“João, o menino Rosa”

Essa é a história de um escritor brasileiro, Guimarães Rosa, que entrou para o rol da literatura mundial. Está na hora das crianças conhecê-lo.

Um dos mais importantes literatos do país, Guimarães Rosa, inventava palavras e tinha um jeito só seu de escrever. Médico, escritor e diplomata, sonhava em ter o nome imortalizado na Academia Brasileira de Letras.  No livro “João, o menino Rosa”, lançamento da Paulus, Lúcia Fidalgo apresenta às crianças a vida desse grande autor brasileiro, que entrou para o rol da literatura mundial.

Composta por belíssimas ilustrações, de cores vivas e traços leves, aliadas à linguagem poética, a obra conta a vida do filho de dona Francisca e de Florduardo Pinto Rosa. Primeira das seis crianças do casal, Guimarães Rosa nasceu no dia 27 de junho de 1908, na cidade de Cordisburgo, em Minas Gerais.

Sua paixão pelos livros começou cedo. Desde pequeno adorava ouvir as histórias que seu pai contava para ele e seus irmãos. “E o menino fechava os olhos imaginando aquilo que o pai dizia. Ele pensava rápido e em pensamento falava do tempo”, retrata a autora em passagem do livro.

Mesmo com o grande interesse pelo mundo dos livros, na adolescência, Rosa optou por ingressar na faculdade de Medicina. Porém continuou apaixonado pelas letras, aprendendo diversos idiomas e dedicando-se à literatura. “E João Guimarães Rosa começou a escrever seus contos e suas histórias quando ainda estudava. Viajou pelo mundo, foi cônsul, lutou pela paz, pela justiça; queria um mundo melhor e mais justo, como nas histórias contadas pelo pai”, relata Lúcia.

Com este enredo, é possível conhecer a vida desse grande autor brasileiro, que acreditava também no sobrenatural, nas superstições e na palavra do povo, inspirações para as histórias encontradas em seus livros. Nas suas andanças pelo Brasil, retratou de forma única o sertão do país em uma das suas mais famosas produções, “Grande Sertão: Veredas”. O título foi o único romance de Guimarães Rosa e um dos mais importantes textos da literatura nacional, chegando a ganhar destaque também no exterior.

Em “João, o menino Rosa”, as crianças podem conhecer um pouco mais sobre esse grande escritor, que, de maneira ousada e enigmática, ganhou forças no Brasil e no mundo com um modo único de ver e de contar histórias.

Os autores

Lúcia Fidalgo é escritora, contadora de histórias do Grupo Morandubetá, bibliotecária, mestra em Educação, professora na Universidade Santa Úrsula e pesquisadora do Aleph-UFF. Nasceu no Rio de Janeiro e desde pequena gosta de ler, contar e ouvir histórias, que hoje ela compartilha com os seus leitores.

Fabiana Salomão começou a ilustrar livros infantis e juvenis quando ainda cursava a Faculdade de Belas Artes de São Paulo em 1994; desde então, tem trabalhado para as maiores editoras e agências do Brasil e do exterior. Ela fez Letras e agora cursa Teologia, mas para ela o melhor de tudo isso é estar perto da família, que é cheia de crianças, primos e sobrinhos de todas as idades, e é lá que ela busca inspiração e muito amor para viver, desenhar e sorrir.

O livro tem 16 páginas, custa R$ 22,00 e pode ser comprado no site da editora: https://www.paulus.com.br/loja/joao-o-menino-rosa_p_2727.html

Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *