“Pepa & Keca, quem viu rimas por aí?”

Brasileira moradora dos Emirados Árabes estreia na literatura infantil com poemas rimados. O livro de Wiana Aguiar nasceu do que a maternidade lhe trouxe e da convivência com suas duas filhas, no caso, Pepa e Keca.

thumbnail_girassol

Amor de mãe só provoca coisas boas. No caso da autora Wiana Aguiar, produtora de conteúdos web, inspirou versos. Antes mesmo de a primeira filha nascer, ela já escrevia:

“Quem é essa menina / Que brinca dormindo / Que dá cambalhotas / Que escuta baixinho.

Quem é essa menina? / De cabelo ralinho / De pele lisinha / Que vive sorrindo.

Quem é essa menina? / Que alegra sem saber / Que vive a crescer / Que espera nascer”.

Depois que suas duas filhas nasceram, os versos não pararam mais até caberem nesse livro “Pepa & Keca- quem viu rimas por aí?” , que é a sua estreia na literatura. Wiana Aguiar nasceu no Ceará, viveu a infância no Pará e sem ter acesso aos livros lia o que aparecia, Há 11 anos mora em Dubai.

O título do livro nasceu das experiências da mãe com as meninas Pietra e Carla, de 11 e 6 anos, respectivamente. “Aos oito anos já escrevia poemas numa caderneta que se perdeu com o tempo. Depois, com a primeira gravidez, aos 30, voltei a escrever. O primeiro poema do livro, ‘Quem é essa menina’ _ que reproduzimos no início da matéria _ é desse período”, conta  a autora.

thumbnail_vovozinho

Pepa Pavão / Keka Leão

Brincam, cochicham e se esfregam no chão / Sobem na árvore e soltam balão / Embalam-se na rede e cochilam um montão.

Escrevem com as mãos e desenham um coração / Pintam um avião, um macaco e um alazão / Apagam um dado e desenham um traço.

Pepa e Keka / Cortam e recortam um grande camaleão / Colam e retocam um bravo dragão / Dobram e desdobram uma casa de papelão”.

As crianças gostam muito de ouvir histórias  narradas em versos. Tenho certeza que esse livro vai agradar meninas e também meninos, pois são experiências reais das crianças que a autora destaca. Os versos do livro descrevem o “quarto das duas garotinhas, quarto de flores, amarelo que te quero” / a “gata feiona tinhosa não gosta de rosa” / “a borboleta leta leta vai pro lado e vai em frente zuzuzu zazazá” /o “girasol gira e gira o mundo” / o “banhozinho e banhozão, vamos lavar o pé, vamos tirar o chulé” /o “cabelo enrolado, enroladinho, crespinho, lavo devagarinho”…

thumbnail_Caranguejo

Para não esquecer do Ceará e marcar a cultura do emirado, tem também versos para o camelo e para o caranguejo, além dos versos para os avós, tias, amigos e até anjo da guarda. O fato de morar em Dubai permite o intercâmbio cultural, como os versos do livro dedicados ao camelo, personagem que a autora encontrou ao pedalar no deserto, e os versos da Tia Magaly, uma professora brasileira que trabalha a língua e cultura tupiniquins no emirado.

A mãe autora também estimulou as filhas a desenharem o que liam, fazendo nascer, assim, o sonho da publicação. Os desenhos das meninas também estão reproduzidos no final do livro, que foi ilustrado mesmo pela designer carioca Ana Souza.

No final, o livro ainda convida o leitor a se tornar um padrinho  do projeto “Fraternidades em fronteiras”, que trabalha para alimentar crianças em Moçambique. Metade do valor de cada exemplar de “Pepa & Keca Quem viu rimas por aí” (que custa R$ 39,00) beneficia a cerca 10 mil crianças africanas órfãs que fazem parte desse projeto. “Um livro feito para crianças ajudando outras crianças”, defende a autora.

thumbnail_primeira capa

 

“É hora de conhecer Pepa pavão e Keca Leão!
Duas meninas, um deserto, mundo árabe por certo

Elas estão crescendo / a mãe vê o tempo passar,
segura o lápis e papel / compõe rimas a granel

Na casa tem jardim / borboletas a voar
aqui só se pensa em rimas / e histórias a contar

Pepa desenha e Keca quer pintar
as memórias da família que este livro vem mostrar”.

O livro lançado pela AMEI Editorinha pode ser comprado na Estante Virtual: https://www.estantevirtual.com.br/hnlivros/wiana-aguiar-pepa-e-keca-em-quem-viu-rimas-por-ai-1350031495

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *