A obra infantojuvenil de Carlos Heitor Cony

o-escritor-carlos-heitor-cony-veste-o-fardao-de-membro-da-academia-brasileira-de-letras-em-maio-de-2000-ao-fundo-sua-mulher-bia-segura-o-chapeu-14144474557

 

O jornalista Carlos Heitor Cony, reconhecido como um dos maiores escritores brasileiros e membro da Academia Brasileira de Letras, morreu, ontem, aos 91 anos. Mas sua obra permanece. O blog destaca seus livros infantojuvenis e algumas de suas adaptações dos clássicos infantis como forma de homenagear o grande autor e premiar o leitor.

 

 

8e0a40af-9b94-4f25-b3ce-6cd26994cce6Infantojuvenis

1965 – Quinze Anos

1977 – Uma História de Amor

1979 – Rosa, Vegetal de Sangue

1979 – O Irmão que tu me deste

1986 – A Gorda e a Volta por Cima

1989 – Luciana Saudade

2002 – O Laço Cor-de-rosa

 

Adaptações

1971 – Ben-Hur – de Lew Wallace

1972 – A Ilha Misteriosa – de Júlio Verne

1972 – As Maravilhas do Ano 2000 – de Emilio Salgari

1972 – O Leão de Damasco – de Emilio Salgari

1972 – Os Meninos Aquáticos – de Charles Kingsley

1972 – Ali Babá e os Quarenta Ladrões – de As Mil e uma Noites

D_Q_NP_535825-MLB25524671749_042017-Q1972 – Simbad, o Marujo – de As Mil e uma Noites

1973 – Um Capitão de Quinze Anos – de Júlio Verne

1973 – Tom Sawyer Detetive – de Mark Twain

1974 – As Viagens de Tom Sawyer – de Mark Twain

1974 – O Diário de Adão e Eva – de Mark Twain

1974 – Taras Bulba – de Nikolai Gogol

1978 – Pinóquio da Silva – de Carlo Collodi

1980 – A Máscara de Ferro – de Alexandre Dumas, pai

1983 – O Livro dos Dragões – de Edith Nesbit

1983 – Crime e Castigo – de Fiódor Dostoiévski

1985 – Um Ianque na Corte do Rei Artur – de Mark Twai

1987 – O Califa de Bagdá – de As Mil e Uma Noites

1987 – Aladim e a Lâmpada Maravilhosa – de As Mil e Uma Noites

1989 – O Roubo do Elefante Branco – de Mark Twain

1998 – O Ateneu – de Raul Pompeia

1998 – O Primo Basílio – de Eça de Queirós

2000 – Memórias de um Sargento de Milícias – de Manuel Antônio de Almeida_d2cbeac153185650a80333a0ee741d8353950ce6

2002 – A Dama das Camélias – de Alexandre Dumas, filho

Sem Data – Moby Dick – de Herman Melville

Sem Data – Viagem ao Centro da Terra – de Júlio Verne

Sem Data – As Aventuras de Tom Sawyer – de Mark Twain

Sem Data – Huckleberry Finn – de Mark Twain

Sem Data – O Capitão Tormenta – de Emilio Salgari

Sem Data – O Grande Meaulne – de Alain-Fournier

Fonte: Wikipedia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *