Literatura infantil na China

Ilan Brenman, autor brasileiro e exclusivo da Editora Moderna, é o segundo autor brasileiro mais vendido na China nos últimos 5 anos

“Fico feliz em poder conectar crianças e pais por meio da minha obra em diferentes culturas”, afirma o brasileiro Illan Brenman

 

“Papai é meu!”

O mercado chinês é um sonho para qualquer setor de produção. O país mais populoso do mundo representa grandes oportunidades de reconhecimento e vendas a níveis sempre inflados. Para escritores, emplacar entre os mais vendidos no país é uma vitória e tanto, pois é impactar milhões de leitores e levar a cultura brasileira para uma das principais economias globais. Destaque que o autor brasileiro infantil, Ilan Brenman já conquistou: é o 2º escritor brasileiro mais vendido na China nos últimos 5 anos, segundo levantamento do OpenBook, uma consultoria de Pequim especializada no mercado editorial chinês

Tradução do título do livro:” Pai, todos os animais soltam pum?”

Numa lista fornecida pela OpenBook dos brasileiros mais vendidos na China desde 2015, Ilan Brenman foi o segundo melhor colocado com três títulos e outro mais vendido entre todos é o autor Paulo Coelho com oito obras. Entre os autores infantis, Ilan é o melhor colocado. “É uma honra figurar numa lista de best-sellers na China, um dos maiores mercados editorais do mundo. A exemplo da comercialização de meus livros em outros países da Europa e da América Latina fico feliz em poder conectar crianças e pais por meio da minha obra em diferentes culturas. Isso mostra o quanto a literatura infantil é universal”, comenta Brenman sobre o resultado.

“Famílias”

 

As obras do autor disponíveis na China (“Papai é meu!”, “Pai, todos os animais soltam pum?”) fazem parte do catálogo da Editora Moderna, da qual Ilan Brenman é autor exclusivo. “Pai, todos os animais soltam pum?”” foi relançado no Brasil pela editora em 2020. A previsão é que mais três obras do autor (Mãe-Alto Falante”, “Famílias”, “Você não vem brincar?”), também já disponíveis no Brasil pela Moderna, desembarquem na China ainda esse ano.

Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *