos para smartphones e tablets. Dirigido a crianças em idade pré-escolar, tem conteúdo que combina imagens de vida selvagem, séries de bonecos e animações que criam uma experiência única de entretenimento e aprendizagem.

O canal conta com conteúdo das melhores produtoras mundiais de filmes de natureza e também produção nacional. É classificado pela ANCINE como canal infantil qualificado, CaBEQ (Canal Brasileiro de Espaço Qualificado) e está disponível no canal 52 da SKY, nas operações da NEO TV e nas plataformas digitais Playkids, TIM Kids Brincar e Looke.

ZooMoo Characters

“Úrsula e o urso polar”

No seu terceiro livro infantil, o escritor paulista radicado em Belo Horizonte, Henrique Vale, faz de uma cena corriqueira (uma menina e um picolé encontrado no parque público), a inspiração para esta obra ilustrada pela recifense Hallina Beltrão e lançada pela editora Cepe também de Recife.

FullSizeRender-7

Para quem conhece os outros dois livros de Henrique Vale (“Capitão Barbante” e “Vamos apostar corrida?”), como é o meu caso, sabe que o escritor gosta de criar aventuras e com muita habilidade conduzir seus personagens para vivê-las intensamente até a conclusão da história.

Não é diferente com “Úrsula e o urso polar”, que ele lança através da Cepe, editora de Pernambuco. De uma simples embalagem de picolé, na cor azul, esquecida perto da casa da menina Úrsula, após o capotamento de um suposto carrinho de sorvetes, é o convite para um mergulho em um universo intrigante construído pelo autor.

Para quem acha que o picolé vai tomar conta desta aventura, aviso: está enganado.

 “A embalagem azul cheia de palavras miúdas tinha forma de um picolé, era gelada como um picolé e um palito de madeira saía da base como em um picolé. Mas seu interior reservava surpresas que iam além de um simples picolé.”

Filha de um biólogo que trabalhava numa expedição no polo norte catalogando espécies, pareceria até natural que a pequena Úrsula também tivesse muito amor pelos animais e quisesse conviver com eles se não fosse pelo jeito que o escritor encontrou de colocá-los na vida da menina.

O picolé, de verdade, o que era então?

“Úrsula almoçava na mesa da cozinha enquanto a mãe estendia a roupa no varal. De repente, o motor da geladeira adormeceu e deu para ouvir um barulho como de plástico bolha sendo estourado dentro da geladeira. Ela afastou o prato e colou o ouvido na porta da geladeira: “Minha sobremesa está me chamando”, o pensamento veio inesperado e a surpreendeu… Um grunhido tirou Úrsula de seus pensamentos”.

A menina abre o freezer e “à sua frente, um improvável urso polar de apenas sete centímetros puxava uma das sardinhas congeladas que sua mãe comprara… Atrás dele, o papel rasgado que embrulhava o (suposto) picolé… “Como você foi parar aí, ursinho”? _ sussurrou.

Começa a aventura. O urso batizado de Fofinho vai viver no quarto da menina, refugiado da mãe dela, juntamente com outras espécies: Cascuda, a tartaruga; Dentuço, o coelho; Peluda, a tarântula; Miau, o gato, e até a chinchila do amigo João.

O ursinho, no entanto, disparou a crescer e, ao atingir 52 centímetros, exigiu de Úrsula uma séria providência? O que acontecerá, agora, com o urso polar? Será que aparecerá outro animal no quarto da menina?

ursula_e_o_urso_polar_72dpi

O livro tem 34 páginas de pura aventura de Úrsula e desse picolé de urso.

A artista Hallina Beltrão comenta sobre o processo de criação das ilustrações do livro. No caso de livros infantis, como as ilustrações não terminam nas capas e perpassam todo o livro, a dedicação é quase intermitente. “Eu normalmente, antes de começar o processo de criação, leio o livro umas três ou quatro vezes e também durante, mas eu preciso mergulhar ainda mais quando são feitas para as crianças”, afirma a ilustradora.

Voltado ao público infantojuvenil, com idade entre 10 e 12 anos, “Úrsula e o urso polar”  é o segundo livro com ilustrações de Hallina Beltrão para a editora Cepe. O livro custa R$ 20,00 e pode ser comprado no site da editora https://www.cepe.com.br/lojacepe/index.php/livros/ursulaeoursopolar.html

Salão do Livro Infantil e Juvenil de Minas Gerais

No período de 15 a 20 de agosto, a Câmara Mineira do Livro vai realizar o 3° Salão do Livro Infantil e Juvenil de Minas Gerais, que terá a curadoria do escritor e jornalista Leo Cunha. O Salão vai acontecer no Parque Municipal “Américo René Giannetti”. A venda de estandes já começou.

salinju_283x750px-e1491940421112

Depois de um hiato de quatro anos, o maior evento literário dedicado ao segmento infantil e juvenil volta a acontecer em Belo Horizonte, do dia 15 ao dia 20 de agosto, no Parque Municipal Américo Renné Giannetti.

Segundo informações da Câmara Mineira do Livro, o evento conta com o apoio das Secretarias de Estado da Cultura e da Educação e da Prefeitura de Belo Horizonte, que vão garantir a importante visitação escolar e a distribuição de vales-livros para os alunos e professores.

A programação foi elaborada pelo autor Léo Cunha e consta de lançamentos, palestras, mesas-redondas, palco de histórias e outras atrações com convidados locais e do restante do Brasil.

Informações para a compra de estandes: (31) 3241-2177 de 9:00 às 18:00 horas ou pelo e-mail comunicacao@camaramineiradolivro.com.br.

Festival Literário Pop

Você já se perguntou por que não existe um festival literário voltado especialmente para os leitores jovens? O pessoal da Editora Seguinte (selo da Companhia das Letras dedicado à literatura para jovens) estava sentindo falta e aí resolveu criar um evento do gênero, que vai acontecer em São Paulo nos dias 8 e 9 de julho.

19105599_1031757443624566_4313167978174992676_n

O Flipop (Festival Literário Pop) será um final de semana inteiro dedicado à literatura YA e seus leitores. A Seguinte informa que Alwyn Hamilton (trilogia A Rebelde do Deserto) e Benjamin Alire Saénz (“Aristóteles e Dante descobrem os segredos do universo”, “A lógica inexplicável da minha vida”) estarão no Flipop.

A editora também confirma com a presença de vários autores nacionais, entre eles: Babi Dewet, Bárbara Morais, Chris Salles, Eduardo Cilto, Eric Novello, Frini Georgakopoulos, Iris Figueiredo, Jim Anotsu, Larissa Siriani, Luiza Trigo, Mayra Sigwalt (Turista Literário), Pâm Gonçalves, Socorro Acioli e Vitor Martins.

Já pensou passar dois dias inteiros na presença de todas essas pessoas lindas, além de conseguir fotos e autógrafos? Mas segura a emoção, porque tem mais: no sábado à noite teremos um baile de A Seleção! Traga sua coroa e venha dançar. A Seguinte garante o espetáculo.

Os ingressos, que dão direito a participar dos dois dias do evento e das sessões de autógrafos, já estão disponíveis no link https://pixelticket.com.br/eventos/1478/1a-flipop-festival-de-literatura-pop
O custo é de 50 reais, seja meia-entrada de estudante ou meia-entrada social (basta levar um livro para doação no dia do evento).

th 1
A programação

Sábado – 8 de julho
10h – Abertura (Equipe Seguinte)
10h45 – Mesa 1: O poder da internet (Chris Salles, Eduardo Cilto e Pâm Gonçalves)
12h15 – Mesa 2: Clichês: os que amamos e os que precisam parar (Iris Figueiredo e Vitor Martins)
13h45 – Mesa 3: Construindo um mundo real: diversidade na ficção (Bárbara Morais, Eric Novello e Jim Anotsu)
15h15 – Mesa 4: A Rebelde do Deserto (Alwyn Hamilton)
16h45 às 18h45 – Sessão de autógrafos, atividades e sorteios
18h às 21h30 – Baile de A Seleção

Domingo, 9 de julho
10h – Mesa 5: Dicas de escrita (Socorro Acioli e Equipe Seguinte)
11h30 – Mesa 6: A lógica inexplicável e os segredos do universo (Benjamin Alire Saénz)
13h às 15h – Sessão de autógrafos, atividades e sorteios
15h15 – Mesa 7: Das páginas para a tela: adaptação e transmídia (Larissa Siriani e Luiza Trigo)
16h45 – Mesa 8: Profissão fã (Babi Dewet, Frini Georgakopoulos e Mayra Sigwalt)
18h15 – Encerramento (Equipe Seguinte)

1° Flipop – Festival de Literatura Pop

8 e 9 de julho (Bate-papos e autógrafos acontecerão nos dois dias, entre 10h e 18h30. O baile de A Seleção será no sábado, às 18h.)

Local: Expo Center Norte – Auditório do Pavilhão Amarelo (Rua Galátea, 990). Haverá vans fazendo transfer a partir do Metrô Portuguesa-Tietê.

Ingressos: R$50 (meia-entrada para estudante ou meia-entrada social, mediante doação de um livro em bom estado) https://pixelticket.com.br/eventos/1478/1a-flipop-festival-de-literatura-pop

20 anos de Harry Potter

Veja, aqui, como a série Harry Potter mudou a literatura. Sete livros, oito filmes, uma peça de teatro, 450 milhões de livros vendidos ao redor do mundo. Hoje, o blog abre espaço para homenagear a saga através da matéria de Aline Pereira para o Canal Tech, que nos oferece dados relevantes a respeito da obra. E mais: Harry Potter ganhará edição com rascunhos e manuscritos inéditos em outubro deste ano.

1496184522628Dia 26 de junho de 1997, a autora J.K. Rowling, através da editora britânica Bloomsbury, apresentava ao mundo Harry Potter e a Pedra Filosofal. Na época, o que ninguém sabia era que esse seria apenas o início de um fenômeno mundial. Hoje, 20 anos, sete livros, oito filmes e uma peça de teatro depois, Harry Potter já vendeu mais de 450 milhões de exemplares em todo o mundo, foi traduzido para 79 idiomas e continua sendo um enorme sucesso entre crianças, adolescentes e adultos que ainda são fascinados pelo mundo da magia.

Se você nunca leu Harry Potter, certamente já viu algum filme ou pelo menos já ouviu falar nesse tal menino bruxo. Mas por que ele se tornou esse sucesso mundial e, mesmo após vinte anos, as pessoas ainda falam nele? Harry era um órfão que vivia uma vida infeliz ao lado dos seus tios trouxas, que o maltratavam e reprimiam qualquer demonstração de magia que ele apresentava. Ao completar 11 anos, ele descobriu que era um bruxo e foi selecionado para estudar na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, onde conheceu seus melhores amigos, Rony e Hermione, aprendeu a jogar Quadribol, viveu diversas aventuras, cresceu e aprendeu inúmeros feitiços até o dia da fatídica batalha contra Voldemort, o maior bruxo das trevas de todos os tempos. Certo? Sim, foi isso que aconteceu. Mas Harry Potter não se trata apenas disso.

Por trás desse enorme sucesso estão, na verdade, todas as lições que J.K. Rowling conseguiu debater sutilmente ao longo dos sete livros que escreveu. Harry Potter está longe de ser uma historinha para crianças que fala apenas sobre bruxos adolescentes que vivem quebrando o regulamento da escola para se envolverem em uma aventura. Harry Potter ensina importantes valores sobre amor, amizade, família, amadurecimento, bullying, respeito ao próximo, tolerância diante do que é diferente, conquistas, perdas, política e poder. Além de poder ser lida facilmente por crianças e adolescentes, essa é uma história inteligente, intrigante e recheada de ensinamentos para os adultos.

A vitrine virtual UmSóLugar fez um levantamento com alguns números e curiosidades sobre a saga. De acordo com o material disponibilizado, podemos perceber, por exemplo, que em 40,80% das vezes os sete livros de Harry Potter utilizaram palavras positivas que remetem a coisas boas, como amigos, família, segurança, felicidade, sorrir. Em contrapartida, 59,20% das vezes os livros usam palavras negativas como matar, perigo, morte, maldição.

179728-20-anos-Harry-Potter
Amor

Já em Harry Potter e a Pedra Filosofal, o professor Dumbledore revela para Harry que o professor Quirrell, possuído por Voldemort, não conseguiu matá-lo por causa do amor que existia dentro de Harry: “Sua mãe morreu para salvar você. Se existe uma coisa que Voldemort não consegue compreender é o amor. Ele não entende que um amor forte como o da sua mãe por você deixa uma marca própria. Não é uma cicatriz. Não é um sinal visível… Ter sido amado tão profundamente, mesmo que a pessoa que nos amou já tenha morrido, nos confere uma proteção eterna”.

Ao dar a vida pelo seu único filho, Lily Potter conferiu ao bebê Harry uma proteção máxima, diante da qual o mal não poderia tocá-lo. Voldemort, que era extremamente arrogante e subestimava a capacidade do amor, tentou matar o jovem bruxo diversas vezes, mas, obviamente, não foi bem-sucedido.

Amigos

Mesmo quando todos deram as costas ao bruxo, Rony e, principalmente, Hermione, estavam lá para apoiá-lo. Rony e Hermione foram com ele em busca da Pedra Filosofal mesmo sem saber os perigos que iriam enfrentar.

Em Harry Potter e a Câmara Secreta, quando praticamente toda a escola acreditou que ele era o herdeiro de Salazar Slytherin, que estava petrificando os nascidos trouxas, Rony e Hermione ficaram ao seu lado. Foi Hermione quem descobriu sobre o Basilisco e Rony quem o ajudou a entrar na Câmara Secreta.

Em Harry Potter e o Cálice de Fogo, quando foi selecionado para participar do torneio Tri-Bruxo e ninguém acreditou nele, Hermione jamais o abandonou e ajudou ele a treinar para a primeira tarefa. Rony e Hermione ajudaram Harry a formar a Armada de Dumbledore e lutaram contra a ditadura que estava sendo imposta pelo Ministério da Magia em Hogwarts. Eles também duelaram ao lado de Gina, Neville e Luna contra os Comensais da Morte no Departamento de Mistérios e em Hogwarts na noite que Dumbledore morreu. E, como se tudo isso não fosse bastante, Rony e Hermione partiram com Harry para a missão mais difícil que Dumbledore lhe deixara: encontrar e destruir as horcruxes de Voldemort. Esse foi o tipo de amizade que vimos nos sete livros.

Inclusive, outro infográfico mostra que, logo depois de Harry Potter, os nomes mais mencionados nos livros são justamente dos personagens Rony Weasley, 6.495 vezes, e Hermione Granger, 5.457 vezes. Provando mais uma vez a importância de ambos para a história.

179726-20-anos-Harry-Potter
Família

Também vimos nos livros de Harry Potter, principalmente por meio da família Weasley, como dinheiro e riquezas não são as coisas mais importantes para se construir um lar. Apesar de terem poucos galeões, usarem vestes de segunda mão e livros usados, os Weasley sempre foram o mais próximo que o bruxo órfão conseguiu ter de uma família de verdade. Mesmo sendo mãe de sete filhos, Molly Weasley sempre encontrou tempo para tricotar um suéter para Harry no Natal. Os Weasley sempre lhe deram presentes de aniversário e, quando as famílias puderam assistir a última tarefa do Torneio Tri-Bruxo, eles estavam lá torcendo e apoiando Harry. Além disso, A Toca sempre foi um lugar onde ele encontrou refúgio, um lugar que ele pôde chamar de lar.

Então, apesar dos números apresentados no infográfico, podemos dizer que sim, o bem venceu o mal. O amor, a amizade, a lealdade e a família prevaleceram sobre qualquer tipo de maldade em atitudes concretas que foram lidas e relidas pelos fãs diversas vezes. São atitudes como essas que conquistam os novos leitores que abrem Pedra Filosofal pela primeira vez, mesmo após 20 anos. É assim que a magia de Harry Potter se mantém viva.

Outro dado curioso diz respeito aos feitiços utilizados na saga. Em outro infográfico, o UmSóLugar mostra que o feitiço mais mencionado ao longo dos sete livros foi Expecto Patronum.

179724-20-anos-Harry-Potter
Quem leu Prisioneiro de Azkaban, o terceiro livro da saga, sabe que esse é o feitiço utilizado para afugentar os dementadores. Eles são criaturas das trevas que se aproximam das pessoas, fazem elas reviverem suas piores lembranças e lhes tiram toda a esperança. Em Harry Potter, quem recebe o beijo de um dementador tem a alma sugada e seu destino é pior que a morte. É impossível não perceber as semelhanças dessa criatura com os sintomas de uma pessoa que está passando por uma situação difícil na vida. A própria J.K. Rowling já declarou em entrevistas que atribuiu aos dementadores as características daquilo que ela sentiu quando perdeu sua mãe.

Ainda em Prisioneiro de Azkaban, o professor Lupin explica para Harry que para conjurar o feitiço do Patrono e espantar o dementador ele precisa mentalizar a sua lembrança mais feliz e pronunciar o feitiço. Nas palavras do professor, “O Patrono é um tipo de energia positiva, uma projeção da própria coisa que o dementador se alimenta: esperança, felicidade, desejo de sobrevivência, mas ele não consegue sentir desesperança, como um ser humano real, por isso o dementador não pode afetá-lo”.

O que isso diz sobre Harry Potter? Expecto Patronum é a mensagem de esperança que a autora deixa para os seus leitores. Mesmo diante de todas as adversidades da vida, deve-se sempre tentar manter na memória coisas positivas que vão ajudar a fugir dos “dementadores da vida real”. Esse é o significado do feitiço mais pronunciado nos sete livros.

179730-Dementadores
E não são apenas as mensagens positivas transmitidas nos sete livros de Harry Potter que fazem eles serem esse sucesso absoluto até hoje. As publicações de J.K. Rowling modificaram a forma como as pessoas estão escrevendo e deram início a uma nova fase da literatura. Livros como Crepúsculo, Jogos Vorazes, Divergente, Maze Runner, A Seleção e Legend surgiram trazendo a mesma temática adolescente e de jovens adultos: um mundo geralmente fictício, aonde eles devem lutar contra forças do mal em busca de um mundo melhor, sempre com uma pitada de romance, às vezes com um pouco de comédia e, principalmente, com personagens fortes e carismáticos. Isso criou um novo nicho de mercado, atraindo milhões de crianças, adolescentes e jovens adultos, que (re)descobriram e se encantaram pela literatura.

Também foi a partir de Harry Potter que começaram uma nova “moda” de dividir a adaptação de um livro em dois filmes. Como Relíquias da Morte era muito grande para ser adaptado ao cinema, o livro foi dividido em dois filmes: Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 e Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2. O mesmo veio a acontecer posteriormente com os últimos livros de Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1 e Amanhecer – Parte 2, e Jogos Vorazes: Esperança – Parte 1 e Esperança – Parte 2.

Mesmo assim, 20 anos ainda é pouco diante de tudo o que Harry Potter representa. O mundo mágico criado por J.K. Rowling é tão vasto que agora a franquia segue em frente com o spin-off Animais Fantásticos. O primeiro filme, Animais Fantásticos e Onde Habitam, nos apresentou ao magizoologista Newt Scamander (Eddie Redmayne) e suas criaturas mágicas 65 anos antes de Harry ter ido para Hogwarts. O filme foi um sucesso absoluto entre os fãs e arrecadou mais de US$ 800 milhões em bilheteria.

179732-Animais-Fantasticos
Em 2018, teremos Animais Fantásticos 2, ainda sem subtítulo definido. O filme está em fase de pré-produção e, ao que tudo indica, vai contar nada menos que o passado de Alvo Dumbledore (Jude Law) e Gellert Grindelwald (Johnny Depp), famoso bruxo das trevas antes da ascensão de Voldemort ao poder. A franquia Animais Fantásticos será dividida em cinco filmes, sendo o último previsto para estrear em 2024. Então, se você também é um Potterhead, prepare os galeões porque ainda teremos muito Universo Mágico de J.K. Rowling pela frente.

*****************************************************************************************

Harry Potter ganhará edição com rascunhos e manuscritos inéditos

Segundo o site Notícias ao Minuto, em outubro, será lançado um livro com rascunhos e manuscritos inéditos da escritora J. K. Rowling, autora da saga Harry Potter, deve ser lançado em outubro deste ano. No Reino Unido, a obra deve ter duas versões: em capa dura e com 256 páginas, com o título de ‘Harry Potter – A History of Magic’, e em capa comum e com 144 páginas como ‘Harry Potter – A Journey Through A History of Magic’.

De acordo com informações do jornal Zero Hora, não há previsão de lançamento no Brasil. A pré-venda do livro já está disponível pelo site da editora Bloomsbury, que edita os livros da séria na Inglaterra, com preço de 12,99 libras na versão brochura e 30 libras na versão em capa dura. Os lançamentos fazem parte da programação da exposição ‘Harry Potter: A History of Magic’, promovida na British Library para comemorar os 20 anos da publicação de ‘Harry Potter e a Pedra Filosofal’, o primeiro livro da saga.

infochpdpict000067891247