“Carlos viaja”

O cantor e compositor China, além da arte musical, começa a trilhar o caminho da mãe cordelista e escritora de literatura infantil. Neste sábado, 30/6, ele lança um belo livro em Belo Horizonte e mostra que sabe muito bem compor versos literários e bem à moda nordestina.

 

5b2107185d6a6 - Cópia“Carlos é um cachorro alegre e diferente.

E pra começar tem até nome de gente.

Ele aprende tudo muito rápido

E é bastante inteligente.

Cumprimenta com a patinha

Quando alguém lhe dá a mão.

Deita, rola e late alto pra chamar atenção.

Gosta de comer frutas, verduras e ração:

Cenoura, banana e brócolis estão na sua refeição”.

 

“Assim começa a história escrita por China. O livro termina com a participação da roteirista Adriana Falcão, na contracapa, que explica sem rodeios o que o leitor vai encontrar nas páginas seguintes: “O dono de um cachorro chamado Carlos viaja para sua terra, todo feliz, doido para mostrar para o amigo cão que Pernambuco é o melhor lugar do mundo. Daí escreve um livro, contando a história do ponto de vista de Carlos, convencidinho de que sabe o que ele achou da viagem, e com a grande cara de pau de afirmar o quando Carlos se apaixonou pelas pontes do Recife, pelo Marco Zero, pelas ladeiras de Olinda, pelo Alto da Sé”.

No final, ela pergunta e responde ao mesmo tempo: “Será que China lê pensamento de cachorro? … Acho que sim, pois tenho pra mim que Carlos está até hoje com saudade do cheiro de tapioca e do luar do sertão”.

Nesses tempos de animais tão humanizados, Carlos se torna um exemplo do tratamento que os cães vêm recebendo de seus tutores.

475e7b4d69b116c514b5f4950f6831d5

“Pedia para tirar foto

Em todo local que passava.

Queria guardar o momento

Que a imagem registrava.

E quando avistava outro cachorro,

Bem alto ele latia:

_ Oi! Eu vim de São Paulo!

Numa grande euforia.

Ao chegar em seu destino,

Carlos não conseguia parar.

Balançava tanto o rabo,

Parecia que ia voar.

Corria pra todo lado,

Estava mesmo maluco!

E foi assim, bem contente,

Que entrou em Pernambuco.

 

O cantor e escritor China com Tulipa Ruiz, a ilustradora do livro

O cantor e escritor China com Tulipa Ruiz, a ilustradora do livro

O cachorro turista não esteve apenas em Recife.  Ele saiu de São Paulo, passou por Minas Gerais, Bahia e depois da capital pernambucana ainda seguiu sertão adentro e, então, “pegou uma estrada de barro perigosa e pequenina, e até que enfim chegou na Chapada Diamantina”.

O autor garante que essas foram a melhores férias do cachorro e ainda deixa um conselho:

“Se você tem um bichinho,

Trate com muito carinho.

Eles são nossos amigos.

Não importa se é um gato, um peixe ou um passarinho.

Eles são nossos amigos

E adoram diversão.

Todos os animais

Têm um grande coração”.

Com esse cordel tão realista, China encerra a história de Carlos. São 68 páginas ilustradas por Tulipa Ruiz. A Editora Jubarte marcou para lançar o livro em Belo Horizonte, neste sábado, 30/6, às 10 horas, na Biblioteca Pública, da Praça da Liberdade. O livro custa R$ 30,00.

WhatsApp+Image+2018-06-04+at+17_51_40

O cantor e escritor também comenta a respeito de sua obra literária:

“Minha mãe é cordelista e escritora infantil, então, posso dizer que já tinha o gosto pela literatura há bastante tempo. Adoro escrever textos e canções, mas nunca imaginei que faria um livro. Durante as férias, juntei a família e fomos com o carro de São Paulo, onde moro, para Olinda, minha terra natal, mas tinha um problema: onde deixar Carlos, nosso cachorro, durante esse tempo?

Visitamos um desses hotéis para cachorro, mas na última hora, eu e minha esposa resolvemos levá-lo com a gente nessa viagem. Íamos conhecer tantos lugares legais, não seria justo que nosso cachorrinho ficasse de fora dessa aventura.

E, durante várias horas de estrada, ‘Carlos viaja’ ia nascendo. Fui matutando a ideia na cabeça e, quando chegamos no Vale do Capão, Bahia, sentei e escrevi a história e tudo o que está nas páginas do livro aconteceu mesmo. Fui apenas narrando o que vi e tentando imaginar as emoções que Carlos sentiu naqueles dias.

Gosto muito de viajar pelo Brasil e, depois dessas férias, nem penso em pegar estrada sem Carlos, que foi um grande parceiro durante todo o caminho e deixou a viagem muito mais divertida”.

CarlosViaja_Capa.indd

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *