“A menina sem cor”

Livro infantojuvenil da escritora e publicitária Fernanda Emediato, publicado pela Troia Editora, conta a história de Mimi, uma garotinha negra que se surpreende ao conhecer uma menina albina.

Lançamento da Troia Editora, pelo selo Troinha, “A menina sem cor” é a história de Micaela, a Mimi, uma menina de pele negra adotada, quando bebê, por um casal de brancos. Impulsionada pelo tema da diversidade, a publicitária e escritora Fernanda Emediato alerta sobre racismo e apresenta uma lição de amor, empatia, autoaceitação e solidariedade.

Aos seis anos, Mimi pergunta aos pais por que a cor de sua pele é diferente da deles. É assim que ela descobre que é adotada. Já na escola, a garotinha era vista como diferente: ela descobre um mundo novo, de várias cores, quando conhece Olivia, uma menina albina. A nova amiga mostra para Mimi que é bom ser diferente e que todas as cores são bonitas e importantes.

“Olivia então pegou Mimi pelas mãos, correu com ela até o outro lado do parque e lhe apresentou seus pais, que eram da mesma cor que Mimi.
– Você também é adotada – perguntou Mimi.
– Adotada? Não, sua boba! Em minha família, só eu nasci assim. Na verdade, eu também sou negra, acho que quando nasci a tinta havia acabado.”
(Trecho do livro)

A evolução da personalidade da criança durante o desenvolvimento da história emociona os adultos e conscientiza os pequenos leitores sobre diversidade. Quem ilustra a “A menina sem cor” é a artista chilena radicada no Brasil, Yasmin Mundaca.

Sinopse

Mimi foi adotada ainda bebê, mas só descobre esse fato aos seis anos, ao perguntar aos pais por que, diferente deles, ela tem a pele escura. Após essa descoberta, Mimi passa a se questionar sobre as diferenças de cor e começa a desejar ter nascido branca. No meio desses questionamentos conhece Olívia, uma garotinha, também de seis anos, albina, que mostra a ela como é bom ser diferente e como todas as cores são bonitas e importantes.

A autora

Fernanda Emediato foi uma menina perdida no seu quintal, a Serra da Cantareira, na Grande São Paulo. Os seus primeiros amigos foram macacos, cachorros, tucanos, quatis, esquilos, cigarras e garante que tinha uma amiguinha especial, uma onça que cismava em aparecer no quintal justamente quando ela estava sozinha. Outro escudeiro fiel era o gato vira-lata Tico. Num ataque de um lobo, ele a defendeu e perdeu o rabo na briga.

A menina cresceu, formou-se em publicidade e atualmente é editora-executiva da Geração Editorial, onde trabalha desde os 15 anos, mas ainda não esqueceu dos amigos especiais e todo final de semana sobe a serra para encontrá-los.

O livro tem 24 páginas e custa R$ 32,00. Na versão e-book custa R$ 19,90 e ambos podem ser comprados no link  https://amzn.to/31vv6WO

Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *