Uma linda homenagem à Emília

Essa é a Emilia do artista plástico Fabi Xavier, de Ribeirão Preto, São Paulo
Essa é a Emilia do artista Fabi Xavier, de Ribeirão Preto, São Paulo

Somos apaixonados pela intrépida Emília, certamente, a mais popular criação de Monteiro Lobato para o Sítio do Picapau Amarelo. A personagem é lembrada pelos mais velhos, saudosa dos jovens e continua como uma das bonecas preferidas das crianças.

Para comemorar o fato de a obra de Monteiro Lobato, principalmente as histórias de Emília, já estarem sob domínio público, o artista plástico Willi de Carvalho (natural de Montes Claros e atualmente morador de Belo Horizonte) propôs a vários colegas das artes um desafio: recriar Emílias em telas, esculturas, bordados, estandartes etc.

Se novas interpretações surgem para as histórias de Monteiro Lobato, por que não reinventar a personagem preferida e mostrá-la dentro de um contexto para o século 21?

A Emilia Ambientalista de Mara Ulhoa, de Paracatu, Minas Gerais
A Emilia Ambientalista de Mara Ulhoa, de Paracatu, Minas Gerais

Prontamente, os artistas de Belo Horizonte, várias regiões do Brasil e até mesmo de fora do país atenderam o convite e passaram a criar Emílias encantadoras, que podem ser conhecidas no Grupo Emília Arteira ou na página de Willi de Carvalho, ambos do Facebook. Das redes sociais, esses trabalhos sairão para exposições que estão sendo organizadas pelos participantes.

O artista plástico Willi de Carvalho é o idealizador do movimento Emília Arteira
O artista plástico Willi de Carvalho é o idealizador do movimento Emília Arteira

“O movimento em torno da famosa boneca aconteceu livremente. Como eu gosto muito do personagem Emília por causa das suas travessuras e inteligência, me deu um clic e tive a ideia de pedir aos artistas amigos ou não para criarem uma ao seu modo. A princípio, vamos fazer uma exposição virtual e depois uma exposição física. Estamos juntamente com alguns artistas para fazermos essa exposição. Não sabemos como será todo o processo, por enquanto só recebo as Emilias que alguns ainda estão fazendo”, explica Willi de Carvalho.

A artista Cibele Alves Rodrigues, que já criou a sua Emília, comentou pela rede social que “esta personagem querida povoou meu imaginário por muito tempo, colorindo meus dias com suas tiradas e aventuras. Nem preciso dizer que li toda a obra do Monteiro Lobato e que todo dia ia para a escola contando as histórias para minha amiguinha. Estou super feliz de participar deste projeto e com muita gratidão devolver minhas cores para esta boneca de pano, mergulhando-a no meu abstrato”.

Essa imagem e a que está abaixo dela são duas montagens que mostram algumas das dezenas de Emílias criadas em comemoração ao criador da boneca: Monteiro Lobato
Essa imagem e a que está abaixo dela são duas montagens que mostram algumas das dezenas de Emílias criadas em homenagem ao criador da boneca: Monteiro Lobato
Todas as imagens dessa matéria foram extraídas do Grupo Emília Arteira
Todas as imagens dessa matéria foram extraídas do Grupo Emília Arteira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *