Lição de casa: 5 dicas para ajudar os pais

Desempenho escolar pode gerar insegurança nas famílias, mas erros também fazem parte do processo de aprendizagem

Crédito: Pixabay

 

“Deixe seu filho errar”. Essa é uma frase comum de professores, especialmente no contexto da obrigatoriedade do isolamento social, em que as aulas para muitos ainda estão acontecendo no ambiente on-line. Com a mudança da sala de aula para a casa, é compreensível que muitas famílias se sintam inseguras sobre o desenvolvimento dos estudantes.

No entanto, as tentativas e os acertos fazem parte do processo, de acordo com a coordenadora do Ensino Fundamental Anos Iniciais do Colégio Marista Santa Maria, Antoniella Cavassin. “Os professores precisam saber onde estão as dificuldades dos alunos para poder aprofundar o assunto ou abordar o tema de uma maneira diferente. Quando os pais fazem a atividade pela criança, ou explicam a sua maneira, esse processo pode ser comprometido”, orienta.

Errar é normal no processo de aprendizado e pode, inclusive, ajudar a melhorar a qualidade do ensino. “Entendemos que os pais querem ajudar e estão fazendo o melhor que podem para manter a normalidade”, revela Antoniella, “mas eles podem e devem contar com a escola para isso.

Confira algumas dicas que podem ajudar pais e filhos:

– Acompanhar não é fazer. Com o isolamento social, os pais estão mais próximos e participativos do processo educativo, mas isso não significa que é de responsabilidade deles realizar as atividades. É preciso orientar, manter a rotina e estimular as crianças, mas fazer as tarefas e praticar o que foi aprendido em sala é dever dos estudantes.
– Ajude a fazer perguntas. Se a criança está com dúvidas, os pais podem acompanhar esse processo elaborando perguntas e preparando o filho para solucionar essas dúvidas com o professor. Elaborar questões específicas junto com as crianças estimula o conhecimento e otimiza o tempo com o professor, que vai poder ajudar com mais clareza.
– Explore os canais do colégio. As possibilidades são várias, desde falar com a professora no final da aula até enviar mensagens por e-mail. Utilizar os plantões de dúvidas também é uma boa saída para solucionar qualquer dificuldade.
– Evite cobranças desnecessárias. Muitos pais estão se sentindo pressionados para fazer tudo dar certo mesmo com uma rotina totalmente diferente. No entanto, é importante lembrar que a equipe da escola está totalmente disponível para apoiar a evolução dos alunos e tem as ferramentas necessárias para isso.
– Errar é natural. As dúvidas ou erros das crianças podem parecer ruins aos olhos dos pais, mas são eles que indicam aos professores quais temas devem ser reforçados, explicados novamente ou de uma forma diferente. Errar é comum, natural e faz parte da evolução do conhecimento.

Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *