“Cinderela Pop”, o filme

A autora do livro “Cinderela Pop”, Paula Pimenta, é tão pop quanto as princesas sobre as quais escreve. Fenômeno da literatura infantojuvenil, suas vendas já chegam a quase um milhão de exemplares. E agora a autora vai deixar a sua marca no cinema nacional também com o filme homônimo, que estreia dia 28 de fevereiro.

maxresdefault

“Cinderela Pop”, releitura de um dos contos de fadas mais famosos da Disney, chega aos cinemas dia 28 fevereiro com Maisa Silva no papel da protagonista Cintia Dorella, a adolescente que descobre uma traição no casamento dos pais. Descrente no amor, ela vai morar na casa da tia e passa a trabalhar como DJ se tornando a Cinderela Pop. Mas ela não esperava que um príncipe encantado pudesse fazê-la se apaixonar. A atriz Maisa Silva também é youtuber e apresentadora muito popular.

A primeira vez que Cintia, uma cinderela moderna e nada borralheira, apareceu, foi em “O livro das princesas”, coletânea de contos idealizada pela Editora Galera Record com releituras de quatro clássicos. A história dessa adolescente cheia de atitude fez tanto sucesso que ganhou um livro próprio.

Aos 17 anos,em “Cinderela Pop”, Cintia vai morar com a tia após a separação dos pais. E é lá que ela aprende sobre música e mixagem de som. Agora DJ,  a garota vira sucesso nas festas sem que ninguém saiba a sua verdadeira identidade até que um dia as presenças da DJ e de Cintia são requisitadas na mesma festa.

Seu pai contratou a DJ Cinderela para tocar no aniversário das suas enteadas e faz questão que Cintia esteja lá para comemorar com as meias-irmãs. Como lidar com a situação? E detalhe: nessa mesma festa o cantor Fredy Prince (interpretado por Filipe Bragança), paixão platônica de Cintia, será uma das atrações.

untitled

“Cinderela Pop” é dirigido por Bruno Garotti. Além de Maisa, o elenco conta com nomes como Fernanda Paes Leme, Sérgio Malheiros, Filipe Bragança, Giovanna Grigio e Marcelo Valle.

Paula Pimenta (na foto acima) é de Belo Horizonte, Minas Gerais, mas adoraria morar em um reino encantado e viver uma história de princesa. Começou sua carreira de escritora em 2001, com o livro de poemas Confissão. É autora das séries “Fazendo meu filme” e “Minha vida fora de série”, dos livros de crônicas “Apaixonada por palavras” e “Apaixonada por histórias”. Participou da antologia “O livro das princesas”, que deu origem a uma nova série iniciada com a história “Princesa adormecida”.

thumbnail_image004

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *