Revista Planeta Azul

Personagens de história em quadrinhos transmitem aos leitores experiências reais vividas por alunos e professores nas escolas, em família e na sociedade. Essas histórias se transformam em argumentos para a formação das crianças com o apoio da equipe de Planeta Azul.

banner_planetaazul_home

Acabo de receber o planejamento editorial da Revista Planeta Azul para 2018. Em formato de história em quadrinhos, a revista é produzida pela Fundação Mokiti Okada e circula principalmente nas escolas. Interessante é saber que os quadrinhos publicados são baseados em fatos reais vividos pelos alunos na escola, em família ou na sociedade. Eles enviam seus relatos para a equipe da revista e esses, então, são adaptados aos personagens e transformados em roteiros.

Planeta Azul circula com oito edições anuais, correspondentes aos meses do ano letivo. Em 2018, os temas a serem abordados são os seguintes: Amor (Março), Gratidão (Abril), Solidariedade (Maio), Responsabilidade (Junho), Amizade (Agosto), Respeito (Setembro), Alegria (Outubro), União (Novembro). Professores que desejarem publicar experiências dos alunos devem enviar os relatos escritos pelos alunos para Rua Morgado de Mateus, 77 – Vila Mariana – São Paulo/SP – CEP: 04015-050 – A/C Revista Turma do Planeta Azul.

482Este exercício favorece estímulos cognitivos, como o raciocínio lógico-operatório, a estrutura do pensamento, o ensino-aprendizagem, bem como auxilia no desenvolvimento da linguagem oral e escrita, compreensão de texto, vocabulário, interesse pela leitura, entre outros.

Os objetivos da revista são muitos, entre eles, desenvolver valores e ações que promovam a formação individual e coletiva em relação ao respeito à vida, à justiça, à solidariedade e à harmonia social e ambiental, contribuindo para a formação de um ser humano íntegro, honesto e útil à sociedade, em prol da construção de um mundo melhor.

Despertar nos alunos a prática do altruísmo nas suas ações do dia a dia; criar e motivar um ambiente propício para a realização de atividades que incentivem as capacidades individuais do aluno, dentro de um contexto coletivo em que se trabalhe para o bem do grupo; aumentar a capacidade de o aluno compreender, além dos conceitos sobre sustentabilidade, a gratidão à Grande Natureza, além de explorar os benefícios de uma alimentação saudável e o consumo de produtos da agricultura natural e orgânica.

Cada edição acompanha um “Ponto de Apoio”, que é um material produzido para os educadores. Nele, são sugeridas atividades, reflexões e abordagens a serem desenvolvidas na Educação Infantil e/ou no Ensino Fundamental para cada uma das histórias publicadas nas revistas da Turma do Planeta Azul. A aplicação do conteúdo pode ser adaptada e desenvolvida pelo professor, conforme a faixa etária do aluno e a rotina escolar. As atividades são diversificadas, porém, outras fazem parte constante do material, as quais denominamos atividades permanentes.

26070351_1401848733259334_6959405676036620288_nSão elas: a Campanha do Obrigado, atividade que pode despertar a crianças para a prática de boas ações e o amor ao próximo. Observar o quanto é valioso receber “obrigado”, estimulando, desse modo, uma postura atenta e prestativa em relação ao meio em que se vive. Outra atividade sugerida é a preparação de arranjos florais por alunos e professores com o objetivo de desenvolver a sensibilidade e o equilíbrio necessários à boa convivência. Enquanto preparam os arranjos florais, alunos e professores são levados a refletir sobre a beleza das flores e a missão que elas possuem em nossas vidas.

Outra atividade de apoio é a horta, que conscientiza o aluno a respeito da qualidade dos produtos consumidos no dia a dia e apresenta uma possibilidade mais saudável para cultivá-los, através do método da agricultura natural. Esta proposta propicia o contato com a natureza e desperta na criança o desejo de preservar a vida. Mesmo sem espaço na escola para a elaboração da horta em canteiros, é possível realizar essa atividade em oficinas que são sugeridas ao longo do ano letivo.

A Cozinha Experimental, o Relaxamento e um Pensamento da Semana também são sugeridos e a equipe da Revista Planeta Azul orienta os professores para a realização dentro das escolas. Finalmente, o Livro de Aprendizagem sugere o registro diário de uma aprendizagem ou acontecimento relevante no dia de trabalho da turma. O próprio grupo decide o mecanismo de produção, que pode ser uma dissertação, um desenho, uma técnica artística ou qualquer forma de expressão e comunicação que revelem a emoção e o sentimento dispensados durante a realização da atividade. Cabe ao grupo, ainda, definir o critério de seleção do aluno que fará o registro do dia: sorteio, ordem alfabética etc bem como selecionar, dentre as atividades propostas, a que será impressa no material para futuras publicações na Revista Planeta Azul.

Planeta_Azul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *