Nasce a menor livraria da cidade

Páginas Editora inaugura uma livraria em Belo Horizonte, no bairro Padre Eustáquio, num pequeno, porém, aconchegante, espaço de apenas 12 m², onde passam a funcionar juntas: livraria na parte de baixo e editora no andar de cima. Tem espaço especial para os livros infantis e os juvenis: o Cantinho da Imaginação o Mundo Jovem.

Uma pequena galeria, a Vila Maria, no bairro Padre Eustáquio, foi escolhida pela Páginas Editora para abrigar sua micro livraria, que vai comercializar livros de mais de 70 editoras e trabalhar com a Boa Viagem Distribuidora. O espaço tem apenas 12 metros quadrados, mas o suficiente para um Cantinho da Imaginação, onde ficam os livros para crianças e dois futons coloridos, uma estante de livros do Mundo Jovem e duas estantes grandes, para o acervo adulto, que vai de romance, brasileiro e estrangeiro, a política, sociologia e os livros mais vendidos.

Fotos: Divulgação

A Livraria Páginas (rua Padre Eustáquio, 2475, loja 6 – bairro Padre Eustáquio) foi inaugurada oficialmente, ontem, dia 13 de março, e no primeiro dia funcionou de 9 às 20h, com café da manhã e da tarde, além da presença de autores. Um sarau poético foi comandado por Rogério Salgado.

Hoje, sábado, dia 14, a programação continua com contação de histórias com Paulo Fernandes e Sterlayni Duarte, ambos autores e ativistas da educação pela literatura. Às 14h, autores jovens do selo Yolo se juntam à Liga de Autores Mineiros para bate-papo sobre leitura.

Além de alguns livros literários e técnicos, a Páginas terá ainda um minúsculo sebo, com livros do acervo da própria fundadora da livraria, a escritora e jornalista Leida Reis. “Livro é aconchego. Quando você pega uma obra que mexe com você, ela lhe faz companhia seja por provocar uma catarse, seja pelo prazer de caminhar na história. Então, a ideia da micro livraria é ser esse cantinho de encontro do leitor com o objeto livro”.

A coisa mais dolorosa na montagem da Livraria Páginas foi arrancar algumas capas de clássicos, que Leida trazia há muitos anos, para compor os tampos das duas mesinhas da loja, convidativas para um café com boa leitura. No segundo andar funcionará o escritório da Páginas Editora, no mercado há três anos e com quase 100 livros publicados.

Segundo Leida, “a livraria que ir além de um ponto de venda e se estender para um local de encontro com todos que militam na literatura como arte: autores, ilustradores, contadores de histórias, professores”. E lembra que no imóvel da livraria ainda existe uma área externa para a realização de eventos e reunião de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *