“Nos olhos de quem vê”

Artimanhas do olhar viram mote para abordar temática das diferenças e do preconceito em livro para crianças

 

Live de lançamento amanhã, dia 24/9, quinta-feira, às 19h, no @grupoeditorialzit. Um bate-papo com a autora Angélica Lopes e Laura van Boekel, editora do Grupo Editorial Zit.

 

 

Muitas vezes uma coisa não é o que parece ser. Olhos cegos de paixão, por exemplo, podem transformar em príncipe um bobão. Os de criança arteira só enxergam brincadeira. Os de mãe acham que é anjo seu pimpolho. Quem tem olho grande nunca se satisfaz. E olhar de peixe morto, sempre perdido? Vive sonhando com o infinito.

Este lançamento da Editora Escrita Fina lança mão da velha máxima de que “tudo depende dos olhos de quem vê” para chamar a atenção dos leitores mirins para um tema tão caro aos nossos dias: as diferenças nas formas como todos enxergamos o mundo. Num mergulho cheio de humor e delicadeza ao universo infantil, “Nos olhos de quem vê” se aproxima de temas complexos como perspectiva e alteridade, preconceito e diversidade.

Para isso, usa a costura entre versos e imagens como um anzol irresistível. A cada virada de página, uma descoberta. O bandido pode não ser exatamente o que esperávamos. E a escapulida captada pelo rabo de olho pode não ser sinal de mentira, mas sim de uma inocente festa surpresa.

Não são só os olhos, afinal, que podem nos pregar peças. Nossos próprios preconceitos vivem inventando imagens pré-concebidas, que muitas vezes não passam de enganos. O que não é novidade, aliás: os olhos de Narciso refletiram a beleza e só trouxeram tristeza, como lembra uma das passagens deste livro. Os de Capitu, com o famoso jeito de ressaca, destruíram o coração e ainda levaram a barraca.

Com muito carisma e bossa, “Nos olhos de quem vê” é sobretudo um convite à curiosidade e à expansão do olhar. Para que ele enxergue além das imagens fixas, abraçando um mundo que é surpreendente e delicioso — pois, afinal, todo ele é movimento e pluralidade.

Trechos do livro

“Olhos bem focados,

apontados para o nariz…

… perdem até

elefante em

chafariz.”

 

 

“Os de mãe,

sempre

de olho…

… acham que

é anjo seu

pimpolho.”

 

(…)

 

“Claros, escuros,

normais, esquisitos.

Olhos podem ser

de muitos tipos.”

 

“Por isso, o mundo

que você vê

é diferente do meu.”

Autora e ilustradora

Angélica Lopes é escritora e roteirista de TV e de cinema. É autora de 17 livros voltados para o público infantojuvenil. Entre eles, Operação meleca mutante, Dicionário de criancês e Coração de bicho. A ilustradora Fernanda Morais é ilustradora, mestre em Design e pesquisadora na área de narrativas visuais. Já ilustrou vários livros para a Escrita Fina e outras editoras.

O livro tem 56 páginas, custa R$ 39,90 e está à venda nos sites  www.grupoeditorialzit.com.br / https://www.fokaki.com.br e nas principais livrarias.

Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *