“Meu mapa no mapa do mundo”

Este livro escrito por Jonas Ribeiro deve ser lido para ou por crianças, mas também pelos adultos. Bom começar o novo ano de 2019 lendo ideias de paz, refletindo sobre o mundo e as pessoas que nele habitam e se aproximando do desafio da era moderna de nos transformar em cidadãos universais. É ou não leitura para todas as idades?

untitled

Acredito que as crianças sempre estão mais preparadas para as mudanças do que os adultos. Assim como tenho observado, há alguns anos, o quanto elas estão dispostas a percorrerem o mundo. Esse sentimento de universalismo é o que moveu o escritor paulista, Jonas Ribeiro, que já tem 100 livros publicados, a escrever “Meu mapa no mapa do mundo”, ilustrado por Sandra Jávera, que neste livro também se revela uma cidadã universal.

“Para as crianças, que possam viver bem no próprio país.

Em especial para as crianças refugiadas, que sejam acolhidas em outros países com respeito e doçura”.

Com essa dedicatória, Jonas Ribeiro inicia seu diálogo com o leitor. E logo nas primeiras páginas do livro (que ao todo tem 32 páginas), já convida para uma importante reflexão:

“O que acho incrível é que, mesmo sendo tão diferentes uns dos outros, nós temos sentimentos parecidos”.

Em qualquer lugar do planeta, as pessoas precisam de amor, amparo, compreensão e qualquer outro sentimento que possa ajudá-la em suas vivências.

“Parece até que aqui é um mundo e lá longe, nesses outros países, é outro mundo. Mas só parece, por que o meu país e os outros estão no mesmo mapa”.

Aliás, foi a fascinação e curiosidade pelo mapa-múndi que ajudaram Jonas Ribeiro a escrever “Meu mapa no mapa do mundo”.

“Uma coisa é ver o mundo no mapa e imaginar como os lugares são. Outra coisa é viajar de verdade e sentir o cheiro de cada porto, cada praça, cada lugar”.

111836meumundonomapadomundo

O livro faz parte da coleção Trupe-trinques da Editora do Brasil, que nasceu para conquistar os leitores desde cedo com literatura infantil de qualidade e muito divertida. Entram nessa coleção livros com histórias engraçadas e recheadas de imaginação e criatividade.

Como é o caso da história que estamos comentando hoje. No final, o autor deixa uma proposta muito criativa para o leitor. Tanto para aquele que gosta muito de viajar como para o outro que prefere “deslizar o dedo pelo mapa, só para viajar de um país a outro, de um continente a outro… e ainda molhar os dedos no oceano”.

“Agora, para viajar fora do mapa, posso seguir de avião, na cesta de um balão, no dorso de um leão, na bolsa de um canguru…”

capa_la_meu_mundo_no_mapa_do_mundo_2019

As ilustrações de Sandra Jávera são ricas de beleza e conteúdo e o leitor precisa observá-las bem, pois tem muito a aprender com cada uma. A ilustradora traz o mundo para dentro do livro. Até na parte interna da capa e contracapa, que foi ilustrada com chapéus e mostram o que as pessoas usam na cabeça ao redor do mundo. Sensacional.

“Meu mapa no mapa do mundo” custa R$ 41,70.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *