Resgate de uma história literária

Clube do Livro (Clis) faz um ano e visita a Casa da Árvore de Belo Horizonte.

 

2 - CópiaNo dia 24 de setembro de 2017, a biblioteca instalada na Casa da Árvore, na Avenida Silva Lobo, em Belo Horizonte, pegava fogo. O incêndio causou consternação, pois o empréstimo de livros por moradores de rua que ocupavam o local teve reconhecimento nacional. O acontecimento será lembrado no dia 21 de setembro próximo, Dia da Árvore, com um evento de contação de história do Clube do Livro Infantil Solidário (CLIS) e distribuição de livros para alunos da Escola Municipal Magalhães Drummond.

Da árvore que ali existia nada resta, mas o espaço foi agora transformado em uma biblioteca a céu aberto, onde quem atende é o antigo morador de rua Kingler Douglas Rodrigues. O evento no Dia da Árvore vai lembrar também o primeiro aniversário do CLIS e o local foi escolhido para levar às crianças o livro “As Árvores Invisíveis”, de Leida Reis, que traz uma cena em que o personagem Sebastião sofre com a destruição da casa-biblioteca. A partir da consternação do menino, ele passa a enxergar as árvores da cidade que, até então, não passavam de “criaturas estranhas” no ambiente urbano.

Em duas sessões, para alunos da manhã e da tarde, os contadores de história Simone Santos e Bernardo Lucas vão apresentar a história do livro, que traz temas atuais, como o problema da arborização nas grandes cidades. A necessidade de enxergar o que está ao redor a partir de outras perspectivas motivou a história. “Todos nós estamos cegos para muitas coisas bem próximas”, diz a autora Leida Reis. Em razão disso, a festa ocorrerá no local da Casa da Árvore, cujo incêndio coincidentemente também completa 1 ano e onde hoje funciona uma biblioteca.

1Criado em setembro de 2017 pela Páginas Editora, o clube do livro CLIS é um projeto que promove eventos mensais com contação de histórias e entrega de livros infantis de qualidade a crianças de abrigos, creches e instituições de apoio a meninas e meninos em situação de vulnerabilidade social. Os livros entregues, da própria editora e de outras, passam por rigorosa seleção de qualidade. Nos eventos também são distribuídos lanches e material escolar.

 Nota: Em março deste ano, a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) começou as intervenções no local onde houve o incêndio da Casa da Árvore. Segundo o órgão, foram investidos R$ 55 mil. Além das estruturas para os livros, já instaladas, ainda serão plantadas mudas de árvores e grama.

Homenagem à Casa da Árvore 

Data: 21/09/2018

Sessões de contação de história: às 9:30 e às 13:30

Local: Biblioteca Casa da Árvore, localizada na confluência entre Av. Silva Lobo e Av. Barão Homem de Melo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *