“Enquanto o almoço não fica pronto”…

As histórias familiares podem ser contadas de muitas formas e, nesse livro, acontecem ao redor da mesa

O que acontece naquele tempo que antecede ao almoço com a família varia muito, mas seja lá o que for, tudo é sempre muito importante. Nesse tempo, está inserida a cultura da casa e dos membros da família e a influência de cada dia: o local onde cada um aguarda, o que gostam de fazer enquanto esperam; como reagem nos dias úteis e nos fins de semana ou datas festivas; hábitos ou manias; preferências alimentares, os lugares onde gostam de assentar à mesa, a cada estação do ano etc.

A autora de “Enquanto o almoço não fica pronto”…, Sônia Rosa, trouxe essa realidade para o livro. Não é trocadilho, mas as circunstâncias que ela descreve o almoço deixou a leitura muito gostosa. E saudosa também. Primeiro, por que tem muitas famílias que deixaram de se reunirem à mesa do almoço, agradecerem pela presença de cada um e pelos alimentos. Depois, por que eu me recordei muito da minha infância e senti saudades, pois vivi plenamente esse tempo de espera até o almoço ficar pronto. E como isso foi rico para mim.

A experiente Sônia Rosa é uma escritora com muitos livros publicados no Brasil e no exterior. Como mestra em Relações Étnico-Raciais, pedagoga e professora, ela viaja país afora pelo gosto de se encontrar com as crianças e professores para contar suas histórias.

“Escrevo literatura negro-afetiva há mais de 20 anos. Nas minhas obras, os personagens negros estão sempre em protagonismo. Isso me deixa muito feliz! Costumo dizer que a leitura alimenta as ideias e quem conta uma história abraça alguém. Gosto de abraçar em palavras, na vida e nos livros”, afirma a autora.

Em “Enquanto o almoço não fica pronto”… percebemos claramente essa tendência de Sônia Rosa. A família que ela criou para mostrar as relações de antes, durante e após um almoço é terna, alegre, respeitosa. Valoriza o momento, o encontro na mesa, o modo de cada um ser e viver.

“Enquanto o almoço não fica pronto…

O papai arruma as camas,

As crianças leem livros de histórias,

A vovó atende o telefone,

O bebê engatinha pela sala.”

“Enquanto o almoço não fica pronto…

O papai prepara o suco,

As crianças cantam músicas de dançar,

A vovó conta histórias engraçadas

E o bebê dá gargalhadas.”

Destaco as ilustrações desse livro feitas pela jornalista e designer gráfica Bruna Assis Brasil. Essa profissional, que já ilustrou muitos e muitos livros infantis, sempre foi apaixonada pela literatura. Vivia criando e desenhando suas próprias histórias. Foi desse jeito que percebeu que eram as ilustrações que mais a encantavam. Diante dessa descoberta, ela decidiu se tornar ilustradora.

Hoje, Bruna é pós-graduada em IIustração Criativa pela Escola Disseny i Art de Barcelona. As ilustrações que ela fez para “Enquanto o almoço não fica pronto”… são geniais e ajudam o leitor e perceber com clareza o ideal da autora do livro de enaltecer as relações familiares sutilmente mostradas por personagens negros.

Mas, afinal, o almoço fica pronto ou não? Claro que sim!

“De repente…

_ Sai da frente! Coisa quente, minha gente!

As crianças batem palmas, o bebê se enrosca no colo da vovó.”

“O almoço está cheiroso!

O papai, a mamãe, a vovó e o bebê

Se sentam em volta

Da toalha de florzinha”.

O que vai acontecer após esse almoço delicioso, o leitor vai descobrir com os livros nas mãos. Cada um vai sentir as cenas de um jeito e certamente se lembrar das experiências que já viveram em momentos como esse.

Lançamento da Escrita Fina Editora, o livro tem 24 páginas, é indicado para crianças a partir de 3 anos de idade, custa R$ 33,90 e pode ser comprado nos sites: www.grupoeditorialzit.com.br e https://fokaki.com.br

 

 

 

 

 

Continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *