“O sorriso do tamanduá”

41398865_1920725621307735_4872833331537903616_n

Neste recente lançamento da Chiado Editora, o leitor vai conhecer algumas curiosidades sobre os tamanduás, animais que vivem nas savanas e florestas, inclusive, no Brasil. A autora Luciane Coelho explica a espécie de um jeito muito especial:

“Eis o tamanduá… Bicho esquisito este, com um focinho alongado, uma língua comprida e sem dentes, você acredita? O tamanduá é banguela!!!! E tem mais, ele também não enxerga muito bem!

A história de “O sorriso do tamanduá” é narrada tendo em vista a busca da realização de um sonho do animal. Qual será este sonho? Vou dar uma dica: a gente sempre sonha em alcançar aquilo que não tem, não é mesmo? Sendo assim e se o leitor pensar um pouquinho vai descobrir qual é o sonho do  tamanduá.

Para ajudar nesta realização, a história registra outros personagens: um cachorro e animais habitantes da floresta, além de um menino e seu avô moradores de uma fazenda.

“A fazenda era um lugar muito perigoso, todos os animais sabiam disso, pois os seres humanos não eram lá muito confiáveis… Mas ele (o tamanuduá) tinha que arriscar e, além do mais, o cachorro dizia que gostava muito de morar lá e que o menino era seu grande amigo”.

48269359_2042719085775054_1531066625963327488_n

O tamanduá também comprovou que o cachorro estava mesmo  certo. O menino e seu avô fazendeiros eram pessoas diferentes, mas amigos. Tanto que foi lá que o tamanduá se encantou com o próprio sorriso. Tamanduá de tromba e sorrindo?

“E de repente o tamanduá se sentiu tão feliz que abriu o maior sorrisão, daqueles que contagiam todos a sua volta com uma alegria que ninguém sabe exatamente de onde vem, mas que todos desejam que nunca acabe…”

Qual será o motivo deste sorrisão? Será que o tamanduá conseguiu realizar o seu sonho?

Ah! Esqueci de contar: na fazenda, o exótico animal também teve suas qualidades reveladas pelo vovô:

“Você sabia que embora o tamanduá não tenha uma visão muito boa o seu olfato é quarenta vezes melhor que o nosso”?

“Os tamanduás têm uma língua muito comprida e pegajosa, por isso podem dar até cem lambidas por minuto!!! Com ela os tamanduás … conseguem comer milhares de insetos por dia!!!

2111888911

O vovô fazendeiro sabe cada coisa dos tamanduás! Durante a narrativa, ele foi só elogios ao bicho! Será que foi isso que provocou o tal sorrisão? Seria o sonho realizado ou o elogio dado?

Para o leitor descobrir outra façanha desse curioso personagem, vou contar aqui o apelido do bicho: papa-formiga. Será esse o inseto preferido do tamanduá?

Tem muitas coisas para o leitor descobrir. Por isso, convido para a leitura de “O sorriso do tamanduá”, que foi ilustrado por Marco André Malmann Medeiros. São 29 páginas de descobertas e aventuras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *