“Sob a luz da escuridão”

A fantasia é um dos gêneros favoritos da escritora Ana Beatriz Brandão, que volta a publicar a temática nesse novo livro. Aos 18 anos de idade, ela já publicou cinco livros e vendeu mais de 20.000 exemplares. A literatura fantástica desperta fãs de diversos tipos de idade, porém, foi o estopim para atrair jovens leitores. A última pesquisa realizada pelo Ibope e Instituto Pró-Livro, em maio de 2018, 67% do público leitor é composto por jovens entre 18 e 24 anos. Ana Beatriz já entrou na lista dos mais vendidos da Veja e participa da fase de pré-produção de um filme baseado em duas de suas obras. logo_release_cliente_5177

 

Ana Beatriz Brandão, escritora best-seller de apenas 18 anos, que já publicou cinco títulos, lança “Sob a luz da escuridão”, pela Verus Editora, do Grupo Record. Intrigas, complôs e cenas de ação, que tiram o fôlego, marcam os acontecimentos desta nova narrativa e mantêm a fama da autora de “George R. R. Martin brasileira” por matar muitos personagens.

Leonard Travis Goyle, figura que originou todas as guerras do futuro e conseguiu superar até mesmo Hitler por conta da ganância, tinha a intenção de criar uma raça perfeita. Para realizar seu desejo, fez com que a temida (não só na ficção) Terceira Guerra Mundial acontecesse. Por longos 50 anos, nações e etnias foram dizimadas. Quem não se enquadrasse nos padrões exigidos eram massacrados. Até que grupos de resistência foram criados e deram origem à Quarta Guerra Mundial, resultando na morte do grande ditador.

b3ba50c4e1d330afd625f333f31df9c1_mediumA partir deste momento, a luta pela sobrevivência marca a nova obra da jovem escritora. O cenário é de uma terra sem leis e sem governo, uma época em que “as pessoas matavam por nada e brigavam por tudo”. E, ainda, foi criado um instituto em homenagem a Goyle, que ditava as regras e com participantes apenas da elite da sociedade.

Lollipop e Jazz são duas sobreviventes e, com tanta radiação das bombas nucleares que interferiu no DNA das pessoas, fazem parte da nova espécie que adquiriram poderes especiais: os metacromos. Após um ataque ao seu mentor e salvador, as notáveis meninas, em busca da subsistência, acabam entrando para um grupo de resistência, liderado por Evan e seu discípulo Sam. Porém, essa relação tem um passado extenso e muitas reviravoltas irão prender a atenção do leitor até o fim.

Em meio à tanta guerra, a autora não pode deixar falar de amor e os personagens permeiam entre o romance e a sobrevivência. Todos são singulares, como se autodenominam em relação às habilidades extraordinárias, Lolli tem o poder da telecinese; Evan, vampiro milenar, é telepata e controla a mente das pessoas; Jazz e Sam dominam o fogo. Os recursos são escassos e havia uma luta intermitente para manter-se de pé, uma vez que o instituto caçam os metacromos para experiências, sem compaixão, ou até mesmo humanidade. Quem não se conectasse com as características mais cruéis não ficaria vivo para contar história.

“O planeta tinha sido tomado pelo caos. O que tínhamos a perder? Ninguém poderia nos castigar e sentir medo da morte era para os fracos. Aliás… o medo em si era quase inaceitável. Quem tivesse não sobreviveria uma semana sequer naquele lugar”.

Com trama tensa do início ao fim, “Sob a luz da escuridão”, 336 páginas, é uma história cheia de ação, tensão, romance e promete provocar fortes emoções entre aqueles que adoram livros de fantasia. O livro custa R$ 34,90.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *