“Super protetores”

Programação de incentivo à leitura do projeto Leia para uma criança lança livro digital gratuito para homenagear os profissionais da saúde. Novo título da coleção do Itaú Unibanco apresenta os “super-heróis” modernos ao público infantil.

Os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate à Convid-19 ganham homenagem especial para deixar clara para as crianças a importância de sua atuação. A coleção de livros digitais do Leia para uma Criança ganha o título “Super protetores”, que mostra ao público infantil como médicos, enfermeiros e outras categorias são os “super-heróis” modernos.

Escrito por Jessé Andarilho e ilustrado por Ivy Nunes, o título se junta à coleção digital do programa de incentivo à leitura na primeira infância do Itaú Unibanco e da Fundação Itaú Social. Completando 10 anos em 2020, a campanha promove desde sua criação que “quando você lê para uma criança ela pode buscar o futuro que quiser”.

“Em um momento de tantas dúvidas e no qual as crianças estão fora de sua rotina, longe da escola, professores e amigos, é importante que elas possam entender de alguma forma o que está acontecendo. Falar dos médicos e dos demais profissionais que estão trabalhando com tanta dedicação nos permite levar o tema ao público infantil de forma lúdica, ao mesmo tempo que fazemos uma merecida homenagem. Mesmo dentro de casa, diante de uma situação tão difícil, ainda é possível através da leitura apresentar o gesto de cidadania que existe por trás da atuação dos profissionais de saúde e também gerar a conscientização sobre a importância de ficar em casa, higienizar as mãos e utilizar as máscaras, caso seja necessário sair”, diz Juliana Cury, superintendente de marketing institucional do Itaú.

Com “Super protetores”, a coleção digital alcança 16 livros, todos disponíveis em http://www.euleioparaumacrianca.com.br. O título também poderá ser enviado por WhatsApp através do bot feito em parceria com a Take para distribuir alguns deles. Para receber, basta enviar uma mensagem para o número do bot: (11) 98151-1078.

Os usuários recebem a opção de baixar apenas ele ou todo o conteúdo disponível. Além dos livros do Leia para uma Criança, a ação também conta com uma cartilha do Ministério da Saúde que explica o coronavírus para as crianças. A cartilha apresenta a doutora Carla, que esclarece o que é o coronavírus, o que pode e não deve ser feito, como proteger as famílias (com destaque para contato com os avós) de maneira simples e educativa.

Os demais livros disponíveis para download via WhatsApp são “O Cabelo da Menina”, de Fernanda Takai; “A canção dos pássaros”, de Zeca Baleiro; “Azizi, o Menino viajante”, de Conceição Evaristo; “A Menina das Estrelas”, de Tulipa Ruiz; “O Menino e o Foguete”, de Marcelo Rubens Paiva; e os recentes “Sovaco da Cobra”, e “A Flor que chegou primeiro”, adaptações de textos escritos por Angelo Ferreira e Mayara de Aleluia Pereira, respectivamente, vencedores da Olímpiada de Língua Portuguesa de 2016. Os dois últimos também foram tema de contação de histórias pelo cantor Zeca Baleiro em seu perfil: http://www.instagram.com/p/B_lTpRiFzWv/

Em formato PDF, os conteúdos podem ser compartilhados com outros contatos e acessados de qualquer smartphone. Apenas no mês de abril, o bot do Whatsapp enviou 4.1 milhões de livros digitais em PDF e mais de 753 mil mensagens foram trocadas na plataforma.

Livros digitais

As histórias da série de livros digitais – assinadas por autores e ilustradores convidados pelo banco – são idealizadas para serem lidas por adultos para crianças, em sua primeira infância, pelo celular ou tablet. Unem a simplicidade da leitura com a tecnologia. As edições mais recentes, lançadas no final de abril, foram baseadas em textos escritos por estudantes que venceram a Olímpiada de Língua Portuguesa de 2016: “A flor que chegou primeiro” e “Sovaco da Cobra”.

Edições anteriores tiveram como autores escritores e artistas renomados, como Conceição Evaristo, Fernando Veríssimo, Marcelo Rubens Paiva, Tulipa Ruiz e Zeca Baleiro, entre outros, além de uma adaptação do livro “Malala, a menina que queria ir para a escola”, de Adriana Carranca. A coleção alcança atualmente 16 títulos, todos em www.euleioparaumacrianca.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *