Concentração e rotina melhoram o estudo

Desenvolver habilidades ainda na fase infantil traz benefícios que seguem pela vida adulta.

A rotina de estudo exige disciplina e concentração. Estudar, diariamente, respeitando o ritmo de cada um, traz benefícios que o método Kumon apresenta e aplica desde a sua criação, em 1958.  O estudo diário e independente cria na criança a sensação de conquista e com isso sua autoestima se eleva e cresce a vontade de progredir/avançar ainda mais nos estudos.

O objetivo dos estudos é, em última análise, a preparação sólida para a vida futura. “Na vida profissional, todos nós precisamos de rotina de trabalho, concentração e eficiência. Isso só é adquirido se for bem treinado enquanto a base estiver sendo trabalhada, ou seja, na fase escolar da criança”, diz Elza Midori Yamamoto, gerente do departamento de matemática do Kumon. A profissional destaca, ainda, alguns pontos que podem ajudar para aumentar a eficiência nos estudos em casa.

As dicas da educadora

Cronograma de estudos

Montar um cronograma com os horários reservados para estudar todos os dias da semana. Também inclua atividades fixas, como escola, cursos e compromissos pessoais da família. Dessa forma, você consegue ter uma visão mais clara e real da duração de cada tarefa e consegue organizar melhor todas as atividades.

Rotina é fundamental

Criar o hábito saudável de estudar um pouco todos os dias traz muitos benefícios, como: a criança aprende a ter responsabilidade, mantém a memória ativa, a persistir e a buscar seus sonhos. Determinar horários para resolver os exercícios ajuda a criança a se organizar e a se sentir responsável por cumprir os prazos acordados. Tente relacionar o tempo com outra tarefa fixa do dia a dia: após o café da manhã ou antes de tomar banho. O ideal é que a criança faça os exercícios no período matutino, assim, terá o resto do dia para brincar.

Local adequado

Outro ponto importante que pode ajudar é estudar em um local silencioso e sem interrupções. De preferência um cantinho da casa que seja iluminado e que a criança consiga realizar os exercícios e se concentrar.

Lápis e papel

O que se escreve de próprio punho não se esquece. A ciência já comprovou que anotar o conteúdo das aulas em um caderno e fazer resumos ajuda a fixar melhor as matérias. Uma pesquisa realizada por universidades dos Estados Unidos concluiu que alunos que faziam anotações no papel tinham melhor desempenho nas provas na comparação com aqueles que anotavam em um computador.

Repetição e treino

Podemos fazer uma relação de quando aprendemos a andar de bicicleta. No início não sentimos segurança, mas com o tempo e com a prática tudo fica melhor, mais rápido e mais confiante. No estudo é a mesma coisa, a prática leva à perfeição.

 

 

Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *