Livrarias se reinventam no isolamento social

A paulista Livraria da Vila, que sempre priorizou a venda presencial, foi buscar novos caminhos, passando a investir fortemente no formato digital e disseminado o e-commerce como estratégia de venda – Foto: Divulgação

 

Eventos online têm sido a saída adotada pelas pequenas livrarias para fomentar o consumo literário no período de confinamento imposto pelo isolamento social. Clubes de leitura, vendas por whatsapp, dicas de livros, sarau digital – essas e outras estratégias criativas têm sido adotadas pelas livrarias enquanto as lojas físicas seguem fechadas.

A paulista Livraria da Vila, que sempre priorizou a venda presencial, foi buscar novos caminhos, passando a investir fortemente no formato digital e disseminado o e-commerce como estratégia de venda. Encontros com autores, dicas de leitura, contação de histórias e lançamentos online são algumas das atividades realizadas nas redes sociais da livraria, que ganharam protagonismo significativo. Já passaram pela programação personalidades como Cristian Dunker, Josélia Aguiar, Walter Casagrande, entre outros.

Por conta do cenário atual, o mercado de livros amargou em março uma queda de 18,3% no faturamento e de 15,7% no número de unidades vendidas, em relação ao mesmo período do ano passado, além do fechamento definitivo de grandes redes e da imposição de uma nova realidade às livrarias menores. Hoje, as vendas online da Livraria da Vila correspondem ao volume de uma loja pequena, como a de Moema ou a do Aurora Shopping, em Londrina, por exemplo, o que garante a manutenção do quadro de colaboradores, que segue intacto.

A estratégia tem sido seguida também por livrarias menores, que tiveram de se reinventar para enfrentar a crise. Com isso, o setor esboça uma retomada. Segundo pesquisa do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel), houve no Brasil aumento de 31% nas vendas do setor em maio em relação ao mês anterior. Resultado que deve se repetir em junho.

Com a flexibilização do isolamento e a reabertura de alguma unidades, em horário especial e com rígidos protocolos sanitários, a Livraria da Vila retoma aos poucos o atendimento físico especializado, no entanto, sem abrir mão da veia digital, que tem proporcionado uma nova vivência omnichannel e diminuindo a distância imposta aos seus clientes pela pandemia.

A literatura ganhou um valor ainda maior no contexto pandêmico e se faz cada vez mais presenta na vida das pessoas.

Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *