O que leitores e não leitores gostam de fazer no tempo livre?

A 5ª. Edição da Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil divulgada recentemente pelo Instituto Pro-Livro responde a estes e outros questionamentos

 

O que o leitor e o não leitor gostam de fazer em seu tempo livre?

De acordo com a Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil em sua quinta edição, as atividades preferidas dos leitores são:

usar a internet (75%)

assistir televisão (66%)

e escutar música ou rádio (65%).

 

Os não leitores optam

pela televisão (68%)

internet (56%)

música ou rádio (55%).

 

As redes sociais (Facebook, Twiter e Instragram)

ocupam o tempo livre de 50% dos leitores

e 38% dos não leitores.

 

Destaque-se que ler livros, seja em papel ou leitor digital, é apontado por 40% dos leitores

e apenas por 7% dos não leitores.

 

Escrever é outra das atividades bem citadas pelos leitores: 60%, que é o dobro do registrado pelos não leitores (31%).

 

Praticar esportes também é bastante citado por ambos os grupos: 30% dos leitores citam como atividade das horas vagas, índice que atinge 20% dos não leitores.

 

Games e videogames atraem 19% dos leitores

e 12% dos não leitores em seu tempo livre.

Observa-se que o repertório de opções dos leitores é bem maior que o de não leitores, com uma média de atividades de 7.0 para os primeiros contra 5.0 dos segundos.

Os leitores se interessam mais por atividades culturais e sociais:  passeiam mais em praças, desenham, pintam, fazem artesanato e vão mais ao teatro, museus e exposições.

Baixe o pdf da pesquisa no site do IPL: www.prolivro.org.br

A pesquisa

Realizada de quatro em quatro anos, a Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil é a única pesquisa nacional que tem por objetivo avaliar o comportamento leitor do brasileiro. Realizada desde 2007, pelo Instituto Pró-Livro, cuja missão é contribuir para que o Brasil seja um país de leitores, a pesquisa chega à 5ª edição com novo parceiro e muitas novidades.

O IPL contou, nesta 5ª edição, com a parceria do Itaú Cultural para a sua realização. Em um processo de constante aperfeiçoamento, o número de entrevistas foi ampliado de 5 mil para 8 mil, permitindo a leitura dos resultados por capital, além das cinco regiões brasileiras. Esta edição também dedicou um módulo específico aos hábitos de leitura de literatura dos brasileiros, com mais dados sobre os fatores e influências no interesse por literatura, autores preferidos e formatos e/ou dispositivos escolhidos.

O objetivo da Retratos de Leitura é conhecer o comportamento do leitor brasileiro com 5 anos ou mais (alfabetizado ou não), medindo a intensidade, forma, limitações, motivação, condições de acesso ao livro (impresso e digital) pela população, orientado por sua missão de contribuir com as políticas públicas e  expandir o público leitor.

A coleta de dados foi encomendada ao Ibope Inteligência, em entrevistas domiciliares, face a face, com registro das respostas em  tablets, e aconteceu entre 28 de outubro de 2019 a 13 de janeiro de 2020, antes da pandemia, não havendo, portanto, interferência  na realização ou resultados da pesquisa.

No total, foram 8076 entrevistas, em 208 municípios, sendo 5874 nas capitais de 26 estados. Os resultados da pesquisa podem ser analisados para o total do Brasil, pelas cinco regiões por capitais, e eles foram ponderados considerando os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) de 2017, do IBGE. Com um intervalo de confiança estimado de 95%, a margem de erro máxima estimada é de 1,1 p.p. para mais ou para menos.

O Instituto Pró-Livro (www.prolivro.org.br) é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), sem fins lucrativos, criada e mantida pelas entidades do livro (Abrelivros, CBL e SNEL) com a missão de transformar o Brasil em um país de leitores. Tem como objetivo promover pesquisas e ações de fomento à leitura. Realiza, periodicamente, a pesquisa Retratos da leitura no Brasil, maior e mais completo estudo sobre o comportamento do leitor brasileiro, a fim de avaliar impactos e orientar ações e políticas públicas em relação ao livro e à leitura.

O trabalho do instituto é no sentido de melhorar os indicadores de leitura e o acesso ao livro. Lançou este ano (2019),  a pesquisa Retratos da Leitura – Bibliotecas Escolares  _ para identificar o impacto das bibliotecas na aprendizagem dos alunos .Também é responsável pelo Prêmio IPL – Retratos da Leitura, que busca homenagear organizações que desenvolvem práticas de incentivo à leitura e, desse modo, promovê-las e difundi-las, de maneira que ganhem amplitude e investimentos, orientem políticas públicas e inspirem outras iniciativas pelo Brasil.

O IPL também conta com outra ação importante, a Plataforma Pró-Livro, que é digital e reúne informações sobre as práticas de leitura ao redor do país e incentiva a conexão entre essas experiências. Os projetos premiados e cadastrados estão mapeados e podem ser conhecidos na Plataforma Pró-Livro www.plataformaprolivro.org.br.

 

Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *