“A mamãe é punk: crônicas da adolescência”

Após o sucesso do best-seller “A mamãe é rock”, a jornalista Ana Cardoso dá uma guinada para o universo adolescente e, de forma divertida e com muita informação, convida as mães e pais a entenderem e lidarem da melhor forma possível com essa fase que exige nervos de aço.

29541050_1637763016313382_6213908170718860024_n

A mamãe é rock, o papai é pop e as meninas estão crescendo. Depois de vender mais de 200 mil livros falando sobre as suas filhas, o casal Ana Cardoso e Marcos Piangers tem um novo desafio pela frente: a adolescência de sua primogênita. Anita está com 13 anos e, assim como milhões de outros nessa fase, começa a ter suas crises de mau humor, preguiça, sono exagerado, se fechar no quarto. Para encarar da melhor forma possível o que vem pela frente, a escritora Ana Cardoso mergulhou de cabeça em livros de neurociência, conversou com especialistas e entrevistou mais de cem mães. O resultado é “A Mamãe é Punk”, publicado pela editora Belas Letras, que chega às principais livrarias nesse mês de abril: um guia divertido e muito útil para quem tem filhos que não lêem mais gibis da Mônica, os maiores de 12 anos.

O livro deve seguir o caminho de sucesso dos anteriores: já foi lido e recomendado pelos pais mais influentes do Brasil na atualidade: Marcos Piangers, do Papai Pop; Helen Ramos, Hel Mother, Thaiz Leão, do Mãe Solo, e Thiago Queiróz, do Paizinho Vírgula. O prefácio é assinado pela escritora Clara Averbuck.

“Não estava nos meus planos escrever mais um livro sobre maternidade, mas me dei conta que meus textos sobre a pré-adolescência da Anita aguçavam muito a curiosidade de pais que estão vivendo esta fase”, conta a jornalista e socióloga, que nasceu em Curitiba, morou em Florianópolis, passou 10 anos em Porto Alegre com o marido Marcos Piangers e as filhas Anita e Aurora, e agora vive pra cima e pra baixo dando palestras e envolvida com projetos de educação e feminismo.

ViewImage.aspx

Entre os assuntos abordados estão temas que muitas mães têm dificuldade de conversar com os filhos, como a relação com drogas, sexo, envio e compartilhamento de nudes, abuso sexual e o respeito entre os pares, independente do gênero. A autora também dá dicas de como entender e ganhar a confiança dos filhos e ensina que, às vezes, tudo se resolve num simples abraço. Sem muitos termos técnicos, explica o funcionamento do cérebro dos adolescentes, mostrando, entre outras coisas, que aquele papo de que os jovens são multitarefas é balela: a televisão, o videogame e o celular juntos com a lição de casa não funcionam.

Ana Cardoso nasceu em Curitiba, graduou-se na PUC-PR, morou em Florianópolis, formou-se mestre em Sociologia Política na UFSC. É escritora, autora de três livros, entre eles o best-seller “A Mamãe é Rock”, é fundadora e coordena o projeto cultural Bonne Chance, trabalha na startup Canal Bloom, uma plataforma socioeducacional voltada à primeira infância, escreve para a revista Pais&Filhos, palestrou duas vezes no TEDx e está sempre inventando moda nos poucos minutos livres. www.anaemiliacardoso.com

“A mamãe é punk: crônicas da adolescência” tem 112 páginas e custa R$ 34,90.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *