Ainda sobre o Dia Nacional do Livro Infantil

A data comemorada no dia 18 de abril mereceu várias iniciativas de profissionais que atuam com literatura infantil. A Ubook (plataforma que funciona como o Netflix para vídeos ou o Spotify para música) anunciou o seu Plano Kids e, agora, as crianças poderão ouvir muitas histórias gravadas especialmente para elas. Em Belo Horizonte, a Trilha da Criança está promovendo várias atividades para incentivar o hábito prazeroso da leitura e destacar o papel da literatura infantil na formação de bons leitores.

 

imagem_release_1261379Ler para uma criança é importante não apenas para incentivar o pensamento lúdico, mas também auxilia os pequenos a expandir o seu vocabulário. Mas, na correria do dia a dia, é raro para os pais separar cotidianamente um tempinho para sentar e ler para os pequenos. Para ajudar os pais nesta tarefa, o Ubook, maior plataforma de audiolivros por streaming da América Latina, está lançando o Ubook Kids. A funcionalidade já existe para quem tem o plano premium do aplicativo, mas a novidade é que a partir de agora também será possível optar por assinar apenas o Plano Kids.

“A funcionalidade Kids direciona o aplicativo para uma área totalmente segura para as crianças, oferecendo um conteúdo selecionado de acordo com a faixa etária delas. Assim, filhos e pais escolhem uma história e depois é só dar o play”, explica Flávio Osso, CEO do Ubook. “No plano Kids, o usuário terá acesso ilimitado ao catálogo infantil, por um preço superacessível e diferenciado: apenas R$ 6,99 por mês”, complementa o executivo, lembrando que a assinatura mensal premium da plataforma é R$ 24,90.

imagem_release_1261383Somente em português, o catálogo do Ubook apresenta quase mil títulos infanto-juvenis, entre os quais diversas renomadas e produções de relevantes autores. Um destes exemplos são os 90 audioquadrinhos da Turma da Mônica, concebidos pelo cartunista Mauricio de Souza, que passaram a integrar a plataforma recentemente. Do premiadíssimo autor infantil Pedro Bandeira, há doze audiolivros na plataforma, entre elas ‘A Contadora de Histórias’.

Ruth Rocha, outra importante escritora brasileira de literatura infantojuvenil, cujas obras já foram traduzidas para vinte e cinco idiomas, também está presente no Ubook. “Temos nove audiolivros da Ruth, todos eles narrados pela própria escritora”, conta Albano. É também o próprio autor Ziraldo quem narra a obra ‘Menino na Lua’ no catálogo da plataforma.

Na obra ‘Em Boca Fechada Não Entra Estrela’, Leo Cunha inverte os modelos tradicionais das histórias infantis, que costumam associar os medos noturnos à infância. O autor narra as experiências de uma menina sensível que, enfrentando os temores de seus pais, descobre toda a magia e toda a beleza oferecidas pela noite. No Ubook, este livro é narrado pela atriz Rosana Garcia, a primeira Narizinho do Sítio do Pica-pau Amarelo. A obra foi considerada “altamente recomendável” pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e venceu o prêmio Adolfo Aizen, um jornalista russo naturalizado brasileiro considerado por muitos como o “pai dos quadrinhos no Brasil”, por ter sido um dos principais responsáveis pela introdução no País das histórias em quadrinhos norte-americanas, como Mandrake, Tarzan, Dick Tracy, Príncipe Valente e Flash Gordon.

Vale destacar ainda que, nesta categoria, há obras em outras línguas, como inglês e espanhol, que podem auxiliar os pequenos no aprendizado de outro idioma.

maxresdefault

A Trilha da Criança

Até amanhã, 20 de abril, os alunos da Trilha da Criança Centro Educacional participam de diversas atividades em comemoração à Semana Nacional do Livro Infantil e ao Dia Nacional do Livro Infantil. A data marca também o aniversário de Monteiro Lobato, considerado o precursor da literatura infantil no Brasil e da literatura paradidática, que envolve atividades de interação com a leitura. As turmas participam de exposições de trabalhos inspirados em obras literárias, rodas de histórias, apresentações teatrais, brincadeiras, dentre outras.

A biografia de Monteiro Lobato terá destaque especial na “Árvore dos autores”, um dos elementos que compõem a ambientação do espaço ao longo da semana. A Semana do Livro Infantil tem como objetivo desenvolver trabalhos de valorização do livro e incentivar a formação do hábito de leitura na infância. A literatura infantil é um caminho que leva a criança a desenvolver e ampliar o vocabulário, a imaginação, a criatividade, as emoções e os sentimentos, de forma prazerosa e significativa. Além disso, o contato com o universo lúdico desde os primeiros anos de vida estimula o intelecto da criança e o seu interesse em ler e aprender, cada vez mais.

Projeto TrilhasOs pais e a família também têm um papel importante nesse sentido. Segundo a psicóloga e diretora da Trilha da Criança Centro Educacional, Ana Paula de Rezende Bartolomeo, o desenvolvimento de interesses e hábitos permanentes de leitura é um processo constante, que deve se iniciar no lar e se aperfeiçoar sistematicamente na escola para continuar pela vida. “Muitos pais não fazem ideia, mas ler e contar histórias para os filhos não é só um gesto de amor e atenção”, reflete.

A educadora atesta que a familiaridade com o livro, que se cria quando os pais leem junto com as crianças desde os primeiros meses de vida, é muito positiva não só para o seu desenvolvimento em sala de aula. Ela explica que os primeiros estímulos podem ser oferecidos utilizando livros ricos em imagens, textos curtos e com letras grandes, texturas. Quando a criança inicia os primeiros contatos com a alfabetização é o momento ideal para se iniciar a leitura de livros com maior volume de textos, que são lidos dia a dia. Assim, além de aguçar a imaginação, incentivamos a criança a buscar outras histórias em livros por vontade própria, o que faz toda a diferença no seu desenvolvimento.

Além disso, Ana Paula salienta a importância dos pais mostrarem interesse e demonstrarem que o hábito da leitura é prazeroso. “Ler com os filhos, frequentar ambientes como livrarias e bibliotecas e manter um ambiente acolhedor ou um momento de leitura para a família, oferecer livros adequados por faixa etária, são atitudes que contribuem para a criança desenvolver o hábito de ler por prazer e com prazer”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *